Arquivo mensais:fevereiro 2017

DH elucida tentativa de homicídio ocorrido no último domingo

WhatsApp-Image-2017-02-23-a

A Delegacia de Homicídios de Foz do Iguaçu já elucidou a tentativa de homicídio ocorrida na noite do último domingo (23), no bairro Portal da Foz.

Rodrigo Sutil de Oliveira, 32 anos de idade, foi atingido por vários disparos de arma de fogo e está internado em estado grave.

Os autores, dois homens, foram ouvidos nesta manhã pela Autoridade Policial da especializada, Dr. Carlos Eduardo Pezzette Loro. Os autores ainda entregaram o revólver, calibre 38, utilizado na prática do crime.

A motivação do crime teria sido um desentendimento ocorrido há alguns dias entre vítima e autores. Quanto os nomes dos autores não serão divulgados no momento para não comprometer as investigações.

DH CUMPRE MANDADO DE PRISÃO EM CORONEL VIVIDA 

WhatsApp Image 2017-02-23 at 15.49.06

No final da manhã desta quinta-feira (23), investigadores da Delegacia de Homicídios realizaram o cumprimento do Mandado de Prisão Preventiva expedido pela Vara Criminal de Coronel Vivida em desfavor de José Zamprogna, 49 anos de idade.

O foragido compareceu a DH para prestar alguns esclarecimentos, quando realizado buscas no Sistema Policial sobre a sua qualificação constou o mandado de prisão pela prática dos crimes de corrupção ativa e desacato. Diante dos fatos, foi dado fiel cumprimento ao mandado de prisão e posteriormente foi encaminhado a Cadeia Pública Laudemir Neves.

DOIS CABRITEIROS SÃO PRESOS COM DOIS VEÍCULOS ROUBADOS EM CURITIBA 

DSCN0887DSCN0892

No final da tarde desta quarta-feira (23), investigadores do Grupo de Diligências Especiais realizaram a prisão em flagrante de Winston Hamster Eyrosa Junior, 22 anos de idade e de Allyson da Silva Dias, 22 anos de idade em uma pousada próxima a região da Rodoviária Internacional de Foz do Iguaçu pela prática do crime de receptação.

Os investigadores que vinham realizando investigação referente à prática de roubo de veículos logrou êxito em encontrar naquela localidade um veículo VW/Saveiro e um Toyota/Corolla, ambos roubados em 20 de janeiro deste ano, nas cidades de Colombro/PR e Curitiba/PR, respectivamente.

No momento da abordagem, os policiais identificaram Winston e Alysson hospedados na pousada, questionados sobre os veículos os mesmo afirmaram que sabiam da procedência do roubo dos veículos e que estariam recebendo, cada um, a quantia de R$ 500,00 (quinhentos reais) para transportá-los.

Os veículos já se encontram com placas trocadas e os autores do crime confessaram ter viajado sem qualquer tipo de documentação.

Diante dos fatos, os indivíduos foram conduzidos a 6ª Subdivisão Policial, onde foi lavrado o flagrante delito pela prática do crime de receptação onde permanecem à disposição da justiça.

Polícia Federal Apreende Celulares Avaliados em Mais de Duzentos Mil reais. Quatro Pessoas Foram Presas

celulares logo

Policiais Federais dos núcleos de Polícia Fazendária (GPFaz), Canil (UOCS) e Operações (NO), lotados em Foz do Iguaçu, apreenderam um ônibus da empresa argentina “Crucero del Norte”. Quatro homens foram presos.

Na noite de ontem, 22, por volta das 21:00 hs, durante fiscalização no Posto Fiscal de Bom Jesus, em Medianeira/PR, os federais abordaram um ônibus que fazia linha Córdoba (Argentina) ao Rio de Janeiro. Após revista minuciosa, na cabine do ônibus foram encontrados 250 aparelhos de telefone celular importados irregularmente. Os dois motoristas informaram que receberam os aparelhos em Foz do Iguaçu/PR e os entregariam em São Paulo/SP, onde receberiam R$1.600,00 pelo transporte.

Enquanto eram realizados os procedimentos de flagrante, dois homens compareceram ao local assumindo serem os donos das mercadorias apreendidas. Diante dos fatos, o ônibus foi apreendido e os quatro homens, entre 30 e 45 anos, dois brasileiros e dois argentinos, foram conduzidos à DPF/FIG/PR para lavratura de prisão em flagrante. Responderão pelo crime de contrabando e associação criminosa. A apreensão foi avaliada em mais de R$200.000,00.

GM ATINGIDO COM TIRO SAI DA UTI

O servidor passou por três intervenções cirúrgicas para evitar o risco de morte. Saiu da UTI na noite de ontem e passa bem

O estado de saúde do servidor da Guarda Municipal atingido por um tiro durante um trabalho de busca tática na favela do Braz já é considerado estável pelos médicos que cuidam do caso. O GM saiu ontem (22) da UTI do Hospital Municipal e está consciente, recebendo a visita de familiares.

Lair Dias da Silva passou pela terceira intervenção cirúrgica, após o enxerto feito na artéria da perna atingida para melhorar o fluxo sanguíneo, mas os médicos orientaram pela amputação do membro para não complicar o restante dos órgãos com infecções. A decisão foi tomada em conjunto com a família, que precisou autorizar o procedimento.

A Secretaria Municipal de Segurança Pública continuará divulgando o quadro de saúde do GM e prestando todo auxílio necessário à ele e aos familiares. Lair Dias continuará internado no Hospital Municipal nos próximos dias para ser acompanhado por enfermeiros.

VEÍCULO RECUPERADO

Equipe policial, encontrava-se em patrulhamento de transito pelo Jardim Jupira por volta de 10:28h, quando avistou um veículo Peugeot, de cor prata, transitando em sentido contrário a da equipe, e que acabara de ser roubado na região do Morumbi. De imediato a equipe tentou realizar a abordagem ao mesmo, que se evadiu em alta velocidade pela rua Vicente de Carvalho, entrando na rua Aluísio de Azevedo até a subestação da Sanepar, aonde se dirigiu até um local de mata densa, desceu do veículo e efetuou dois disparos em direção a equipe. Logo a equipe reagiu a injusta agressão, quando então o indivíduo de camiseta azul largou a arma de fogo, posteriormente identificada como um revolver calibre .38, e se evadiu mata a dentro. Tendo em vista o local sendo de mata densa, a equipe aguardou apoio de outras viaturas para então realizar uma varredura no local, porém ninguém foi encontrado. Em seguida a equipe realizou uma revista veicular, aonde foram encontradas diversas mercadorias possivelmente oriundas do Paraguai. Diante da situação, veiculo, mercadorias e revolver foram encaminhados a delegacia local para os procedimentos cabíveis.

ACHADO DE OBJETO

A equipe policial, foi solicitada via copom, por volta de 20:50h, para se deslocar até a rua Xavier da Silva no bairro Maracanã, onde uma pessoa teria localizado uma tornozeleira eletrônica. No local a solicitante entregou à equipe uma tornozeleira com a alça rompida. A referida tornozeleira foi apreendida e encaminhada à 6ª SDP.

TRÁFICO DE DROGAS

Acionados pela central de operações, por volta de 00:10h,  a deslocar até a praça de pedágio na BR 277, em São Miguel do Iguaçu, onde haveria acontecido uma tentativa roubo, onde um veículo gm/ágile de cor vermelha teria tentado abordar um veículo que havia passado pelo pedágio mas o mesmo conseguiu fugir, diante dos fatos a equipe policial estava realizando patrulhamento no local quando avistou próximo de uma igreja nas margens das BR 277 um veículo parado com a luzes apagadas, quando a equipe policial se aproximou e identificou o mesmo, sendo um gm/Spin e diante da fundada suspeita, tentou realizar a abordagem do carro, o veículo saiu em alta velocidade fazendo o contorno da BR 277 e transitando na contra mão de direção, a equipe policial iniciou acompanhamento tático até próximo o km 701 da via, onde o motorista do veículo reduziu a velocidade e se jogou do mesmo, vindo a colidir com um arvore nas margens da BR, não foi possível abordar o motorista, na inspeção veicular foi constatado que no interior do carro havia grande quantidade de produto similar maconha, realizado na delegacia de polícia a contagem da pesagem do entorpecente, aproximadamente 1232 tabletes pesando o equivalente a 985 quilos, também foi contatado que as placas que o veículo ostentava eram falsa, sendo realizado verificação pelo chassi do mesmo e constatado que teria sido roubado na cidade de Canoas-RS. Diante dos fatos veículo e entorpecente foram apresentados a autoridade policial para procedimentos cabíveis.

Osmar Serraglio (PMDB-PR) aceita convite para assumir Ministério da Justiça

  • O deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR), que assumirá o Ministério da Justiça

    O deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR), que assumirá o Ministério da Justiça

O deputado federal Osmar Serraglio (PMDB-PR) aceitou o convite feito pelo presidente Michel Temer (PMDB) para assumir o Ministério da Justiça no lugar de Alexandre de Moraes, que assumirá uma cadeira no STF (Supremo Tribunal Federal), segundo apurou a reportagem do UOL.

O nome do novo ministro da Justiça deverá ser oficializado por Temer nas próximas horas.

Com a confirmação, Temer atende a pressões do PMDB para ter um nome do partido na pasta, após a sigla perder espaço para o PSDB na composição do governo.

Leia mais 

PITACO: Para quem não sabe, Osmar Serraglio foi Procurador Geral do governo Harry Daijó de 1997 a 2000. Palmas para o Daijó!

 

 

TRABALHADORES QUE FAZEM COLETA DE LIXO ENTRAM EM GREVE EM FOZ DO IGUAÇU

Os funcionários que trabalham na empresa responsável pela coleta de lixo em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, entraram em greve nesta quinta-feira (23). Pela manhã, nenhum caminhão saiu do pátio da companhia. A categoria reivindica, entre outros, aumento de salário e do vale-alimentação.

Os coletores recebem por mês cerca de R$ 1,2 mil de salário, mas vale-alimentação de R$ 430. Os funcionários querem ainda que as horas-extras  sejam pagas em dinheiro e não compensadas por dias de folga, como vem sendo feito.

Ainda pela manhã, representantes da empresa e do sindicato que representa a categoria conversaram com os funcionários. Eles chegaram a oferecer uma contra-proposta, mas os coletores não aceitaram.

Em nota, a Vital Engenharia Ambiental informou que foi surpreendida com a paralização dos colaborares já que o acordo coletivo está em negociação. “A empresa está buscando junto ao sindicato uma solução para o problema”, garantiu.

Elogios o Língua gosta…

João Myller

Parabéns caro Lucas pelo novo espaço de análise inteligente. Sucesso, o rádio estava carente de opiniões deste quilate.

Ali Ahmad Hussein

Agora sim você está numa rádio do seu perfil! CBN e Globo não tinham nada a ver com o nível dos seus comentários. Parabéns.

PITACO: agradecido aos meus dois ouvintes. VIVA A FM 97! VIVA O LÍNGUA!

Meneghel é condenado a 34 anos e seis meses

Após cerca de 30 horas de júri popular, Alessandro Meneghel foi condenado a 34 anos e seis meses de reclusão pela morte do Policial Federal Alexandre Drummond Barbosa, em 2012. A decisão do júri foi definida na madrugada desta quinta-feira (23), em Curitiba e proferida pelo juiz Thiago Flôres Carvalho depois das 3 horas.

O julgamento foi longo. No primeiro dia foram cerca de 14 horas ouvindo testemunhas, presencialmente ou por videoconferência. Como um cabo de guerra, defesa e acusação buscaram traçar um perfil da vítima e do réu.

Houve momentos de emoção por parte da família da vítima e de tensão entre juiz, ministério público e advogado. O juiz teve que ser firme para manter a ordem diante de ânimos exaltados.

Ao longa da exposição foram muitas questões técnicas. A imagem do crime foi reprisada e analisada à exaustão, com informações de peritos, inclusive contratados para tentar comprovar qual foi a dinâmica do ocorrido.

No segundo dia a oitiva de Meneghel, que começou por volta das 10h30, só foi concluída no final da tarde. Descontados os intervalos. Meneghel foi ouvido e questionado por cerca de seis horas. Neste período ele se emocionou e ficou irritado muitas vezes, mas não deixou de prestar os esclarecimentos.

Neste segundo dia de julgamento, réu, defesa, acusação, jurados e juiz permaneceram mais de 17 horas debatendo o futuro do ruralista.

Argumentos da acusação

A promotoria apresentou Meneghel como um homem impulsivo e com grande histórico no setor policial.
Acusações da ex-esposa e a filha foram resgatadas. Para a acusação Meneghel saiu aquele dia para caçar, buscou armas e até um cão e voltou com a intenção de matar o policial.

A violência do crime foi detalhada: ossos quebrados, muito sangue, muitos disparos. Tudo para convencer os jurados de que o policial foi vítima de um crime cruel.

Histórico

O crime ocorrido em frente a mais tradicional casa noturna de Cascavel ocorreu em abril de 2012. Meneghel é de uma família tradicional de ruralistas, chegou a ser candidato a deputado e sempre se envolveu em polêmica, especialmente ligadas aos assuntos agrários. O policial federal morto tinha 36 anos e o caso gerou grande comoção na categoria.

Meneghel foi preso na mesma madrugada e ficou por mais de três anos na cadeia. Durante este tempo foi protagonista da sangrenta rebelião na PEC, posto como uma espécie de porta-voz nas negociações. Ele foi liberado para prisão domiciliar em julho de 2015, com uso de tornozeleira.

O próprio júri foi muito polêmico. O local foi transferido para Curitiba para evitar uma possível pressão por parte da família do réu sobre testemunhas. Defendido pelo famoso e polêmico Cláudio Dalledone Junior, foram várias estratégias para adiar o júri. Um julgamento ocorrido em março do ano passado foi totalmente anulado quando se aproximava do final e Dalledone deixou o júri. Foram várias idas e vindas, acusações de coação, datas para o júri remarcadas. Até que Meneghel, aos 50 anos, foi julgado e condenado.

Sentença

Depois da decisão do juiz os promotores choraram. Compuseram o corpo de jurados cinco mulheres e dois homens. O ruralista teve prisão domiciliar revogada e teve a prisão preventiva decretada. Considerando a idade que Meneghel tem hoje e o tempo já cumprido, ele terá cerca de 80 anos quando terminar de cumprir a pena.