“É uma aula de crime.”- Do Rodrigo Janot, procurador-geral da República, quando o Ministério Público oferecia denúncia contra 36 envolvidos no esquema de corrupção da Petrobras.

14dez

Quanto a presepada da vice-prefeita Ivone Barofaldi que “saiu” atirando pra tudo que foi lado, temos a dizer o seguinte:

Se, se de fato é tudo aquilo que ela escreveu no face, contra o prefeito Reni Pereira, seria de bom alvitre que dona Ivone renunciasse ao cargo, e, concomitante, entregasse as três secretárias que o PSDB tem na atual administração. A saber:

Foztrans, está nas mãos do Doutor Budel, o sereia…

O Elefante Branco está com o Djalma Pastorelo

Fozhabita está com o Valmir Leal Griten.

Sem falar no monte de diretores que a tucanada emplacou no governo Reni Pereira.

O Blog entra de recesso até o dia 5 de janeiro de 2015.

Desejos aos meus 17 leitores um Feliz Natal e um próspero Ano Novo.

FacebookGoogle+LinkedInTwitterPinterestEmail

13dez

Confira as revelações do homem que entregava dinheiro da Petrobras na casa de deputados, senadores, governadores, ministros e na sede nacional do PT

Money delivery: Acompanhado de seus advogados, Rafael Ângulo Lopez negocia um acordo de delação premiada com a Justiça. Durante anos, ele distribuiu dinheiro desviado da Petrobras a “clientes” famos do esquema de corrupção

Money delivery: Acompanhado de seus advogados, Rafael Ângulo Lopez negocia um acordo de delação premiada com a Justiça. Durante anos, ele distribuiu dinheiro desviado da Petrobras a “clientes” famos do esquema de corrupção

Depois de tantas revelações sobre engenharias corruptas complexas de sobrepreços, aditivos, aceleração de obras e manobras cambiais engenhosas, a Operação Lava-Jato produziu agora uma história simples e de fácil entendimento. Ela se refere ao que ocorre na etapa final do esquema de corrupção, quando dinheiro vivo é entregue em domicílio aos participantes. Durante quase uma década, Rafael Ângulo Lopez, esse senhor de cabelos grisalhos e aparência frágil da fotografia acima, executou esse trabalho. Ele era o distribuidor da propina que a quadrilha desviou dos cofres da Petrobras. Era o responsável pelo atendimento das demandas financeiras de clientes especiais, como deputados, senadores, governadores e ministros. Braço-direito do doleiro Alberto Youssef, o caixa da organização, Rafael era “o homem das boas notícias”. Ele passou os últimos anos cruzando o país de Norte a Sul em vôos comerciais com fortunas em cédulas amarradas ao próprio corpo sem nunca ter sido apanhado. Em cada cidade, um ou mais destinatários desse Papai Noel da corrupção o aguardavam ansiosamente.

Os vôos da alegria sempre começavam em São Paulo, onde funcionava o escritório central do grupo. As entregas de dinheiro em domicílio eram feitas em endereços elegantes de figurões de Brasília, Recife, Porto Alegre, Curitiba, Maceió, São Luís. Eventualmente ele levava remessas para destinatários no Peru, na Bolívia e no Panamá. Discreto, falando só o estritamente necessário ao telefone, não deixou pistas de suas atividades em mensagens ou diálogos eletrônicos. Isso o manteve distante dos olhos e ouvidos da Polícia Federal nas primeiras etapas da operação Lava-Jato. Graças à dupla cidadania — espanhola e brasileira —, Rafael usava o passaporte europeu e ar naturalmente formal para transitar pelos aeroportos sem despertar suspeitas. Ele cumpria suas missões mais delicadas com praticamente todo o corpo coberto por camadas de notas fixadas com fita adesiva e filme plástico, daqueles usados para embalar alimentos. A muamba, segundo ele disse à polícia, era mais fácil e confortável de ser acomodada nas pernas. Quando os volumes era muito altos, Rafael contava com a ajuda de dois ou três comparsas.

A rotina do trabalho permitiu que o entregador soubesse mais do que o recomendável sobre a vida paralela e criminosa de seus clientes famosos, o que pode ser prenúncio de um grande pesadelo. É que Rafael tinha uma outra característica que poucos sabiam: a organização. Ele anotava e guardava comprovantes de todas as suas operações clandestinas. É considerado, por isso, uma testemunha capaz de ajudar a fisgar em definitivo alguns figurões envolvidos no escândalo da Petrobras. VEJA apurou que o entregador já se ofereceu para fazer um acordo de delação premiada, a exemplo do seu ex-patrão.

Veja dois dos destinatários da proprina que Rafael Ângulo Lopez transportava.

 

FacebookGoogle+LinkedInTwitterPinterestEmail

13dez

Rodrigo Zorzi Glamurama - Aloizio e Pedro Mercadante

A Petra Energia S/A, que tem como vice-presidente Pedro Barros Mercadante Oliva, filho do ministro Aloízio Mercadante, faturou R$ 148,1 milhões do governo federal entre 2013 e 2014, quando o petista se transformou no poderoso chefe da Casa Civil. Segundo o Sistema Integrado de Informações Financeiras do Governo Federal (Siafi), a verba foi empenhada pelo Ministério de Ciência e Tecnologia, que foi comandado pelo mesmo Aloizio Mercadante nos anos de 2011 a 2012.

Da verba empenhada pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), do ministério, R$ 47,1 milhões já foram pagos à Petra Energia.

Em 2013, o ministério empenhou R$ 42,8 milhões para a Petra Energia em agosto, e mais R$ 47,6 milhões no mês seguinte, setembro.

Fundada em 2008 para explorar petróleo e gás, a Petra virou a maior  concessionária de blocos de terra do País, tem áreas em MG, MA e AM

O presidente da Petra, Roberto Viana, já perfurou 16 poços na Bacia de São Francisco (MG), e tem expandido negócios para África. Hum… Leia na Coluna Cláudio Humberto.

FacebookGoogle+LinkedInTwitterPinterestEmail

13dez

Empresa poderá exibir cenas sensuais da apresentadora com adolescente no filme ‘Amor Estranho Amor’ como resultado de busca.

amor-estranho-amor

O Google conquistou uma nova vitória em sua disputa nos tribunais com a apresentadora Xuxa nesta sexta-feira, 12. A justiça decidiu que era improcedente a solicitação de evitar que seu nome fosse vinculado nas buscas do site ao filme que produziu nos anos 1980, “Amor Estranho Amor”.

Na obra, a apresentadora da Rede Globo participa de cenas sensuais com um menor de idade. O filme acabou se perpetuando na internet e facilitado pela existência do Google, o que Xuxa considerou ofensivo. No entanto, o juiz Arthur Eduardo Magalhães Ferreira decidiu seguir a jurisprudência do Supremo Tribunal de Justiça e determinou que o direito do livre acesso à informação é mais importante do que a intenção da apresentadora de ver este conteúdo desassociado ao seu nome.

FacebookGoogle+LinkedInTwitterPinterestEmail

13dez

gleisi - maria - ministra

O colunista Augusto Nunes, da Veja.com, resolveu fazer uma enquete em seu blog para saber qual a pior ministra de 2014. E a senadora Gleisi Hoffmann pode terminar o ano com mais uma derrota no currículo.

Por enquanto, Gleisi (ex-Casa Civil) está em 2º lugar, com 28%, atrás de Maria do Rosário, que tem 41% dos votos. Ideli Salvatti (18%), Miriam Belchior (7%), Marta Suplicy (6%) e Iriny Lopes (1%) completam a lista.

FacebookGoogle+LinkedInTwitterPinterestEmail

12dez

1212 marcelo almeida (1) 

da Ruth Bolognese, no O Paraná

Com a desgraça de André Vargas, quem saiu no lucro (não é trocadilho, é realidade) foi o político mais rico do Brasil, com mais de R$ 700 milhões herdados, Marcelo Almeida (PMDB). Ele assume a cadeira do petista até janeiro, com direito a salário e tudo e em pleno recesso parlamentar. Por baixo, por baixo, vai embolsar uns R$ 100 mil e, se não quiser, nem precisa subir na tribuna para entoar um discurso básico a favor do Paraná.

FacebookGoogle+LinkedInTwitterPinterestEmail

12dez

1212 graça foster desvios petrobras

A revelação de que uma ex-gerente executiva da Diretoria de Abastecimento da Petrobras alertou a presidente Maria das Graças Foster de irregularidades na estatal fez com que líderes da oposição pedissem nesta sexta-feira, 12, a substituição imediata do comando da estatal.

Para o senador Álvaro Dias (PSDB-PR), “é inadmissível que não se promova uma mudança radical na Petrobras”. “Se não há participação direta (no esquema), há o crime de omissão, de conivência e de cumplicidade”, afirmou Dias. “Não há como tolerar essa passividade do governo com relação aos gestores da Petrobras”.

O líder do PSDB na Câmara, Antonio Imbassahy (BA), também afirmou que Graça perdeu as condições de permanecer no posto. “Ela vai se transformando numa presidente fraca, que não tomou medidas para conter os desmandos na Petrobras”, disse.

A geóloga Venina Velosa da Fonseca, que entre 2005 e 2009 foi subordinada ao ex-diretor Paulo Roberto Costa – preso pela Polícia Federal e em acordo de delação premiada com a Justiça -, apresentou denúncias de malfeitos à diretoria da petroleira, inclusive com e-mails encaminhados a Graça Foster.

O líder do PPS na Câmara dos Deputados, Rubens Bueno (PR), endossou o coro. “É um enredo estarrecedor. Não há mais qualquer desculpa para a permanência de Graça Foster na Presidência da Petrobras. Se tiver o mínimo de juízo, a presidente Dilma tem a obrigação de demitir sua protegida e toda a diretoria da empresa. Se não o fizer, vai sinalizar que também faz parte da quadrilha que saqueou a Petrobras”, afirmou em nota. Com informações do Estadão.

FacebookGoogle+LinkedInTwitterPinterestEmail

12dez

1212 beto richa inauguração obra sanemanento abastecimento agua 2030 tibagi londrina 

O governador Beto Richa, junto com o presidente da Sanepar, Fernando Ghignone, inaugurou nesta sexta-feira (12/12), em Londrina, as obras de ampliação do Sistema Produtor Tibagi. É a maior obra de saneamento do Paraná nos últimos dois anos.

Com um investimento de R$ 84 milhões, a ampliação duplicou a capacidade de produção de água tratada, que passou de 1.200 para 2.400 litros por segundo. A obra beneficia 620 mil moradores de Londrina e de Cambé, garantindo o abastecimento até o ano de 2030. Ao longo de sua execução, foram gerados 7.850 empregos diretos e indiretos.

O governador ressaltou a importância da obra da Sanepar e os outros investimentos feitos pelo governo estadual em infraestrutura e logística para Londrina e região. “Esse projeto da Sanepar assegura tranquilidade de abastecimento de água nos próximos anos”, afirmou Richa. “Outros recursos já estão previstos para Londrina, totalizando R$ 169 milhões em obras de saneamento. É o maior volume de investimentos da Sanepar para Londrina em toda a sua história.”

O governador mencionou também os investimentos da Copel, que chegam a R$ 100 milhões. “Outros R$ 130 milhões já estão programados para a implantação da linha de transmissão entre Londrina e Assis, no estado de São Paulo. Isso vai assegurar qualidade e segurança no fornecimento de energia”, disse ele.

Richa ressaltou a presença do governo estadual no projeto de ampliação do aeroporto de Londrina, com R$ 27 milhões destinados para as desapropriações de áreas do entorno, o que possibilitará aumento da capacidade operacional do aeroporto. “Isso terá impacto regional, porque o aeroporto serve a muitos municípios do Norte do Estado”, afirmou.

A duplicação da PR-445 também foi citada como obra estratégica para garantir o desenvolvimento de Londrina e região. “Nesta semana entregamos 60% das obras e nossa previsão é que tudo estará concluído já no ano que vem”, disse ele.

A duplicação do Sistema Produtor de Tibagi é a maior obra de saneamento do Estado nos últimos dois anos, reforçou o presidente da Sanepar, Fernando Ghignone. “Com este projeto, a Sanepar dota Londrina e Cambé de infraestrutura de saneamento, que é também muito importante para a atração de investimentos para a região”, destacou.

“Também beneficia a todos os moradores dos dois municípios, garantindo mais qualidade de vida e uma vida mais saudável, graças ao acesso universal da água tratada. Nosso objetivo, agora, é também universalizar a coleta e o tratamento do esgoto”, afirmou.

Ghignone ressaltou que 100% da população urbana paranaense têm acesso à água e 66% à coleta de esgoto. A Sanepar é também a única empresa brasileira a tratar todo o esgoto coletado.

FacebookGoogle+LinkedInTwitterPinterestEmail

12dez

1212 juliano breda oab parana 

do Zé Beto

Com a denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal contra 36 envolvidos no caso Petrolão, a OAB do Paraná não vai manifestar apoio ao trabalho que agora está nas mãos da Justiça e teve o inestimável apoio da Polícia Federal? Afinal, é a primeira vez que poderosos das maiores empreiteiras do país são presos e há provas suficientes para colocá-los em cana como corruptores – além dos corruptos da Petrobras e intermediários da grande mutreta. Como o presidente da entidade, Juliano Breda, disse em recente discurso, a OAB sempre teve um posicionamento claro no combate à corrupção, inclusive patrocinando campanhas sobre o assunto. É hora de confirmar isso. Ou não?

FacebookGoogle+LinkedInTwitterPinterestEmail

12dez

O Tribunal de Contas do Paraná emitiu medida cautelar que determina a suspensão dos aumentos de salários sem respaldo na lei aplicados pela Defensoria Pública do Estado. Em função disso, os subsídios dos defensores públicos, que chegaram a ter um aumento de 87%, devem retornar às mesmas condições anteriores aos atos normativos do Conselho da Defensoria Pública.O motivo da cautelar foi a constatação de, ao mínimo, 11 irregularidades na concessão de vantagens e gratificações aos defensores. Entre as impropriedades estão a fixação irregular de vantagens e a concessão de promoções.

Segundo o relator, Durval Amaral, não há lei que regulamente a aplicabilidade dos benefícios; portanto, não há valores ou percentuais a serem observados, bem como autorização em lei para a concessão das vantagens. Logo, não poderiam ser aplicadas.

FacebookGoogle+LinkedInTwitterPinterestEmail

12dez

1212 andre vargas eduarod henrique alves camara troca mensagens
O ex-deputado petista André Vargas, que teve o mandato cassado na quarta-feira (10), tentou evitar a cassação até o último momento e trocou mensagens durante a votação com o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN).

Nas mensagens, flagradas pela Folha de S.Paulo, o ex-petista afirma que é um “cisco” dentro da Operação Lava Jato, que investiga o esquema de corrupção na Petrobras. “Vão me cassar hoje e em defesa. Na Lava Jato, sou um cisco. Depois das delações, vão se lembrar das injustiças que fizeram comigo”, disse.

FacebookGoogle+LinkedInTwitterPinterestEmail

12dez

O filme do Bonato segue impávido e colossal. Dia desses foi a vez de filmar no interior do fórum de Justiça da Comarca. O juiz Marcos Frason abriu, gentilmente,  seu gabinete para uma tomada de cena em que o Ben Hur Angeli foi filmado fazendo as vezes do magistrado em tela, ambos fregueses assíduos do boteco do Juca, registre-se.
Curiosamente, no mesmo andar onde o Bonato filmou, no 1o Jecrim, fica também o 2o Jecrim, onde se distribuiu, neste dia 8 do corrente, uma ação criminal tendo o Bonato como notificado pelos crimes de calunia, difamação e injuria.  Oficial de Justiça deve estar a sua procura para intimá-lo. Vamos ajudar o servidor do judiciário: É só ir na Santos Dumont no boteco do Juca e fazer o serviço. O gajo bate ponto todos os dias no local onde funciona o set central de filmagens da super-produção, em que o Mario Du Trevor encarna o botina-branca alcoólatra e cirrótico. O Antonio do tempero da Bahia esta no filme. O filme que deveria estar pronto em um semana, foi protelado para um mês.

PS: Bonato recorre de duas condenações por improbidades administrativas sentenças prolatadas pela Justiça Federal de Foz do Iguaçu. A outra condenação de 4 anos por estelionato prescreveu. Tudo rescaldo do festival de humor. Ademais, temos outras presepadas como a falsidade ideológica cometida contra a Unifoz, a montagem do falso flagrante policial junto com o fala mansa e o Jordão, e vai por aí afora… é o tal “conjunto da obra”…

“Língua Plesa” na fissura

Paulo Angeli gostaria muito de ser secretário de turismo do Reni. Tem ligado, mas o alcaide nem atende. Paulo, que é do PR do Giacobo, ralou muito para tentar eleger o Chico Brasileiro prefeito de Foz do Iguaçu. O professor Sergio (PSC) corre por fora para pegar essa boquinha. e o Neuzo Rafain também.

Capivara do Pedrinho.

Pedrinho Rodrigues, filho do PF Rodrigues, ganhou mais um processo criminal neste final de semana. Atacou de novo o Reni Pereira no face. Se não provar o que postou vai ser condenado por calúnia. O muquirana tem umas 10 ações distribuídas no fórum, ai, ai, ai…

 

 

FacebookGoogle+LinkedInTwitterPinterestEmail

12dez

O governador Beto Richa confirmou nesta quinta-feira (11/12) a manutenção do coronel César Vinicius Kogut como comandante-geral da Polícia Militar do Paraná. O delegado-geral da Polícia Civil será o delegado Julio Reis.

Kogut está no cargo desde outubro de 2013. Até assumir o posto era o responsável pelo 2º Comando Regional da corporação, em Londrina. De 2010 a 2012, acumulou as funções de diretor de Pessoal, diretor de Ensino e Pesquisa e Corregedor-Geral da PM. Kogut também foi comandante do 5º Batalhão da PM (Londrina), do 10º Batalhão da PM (Apucarana) e do 15º Batalhão da PM (Rolândia).

O delegado Júlio Cezar dos Reis tem 22 anos de carreira na Polícia Civil do Paraná. É pós-graduado em Gestão de Políticas Públicas e em Direito Penal. Delegado primeira classe, já comandou a Divisão Policial do Interior (DPI) e a Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc), além das Subdivisões Policiais de Cascavel e de Pato Branco, bem como várias delegacias regionais. Atualmente, responde como corregedor de área – Sudoeste.

FacebookGoogle+LinkedInTwitterPinterestEmail

12dez

É hora de negociar soluções para os impasses que atrasam e empobrecem o país, sem ser mais rigoroso com os outros e mais complacente com os seus.
Crime (Foto: Arquivo Google)

Nelson Motta, O Globo

A emoção serve para ganhar eleição, mas para governar o que vale é a razão. Mas parece cada vez mais difícil, justo num momento muito difícil para o país, estabelecer-se um debate racional e qualificado sobre os graves problemas que todos conhecem. Ninguém, nenhuma corporação, nenhum partido tem força política, popular, econômica e moral para mudar nada sozinho. É hora de negociar soluções para os impasses que atrasam e empobrecem o país, sem ser mais rigoroso com os outros e mais complacente com os seus.

Mas, quando se fala em negociar, qualquer brasileiro logo associa a falcatruas, vantagens indevidas, propinas e outros crimes corriqueiros no cotidiano nacional, em todos os níveis da administração pública. Sim, existem negociações legítimas e possíveis, dependendo dos interlocutores, de sua credibilidade e, principalmente, de boa vontade e tolerância, que, longe de serem sinais de fraqueza, representam superioridade moral.

Na negociação que levou Joaquim Levy ao comando da economia, a razão venceu a emoção. Mas sobre o aparelhamento das estatais, um dos fatores geradores da corrupção, ninguém fala. Não basta trocar de nomes, é preciso mudar conceitos e valores. Ou, como diria Paulo Maluf com sua voz anasalada e a crueza de um quibe cru: “Não adianta trocar as moscas, precisamos é sair da merda.”

Cheios de razão, milhares de funcionários e ex-diretores corretos, eficientes e dedicados da Petrobras, e de outras estatais, a imensa maioria que construiu com seu trabalho a grandeza das empresas, estão indignados com a tática defensiva dos delinquentes de dizer que todos fazem, que sempre foi assim, jogando no mesmo saco de lixo os melhores e os piores para dar a ideia que todos são iguais e, por isso, a culpa deve ser diluída, e ninguém condenado.

Como se fossem todos óleo do mesmo barril, querem que a mancha se espalhe no mar do esquecimento e tudo mude para nada mudar.

O mau-caráter, o desonesto, o sem-vergonha, o corrupto nasceram com o homem, mas nunca na história deste país eles foram tantos e tão poderosos, ao mesmo tempo: nada é mais organizado do que o crime no Brasil.

Nelson Motta é jornalista

FacebookGoogle+LinkedInTwitterPinterestEmail

12dez

“Esqueceram de Instalar os Fingers no Aeroporto de Foz do Iguaçu” diz o deputado Alfredo Kaefer

Os cerca de 70 milhões de reais gastos com as reformas no Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu/Cataratas não foram suficientes para resolver todos os problemas.

O terminal é a porta de entrada para turistas na cidade, que tem como principal indústria o turismo, mas está aquém do que realmente precisa.

Para o deputado federal Alfredo Kaefer (PSDB-PR) “é inadmissível que um aeroporto por onde deverá passar este ano  cerca de um milhão e oitocentos mil turistas fique relegado à segundo plano pelo governo federal”.

Alfredo Kaefer se refere a falta do equipamento conhecido como “finger”, ou túneis móveis que ligam as salas de embarque e desembarque direto às aeronaves.

“Como a Infraero gasta uma fortuna destas e não contempla algo tão necessário como os fingers de acesso. Se a Infraero tivesse aplicado parte destes recursos na instalação do equipamento, não teríamos vivenciado um momento de extrema humilhação como aconteceu dias atrás com uma passageira deficiente que precisou se arrastar por uma escada para conseguir embarcar em um avião”, afirmou o deputado.

O deputado se refere à Katya Hemelrijk, que viajava para São Paulo. A ausência do equipamento fez com que a mulher passasse pela humilhação.

“E tem mais. Um turista de outro país ou mesmo do Brasil, que visitar Foz e levar chuva ou sol de rachar no aeroporto não volta mais. Tem também os deficientes e as pessoas de idade que são um enorme contingente de visitantes do exterior que precisam de um acesso deste tipo” disse o deputado.
Alfredo Kaefer tem cobrado a Infraero repetidas vezes através de ofícios e de discursos no Congresso Nacional para que seja instalado no aeroporto o equipamento “que vai dar segurança aos passageiros que não precisarão caminhar pela pista de rolamento nos embarques e desembarques. No caso da senhora Katya, ela poderia ser levada direto da sala de embarque até dentro do avião sem precisar se arrastar por uma escada”.

untitled

A Infraero divulgou dados estatísticos do Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu/Cataratas. A movimentação de passageiros reflete um aumento médio de 18% em relação ao ano passado. Se este desempenho se mantiver até o final do ano, será possível ultrapassar a marca de 1.800.000 passageiros. Em 2013 foram pouco mais de 1.678.000 passageiros.

Veja o  oficio infraero

FacebookGoogle+LinkedInTwitterPinterestEmail
Página12... 117»