Paulo McD e Chico Brasileiro são representados na Justiça Eleitoral por “santinhos” irregulares. Amém!

Dia desses escrevemos que a juíza da 147a zona eleitoral mandou realizar busca e apreensão em desfavor do candidato Phelipe Mansur (REDE) mandando apreender material de campanha (santinhos) em desacordo com a legislação eleitoral.

Agora chegou a vez do Paulo McD (PDT) e do Chico Brasileiro (PSD) que incorreram nas mesma esparrela. Doutora juíza deve despachar a qualquer momento…

Lembrando que essas ocorrências podem redundar em multas e o escabau.

PITACO: Devagar com o andor, que o santo é de barro…

 

Secretária de Saúde de Foz pede demissão

Da Rádio Cultura

secr

A pedido, secretária municipal de saúde Alice Maria Macedo Silva, deixa a secretaria e volta as suas atividades normais.

Alice que é Farmacêutica, Bioquímica e servidora de carreira com 24 anos de serviços prestados na prefeitura de Foz do Iguaçu, assumiu a secretaria no dia 27 de junho de 2016.

Durante esses dois meses, deu início a um trabalho de moralização, saneamento das contas, além da reorganização do setor.

Alice também se empenhou para a reativação do Laboratório Municipal de Análises Clínicas.
Amanhã, quarta-feira (31) o novo secretário municipal da saúde deve ser anunciado pelo executivo.

PITACO: Com o promotor Mafra atuando na saúde do município, a pasta virou uma espécie de “porco espinho”… Neguinho quer distância.

E O BO DOS EQUIMENTOS DE OFTALMOLOGIA?

Todo mundo pianinho, pianinho sobre a ocorrência do sumiço do PAM da avenida Paraná dos equipamentos de oftalmologia doados pela Receita Federal ao Município. Parece até que os equipamentos foram encontrados, afinal, nenhuma “otoridade” veio a público para se manifestar. E os bagulhos continuam desaparecidos. Será que o Bispo sabe onde se encontram?

E O BO DO TEATRO BARRACÃO?

O caso do contrato do teatro Barracão, expirado desde 2013, em nome da culturete Arinha, também continua em brancas nuvens…
Detalhe: a prefeitura continua pagando todo o mês a água e eletricidade do imóvel.

PRESIDENTE DO COMUS ARRUMOU PRA CABEÇA

Sadi Buzanelo, presidente do COMUS, arrumou sarna pra coçar…
Foi representado por ter acusado dois (2) médicos da city de estarem envolvido com emissão de atestado médico falso. Veja a capivara abaixo:

14089224_10207033168443772_2339372644542734485_n


E O BO DOS CARTÓRIOS?

Segundo o CNJ todos os cartórios do Brasil devem passar por concurso público para escolha a dos seus dirigentes.  Em Foz do Iguaçu, a terra aonde o rabo abana o cachorro, como ficou o babado? Todo mundo pianinho, pianinho…

NEGADO HC AO RAIMUNDINHO NO PROCESSO DA PECÚLIO

Advogado Raimundo Araújo Neto, o “Raimundinho”, ex-procurador geral do município, impetrou pedido de habeas corpus no TRF 4 no sentido de trancar a ação contra ele no processo da Pecúlio.
O desembrgador relator denegou o pedido. Agora vai para o mérito com os votos dos outros dois desembargadores.

VEREADOR PELA BOLA SETE

Vereador Zé Carlos (PMN) desistiu de concorrer a reeleição. Língua explica:
Doutor juiz Rodrigo Jacomini, então juiz eleitoral em 2015, decretou a inegilibilidade do nobre edil. Motivo: Zé Carlos que pegou 3 anos de reclusão por peculato. Naquele rolo com o Jair Santos (que ameaçou a Arialba Freire e este editor), e o “Xiru”. Comenta-se que o recurso desta conedenação deu zebra no TJ-PR, mas isso é assunto para outra hora…

JUSTIÇA ELEITORAL DETERMINA QUE PHELIPE MANSUR REGULARIZE INSERCÕES DE RÁDIOS

Material de campanha não menciona nome do vice-prefeito da coligação, Roberto Apelbaum (PMDB), e também não apresenta a denominação da chapa nem dos partidos que a compõem

O juiz eleitoral Geraldo Dutra de Andrade, de Foz do Iguaçu, determinou nesta segunda-feira (29) que o candidato a prefeito Phelipe Mansur (Rede), da coligação “O Novo Que a Gente Quer”, regularize material de campanha veiculado em emissoras de rádio local em desconformidade com a legislação eleitoral.

A representação foi proposta pela coligação “Mudança Segura”, do candidato a prefeito Chico Brasileiro (PSD), apontando que as inserções de rádio deixam de mencionar o nome do vice-prefeito da coligação de Mansur, Roberto Apelbaum (PMDB), e também não apresentam a denominação da chapa nem dos partidos que a compõem.

Conforme destaca o juiz na decisão, resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determina que a propaganda eleitoral, de qualquer forma ou modalidade, deve mencionar as legendas partidárias envolvidas na coligação, bem como, nas campanhas majoritárias, fazer menção ao nome do vice-prefeito.

Mais informações: Decisão Liminar em 29/08/2016 – RP Nº 3518 DR. GERALDO DUTRA DE ANDRADE NETO no link abaixo. É só clicar, tá ligado?

autos_foz

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *