Categorias
outros

Temer, Aécio, Renan e mais 49 estão em delação homologada

Lista de nomes inclui apenas os citados por Cláudio Mello Filho, ex-vice-presidente de Relações Institucionais da empreiteira

A delação do ex-vice-presidente de Relações Institucionais da Odebrecht Cláudio Mello Filho, homologada nesta segunda-feira (30) pela ministra Cármen Lúcia do STF (Supremo Tribunal Federal), inclui 52 políticos.

 Entre os implicados, estão o presidente Michel Temer, o presidente do PSDB, Aécio Neves (MG), e o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Entre os nomes da oposição, estão os dos ex-ministros petistas Antonio Palocci (SP) e Jacques Wagner (BA), de acordo com informações do G1.

Entre os nomes próximos à cúpula do Planalto, estão os ex-ministros de Temer Romero Jucá (PMDB-RR) e Geddel Vieira Lima (PMDB-BA). O atual ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha (PMDB-RS) também é apontado na delação de Mello Filho.

A fuga de Eike

Eike Batista “sabia da ordem de prisão quando foi para os Estados Unidos”, disse Ancelmo Gois, de O Globo.

Ele fugiu para poder negociar um acordo preliminar com os investigadores.

E, provavelmente, para movimentar seu dinheiro no exterior.

 

Compartilhe isto...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *