Charles Bortolo celebrou delação premiada na Pecúlio

download

Charles Bortolo, ex-secretário de Saúde, e um dos presos mais longevos da operação Pecúlio, deixou a cadeia na semana passada graças a delação premiada que realizou no âmbito do processo.  Este registro está nos autos, entretanto, o teor da delação ainda não foi disponibilizada. Assim, Bortolo tornou-se um homem livre, nem tornozeleira precisará mais usar. Quanto aos que ele denunciou, aguardemos, com muita expectativa.

PECÚLIO NESTA QUINTA

Nesta quinta (1/12) voltam os interrogatórios de três réus da Pecúlio. Um deles é o Luis Carlos, o “Cal” que permanece preso. O outro preso é o Walter Schroeder Junior. O pai saiu, ele não.

TELES EM NOVO ENROSCO

A polícia civil da fronteira abriu inquérito para apurar o sumiço dos equipamentos oftalmológicos doados pela Receita Federal ao Município. Procura daqui, procura dali, e Bingo! encontram dois destes equipamentos amontoados na sede da UMANFI – União dos moradores de Foz do Iguaçu – presidida pelo Ademilton Teles, o “Teles”,  que foi ver o sol nascer quadrado em Curitiba. Entretanto, contudo, todavia, falta achar muito mais aparelhos doados, não foram só dois. Uma sugestão: Indagar do Charles Bortolo se ele sabe dizer aonde foi parar as traquitanas, afinal, era o secretário de Saúde  quando os fatos ocorreram, e que foram denunciados por este despretensioso blog. Segundo se sabe o custo destes equipamentos é da ordem de um milhão de reais.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *