Tragédia da Chapecoense: todos os 71 corpos já foram resgatados

No avião estavam 77 pessoas. Seis delas sobreviveram ao desastre e foram internadas

O Globo 

Equipe de resgate trabalha nos destroços do avião que levava a Chapecoense – RAUL ARBOLEDA / AFP 

BUENOS AIRES – A equipe de resgate concluiu os trabalhos de remoção dos corpos das vítimas no local da tragédia do voo da Chapecoense. Todos os 71 corpos foram retirados. Na aeronave havia 77 pessoas, entre jogadores, dirigentes, membros da comissão técnica do time, convidados, jornalistas e tripulação. Seis sobreviveram e estão internadas. Inicialmente a lista do voo tinha 81 nomes, mas quatro passageiros não embarcaram.

Segundo informou ao GLOBO o general Jorge Nieto, diretor geral da Polícia Nacional da Colômbia, que está desde a madrugada no lugar onde ocorreu o acidente, só um corpo ainda não tinha sido trasladado à cidade de Medellín, por volta das 18h (horário de Brasília).

Lá, com base em informações de impressões digitais fornecidas pela Interpol, serão identificados e entregues aos familiares.

Segundo Nieto, os primeiros 58 cadáveres encontrados “estavam numa posição mais fácil, os restantes estão debaixo de algum pedaço da aeronave”.

— Já pedimos as informações necessárias à Interpol para poder fazer as identificações. Deve ser realizado um trâmite no setor de Medicina Legal, mas calculo que a partir de amanhã já começaremos a entregar os corpos a seus familiares — disse o Diretor da Polícia Nacional da Colômbia.

Nieto assegurou que os corpos já encontrados “estão num estado que permite seu fácil reconhecimento”.

— Este é um acidente lamentável, poucas vezes vivemos uma situação assim em nosso país. As causas ainda estão sendo analisadas, até o momento o que temos são apenas hipóteses — apontou o general.

CAIXAS-PRETAS

As caixas-pretas do avião foram encontradas em perfeitas confdições, de acordo com a Aeronáutica Civil da Colômbia. O órgão tem usados as redes sociais para atualizar as informações sobre a tragédia. As caixas-pretas devem ajudar a entender as causas que levaram ao acidente com o avião que levava a equipe da Chapecoense, membros da comissão técnica e jornalistas.

A CRONOLOGIA DA TRAGÉDIA:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *