Cazuza emplaca a companheira (“Dona Cazuza”) como assessora do vereador Brito

Vamos repetir:
Em janeiro deste ano aconteceu um protesto popular na frente da Câmara Municipal contra os vereadores que se encontravam presos acusados de corrupção. Um dos mais exaltados no movimento era o Cazuza que gritava palavras de ordem contra os corruptos. Deitou e rolou na sopa.
Em paralelo este blog noticiou que a mulher dele (Larissa Suelen Chinelatto Moraes Reis) estava nomeada como assessora do então vereador Mogênio (o “momô) que se encontrava preso. E o Cazuza na maior cara de pau protestando… Agora descobrimos que o Cazuza (é rápido no gatilho!) emplacou a mulher no gabinete do vereador Brito (PEN). Cazuza é uma peça rara, sobrevive de políticagens desde a época do Dobrandino (1993/1996). Nos governos do Paulo (2004/2012) e Reni Pereira (2013/2016) manteve “dona Cazuza” em cargos comissionados. Sempre agiu assim. Vive da política e para a política, apesar de ser um completo fracasso quando enfrenta as urnas, no último pleito fez míseros 300 votos para vereador, mesmo capitaneando o Pros no município. Um fiasco!

Cara-Crachá

Cazuza entrou numas de dizer que é funcionário da Caixa Econômica Federal, dia desses foi a um escritório de advogados com um crachá da Caixa no pescoço. Gosta de se exibir com o babilaque, entretanto, ninguém no banco federal nunca ouviu falar dele. Consultas foram feitas e a resposta é sempre a mesma: “Ninguém conhece o gajo!”. Outra coisa: se é funcionário da Caixa porque não dá expediente? Vive perambulando pela fronteira (dizem que no momento teve um piripaque e baixou hospital). A pergunta que não quer calar: Em que agencia da Caixa esse indivíduo trabalha? Será funcionário fantasma? Veja abaixo a nomeação da Dona Cazuza.

PITACO: Lembrando que o Cazuza mentiu para a Justiça Eleitoral dizendo que tinha curso superior. Deve ter aprendido a mentir com o seu fraterno amigo, o mitômano da fronteira. Pelo visto agora temos dois mitômanos. Foz do Iguaçu deveria ser estudada pena NASA… (já que a Conscienciologia não tá dando conta…).

Veja a representação (cheia de erros de português) que o Cazuza protocolou na Câmara visando cassar os vereadores corruptos. O PUM detesta corrupção. Então, tá!

REPRESENTAÇÃO CAZUZA CAMARA

asssessores.jpg

EX BAGUAL NA LABUTA NOVAMENTE

download (1)

Marcelino Vieira de Freitas, o “ex-bagual”, vai enfrentar as urnas novamente. Candidato a prefeito pelo PT. É mole?

Vamos repetir: Ex- bagual só se elege para síndico de prédio. Adora o mister.

DECRETO PROÍBE REDES SOCIAIS EM PREFEITURA
Do Boca Santa

Funcionários da prefeitura de Quinta do Sol não podem mais acessar as redes sociais durante o horário de expediente.

Facebook e Whatsup nem pensar.

A proibição também inclui jogos eletrônicos no celular.

Tudo previsto em decreto assinado pelo prefeito João Cláudio Romero, que entrou em vigor nesta quinta-feira.

Segundo ele, o objetivo é melhorar a produtividade dos servidores.

Romero conta que já adotou a medida em sua empresa e os resultados foram imediatos.

Segundo caso

O uso das redes sociais em horário de expediente também está proibido na prefeitura de Campina da Lagoa. Foi uma das primeiras medidas do prefeito Milton Luiz Alves.

 

 

Advogado Silvio Rorato vira réu em processo por homicídio triplamente qualificado

WhatsApp Image 2017-02-22 at 11.54.52download
Delegado da homicídios Carlos Pezzette Loro convenceu-se de que o advogado Silvio Rorato torturou e matou um adolescente no Porto Belo com ajuda de dois cúmplices

No dia 5 de agosto de 2016 encontrou-se o corpo do adolescente Igor Moares de Souza no Porto Belo. A vítima mostrava sinais de que fora torturado antes de ser morto por disparos de pistola calibre 45. A delegacia de homicídios de Foz do Iguaçu entrou no caso. Na sequencia pediu a prisão preventiva do advogado Silvio Rorato que foi indeferido pela Justiça. Um segundo pedido foi formulado que ainda não teve parecer do juiz.
O caso teve novo desdobramento no dia 17 do mês em curso com o recebimento da denúncia pelo juízo da 3ª vara criminal da comarca. Silvio e mais duas pessoas (Rogério Diniz Siqueira, aposentado de Itaipu, e Moisés Carvalho Padilha) tornaram-se réus no processo que será instruído e na sequencia o juiz decidirá se eles serão ou não pronunciados para irem ao Tribunal do Júri. Se  forem condenados podem pegar mais de 30 anos de reclusão.

Abaixo disponibilizamos os links com os relatórios do delegado, a denúncia do MP, e a decisão com o recebimento da denuncia pelo juiz Gustavo Arguello. Boa leitura.

decisão do juiz que recebe / decisão / Denuncia / relatório delegado

 

Mãe de Eliza Samúdio se manifesta sobre habeas corpus de Bruno

Sônia Moura se disse indignada e que a liberdade ao goleiro reacendeu a sua dor

A decisão do ministro Marco Aurélio Mello de soltar o ex-goleiro Bruno deixou a mãe de Eliza Samúdio indignada. Para Sônia Moura, o ex-atleta do Flamengo ficou preso por pouco tempo –  ele foi condenado a 22 anos e 3 meses de prisão em regime fechado pela morte e ocultação do cadáver da modelo (foto acima).

O momento é de muita indignação. Infelizmente não podemos confiar na Justiça dos homens, só na de Deus. É uma dor que reacende. Infelizmente, ele ficou menos de sete anos preso. Se ele está arrependido, eu não sei e não quero saber. Não me interessa”, disse Sônia ao jornal O Globo. Ela mora em Anhanduí, no Mato Grosso, e tem a guarda do neto Bruninho, filho de Bruno com Eliza.

Goleiro Bruno deixa prisão em Minas Gerais

Ex-atleta do Flamengo deixou a Apac acompanhado de um oficial de Justiça

A prisão do jogador já foi revogada no sistema do Tribunal de Justiça de Minas Gerais ainda na tarde de hoje. Ele foi autorizado a deixar a prisão após o ministro Marco Aurélio Mello, do STF, conceder um habeas corpus.

 

 

Prefeitura rescinde contrato com a Provopar

IMG_9814

Após dois meses, sem nenhuma justificativa por parte da entidade, o Município decide encerrar convênio de R$ 55 mil/mês.

O valor era pago pelo Município para custear a aplicação de atividades e cursos oferecidos pelo Provopar à população de Foz do Iguaçu. O dinheiro era investido com o objetivo de patrocinar aulas de qualificação profissional à milhares de jovens, mas que na prática não era o que vinha acontecendo.

A Prefeitura fez um levantamento do número de alunos por turma e constatou as vagas não estavam sendo totalmente preenchidas de acordo com as metas estabelecidas. O detalhe é que em algumas turmas havia apenas um aluno com o professor.

Em Gastronomia, de 215 vagas, apenas 51 estavam em curso. Cabeleireiro, de 160, 68 estavam cursando, Empreendedorismo de 80, apenas 6 alunos e Informática 160 vagas abertas e só 19 preenchidas. Em razão da baixa adesão aos cursos, a Prefeitura então notificou o Provopar cobrando explicações pela situação, mas em dois meses nenhum acordo foi firmado e ninguém da entidade, nem a diretoria procurou o Município.

Diante disso, a prefeita juntamente com a secretária de Administração e toda a equipe jurídica da Prefeitura decidiram suspender o convênio. A decisão foi divulgada em coletiva de imprensa, na tarde desta sexta-feira (24), no Palácio das Cataratas.

Segundo a prefeita Inês Weizemann a suspensão não irá prejudicar à comunidade. “Nós queremos abrir oportunidade para outra entidade que possa atender as nossas expectativas na realização de cursos que capacitem os alunos de fato. Que possam cumprir com as metas de vagas em cada turma”, enfatizou Inês.

Ainda de acordo com Inês, a situação já vinha ocorrendo nos últimos quatro anos. “Nós não sabemos o que aconteceu para a baixa procura de alunos, se foi falta de divulgação por exemplo. Mas esta era uma responsabilidade que cabia ao Provopar, nossa parte (Município) foi cumprida. E não fomos informados, até agora, de nenhuma justificativa sobre essa situação que já vinha acontecendo nos últimos quatro anos. Se estivessem atendendo alunos em todas as vagas estabelecidas não teria problema algum”, ponderou.

Secretaria da saúde reativa laboratório a partir do dia 1 de março

IMG_9418-2exames

Servidores foram chamados para se apresentar no laboratório municipal no dia 1 de março; A meta é fazer 60 mil exames por mês.

Após a desistência do laboratório credenciado para realizar exames, a secretaria de Saúde decretou emergência para a reativação do laboratório municipal. A empresa foi contratada para realizar 42 mil exames por mês para atender gestantes e pacientes de programas fixos. O credenciamento para as empresas interessadas em prestar o serviço continua aberto.

O secretário de saúde, Joel de Lima, explica que a medida emergencial foi tomada assim que a empresa desistiu da assinatura do contrato. Foi requisitado o retorno de todos os servidores que estavam atuando em áreas fora da secretaria da saúde para desempenhar o trabalho no laboratório do município.

“O chamamento já foi feito, e no dia 1º se apresentarão no Laboratório Municipal. No dia primeiro mesmo os médicos já estarão prescrevendo os exames e encaminhando para o laboratório municipal”, disse Joel.

O laboratório já funciona e a secretaria anunciou que será feita uma aquisição maior de insumos para atender a demanda. “Com a locação dos servidores para o laboratório faremos um investimento adicional em reagentes. A estrutura física é adequada para a ampliação dos atendimentos, não há necessidade de investimento de estrutura física, apenas recursos humanos e atendimento”, adianta o secretário.

Chamamento público

O chamamento público continua aberto para cadastrar mais empresas. Os interessados em participar devem apresentar a documentação referente à Habilitação e Qualificação Técnica exigidos, em envelopes fechados dirigidos à Comissão Especial de Chamamento Público, das 08h às 14h, na Diretoria de Compras e Suprimentos, situada na Praça Getúlio Vargas, nº 280, Centro.

“Buscaremos novos prestadores que estejam dispostos a atender o chamado. Em qualquer tempo o prestador pode se habilitar para o credenciamento, mas a estratégia do setor hoje é levantar esforços”, disse o secretário.

Com assessoria de Imprensa da Prefeitura

 

 

Investigadores de Santa Terezinha de Itaipu recuperam veículo roubado em Curitiba

WhatsApp Image 2017-02-24 at 15.36.48

Investigadores da Delegacia da Polícia Civil de Santa Terezinha de Itaipu realizavam diligências na manhã desta sexta-feira (24) referente a veículos roubados em outras cidades que acabam vindo para esta região com a finalidade de ser usados em roubos, tráfico, contrabando dentre outros, quando localizaram um veículo I/VW Tiguan, oriundo de roubo.

A equipe que hora investigava, localizou em um Lava Car na região central da cidade um veículo que já vinha sendo monitorado pela equipe policial. No local foi averiguada no Sistema Policial a procedência do veículo quando identificado tratar-se de veículo roubado em 13 de janeiro deste ano na cidade de Curitiba.

Questionado o proprietário do Lava Car quem teria deixado tal veículo ali, este informou que se tratava de uma pessoa conhecida como “Xiru”.  Outras duas pessoas que ali se encontravam também não souberam informar tal questionamento.

Diante dos fatos, as pessoas que se encontravam no Lava Car foram conduzidas a Delegacia da Policia Civil, ouvidas pelo escrivão de plantão, sendo posteriormente liberadas. Quanto ao veículo, este se encontra no pátio da delegacia onde após os tramites legais será remetido ao seu verdadeiro proprietário.

VEÍCULO RECUPERADO

Às 9h do dia 23, um veículo VW/Gol de cor branca, foi encontrado na cidade de Medianeira. O automóvel havia sido furtado e estava com o painel danificado e o rádio foi arrancado e deixado em cima do banco do passageiro.

MOTOCICLETA RECUPERADA

Às 20h do dia 23, uma equipe avistou uma motocicleta de cor preta de placa paraguaia com 02 indivíduos entrando na Rua Airton Moreira, quando foi tentado realizar a abordagem, o condutor fugiu em direção a um condomínio, onde o piloto jogou a motocicleta e continuou a fuga a pé. O passageiro ficou ao lado da moto com o capacete na cabeça. O piloto não foi mais localizado pela equipe. A moto havia sido roubada em data de 17/02/2017.

SUSPEITO DE ROUBO DETIDO

Às 23h do dia 23, dois indivíduos suspeitos de realizarem um assalto, foram abordados no Jardim Petrópolis.  Nada de ilícito foi encontrado. Após eles serem liberados, o adolescente subiu em uma motocicleta e foram abordados novamente, tendo em vista que ele não é habilitado.  Na checagem da motocicleta foi constatado que o número do motor não era original. Nesse instante a vítima do roubo chegou não local e informou que estava com uma amiga saindo de um colégio na data de 20/02/2017, quando foi vítima de roubo. As vítimas reconheceram um deles. Todos foram encaminhados a delegacia.

APREENSÃO DE MACONHA E CUMPRIMENTO DE MANDADO DE PRISÃO

Às 19h do dia 23, a equipe da Rocam viu um indivíduo esconder um objeto quadrado dentro da bermuda no Jardim Jupira. Os policiais realizaram a abordagem e constataram que se tratava de um tablete de substância análoga a maconha. O rapaz tinha ainda um mandado de prisão em seu desfavor. A droga apreendida totalizou 280g.

VEÍCULO RECUPERADO

Por volta das 21h15min aproximadamente, foi repassado pela central de operações que tinha ocorrido um roubo na cidade Itaipulândia, onde três indivíduos encapuzados acabaram levando da vítima, um veículo I/VC Amarok. A equipe avistou o automóvel em um posto de combustíveis. Os policiais abordaram o condutor, o qual relatou que teria pego o veículo na cidade de Itaipulândia e o levaria até a cidade de Foz do Iguaçu e receberia a quantia de R$ 1.000,00.

Policias Civis e Militares de Medianeira prendem dupla com artefatos explosivos utilizados para arrombamento a caixas eletrônicos

WhatsApp Image 2017-02-23 at 12.16.09

Na madrugada desta quinta-feira (23) investigadores da Polícia Civil de Medianeira e Polícia Militar realizaram a prisão de Robison Dias Nunes, 26 anos de idade e Adriano Saraiva da Silva, 21 anos de idade na Linha Bom Jesus.

A Polícia Civil que realizava investigações referentes a arrombamentos de caixas eletrônicos da região, recebeu uma informação de que possíveis autores do crime estariam escondidos nas proximidades do Barracão da Receita Federal.

De pronto os policias se deslocaram ao referido local, onde foram recebidos a tiros, a equipe chegou a revidar os disparos, no entanto, ninguém foi atingido. No momento em que se aproximaram do local os autores teriam empreendido fuga, entretanto, as equipes realizaram diligências na área rural logrando êxito em localizar Robison e Adriano.

Foi encontrado ainda, um veículo com alerta de roubo em 16 de janeiro deste ano na cidade de São Leopoldo/RS, veículo este utilizado pelos autores do crime. Além de dois artefatos explosivos, quatro munições calibre 9MM, 24 munições calibre 12.

Em continuidade as investigações foi encontrado na residência de Robison Dias Nunes, em Foz do Iguaçu, com a ajuda do cão farejador da Guarda Municipal, 840 gramas de cocaína, armas e munições.

Diante dos fatos, os autores foram encaminhados a Delegacia da Polícia Civil onde foi lavrado o flagrante delito. Os autores permanecem na carceragem da Polícia Civil à disposição da justiça. As investigações prosseguem com a finalidade de localizar outros possíveis envolvidos no crime.

Uma olhada ao SISFRON, o Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras do Brasil

É uma obra de grande porte e complexidade, para ser implementada pelo Exército Brasileiro ao longo de 10 anos, abrangendo quase 17 mil km de fronteiras terrestres com 11 países.

O SISFRON recebeu antenas satelitais integradas ao Sistema de Comunicações Militares Integradas por Satélite para emprego na região de fronteiras. (Foto: Roberto Caiafa)

O Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras (SISFRON) não é apenas uma necessidade militar, mas uma política de Estado delineada na Estratégia Nacional de Defesa (END) implementada em 2008, e claramente de natureza multidisciplinar e interagências governamentais.

Como resultado das entregas tecnológicas promovidas pelo SISFRON, o COBRA 1.0 inclui fuzil, câmera de combate, capacete com visão noturna, sistema Molles de acessórios táticos e exoesqueleto de proteção de membros e extremidades. (Foto: Roberto Caiafa)

O fato de sua construção e gerenciamento serem de responsabilidade do Exército Brasileiro (EB), como principal operador, é fácil de ser explicado. O EB é a instituição nacional com maior capilaridade em toda a extensão do território nacional, em especial ao longo dos 16.886 km da zona de fronteira onde operam 87 organizações militares . Seu embasamento jurídico está atrelado à Constituição Federal brasileira, que estabelece como ação subsidiária das Forças Armadas atuar, por meio de ações preventivas e repressivas, na faixa de fronteira, contra delitos transfronteiriços e ambientais, e no Decreto 6.703, que instituiu a END.

Leia mais