Categorias
outros

Avanço de sinal

Neste domingo ás 14h51m o veículo vernelho da rádio Globo/Foz (adesivado!) avançou o sinal vermelho da Santos Dumont com Jorge Sanways no centro. Na cara dura!

Filho de Cabral, deputado Marco Antônio é expulso de camarote no RJ

Ele queria entrar no local sem pulseira e ainda colocar dois amigos, mas foi impedido por seguranças

De acordo com a coluna Radar On-line, por volta das 5h, quando a campeã Portela se preparava para desfilar na avenida, o deputado tentou entrar sem pulseira no local e ainda colocar mais dois amigos.

Ele bradou que entraria “de qualquer maneira” e foi impedido por seguranças. “Não bota a mão em mim. Sabe quem sou eu?”, teria dito Marco Antônio.

Foi então que ele ouviu, de uma das recepcionistas: “Sei. E você não tem condição moral de achar que manda em alguma coisa aqui”.

O deputado acabou retirado do local. Seu pai, Sérgio Cabral, está preso em Bangu 8, acusado de chefiar esquema de desvio e lavagem de dinheiro.

JUSTIÇA SUSPENDE PENSÃO PAGA A EX-GOVERNADORES BAIANOS 

Lei estadual estabelece benefício a ex-gestores desde 2014.
Segundo juiz, norma é violação à Constituição Federal de 1988.

Do G1 BA
Governadoria do Estado da Bahia (Foto: Arquivo Pessoal)
Sede do Governo da Bahia, em Salvador

A Justiça baiana decidiu, em medida liminar, suspender a concessão da pensão especial vitalícia aos ex-governadores do estado, determinada por meio de uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC), no ano de 2014. A emenda prevê que os ex-governadores recebam pensão de cerca de R$ 20 mil mensais. A suspensão foi publicada no Diário de Justiça desta quarta-feira (15).

A decisão, do juiz da 7ª vara da Fazenda Pública, Glauco Dainese de Campos, pede o afastamento da aplicação da PEC, por violação direta à Constituição Federal de 1988, no prazo de 15 dias, sob pena de cometimento de crime de desobediência, e multa pessoal diária ao servidor responsável pela exclusão da folha de pagamento.

PITACO: E NO PARANÁ?

Leia mais 

O TRANSFORMISTA

A pergunta que se faz: como o ex ministro da Previdência por duas vezes (uma no governo militar e outra após a redemocratização) – Reinhold Stephanes (de Arena a PSD, passando por DEM e PMDB), que dirigiu a previdência pública e privada durante anos não viu a sua falência anunciada por falta de dinheiro? Foi presidente do falecido INPS e depois INAMPS e até escreveu (?) textos sobre o tema. Como é que ele vê a decadência da previdência no país, que dirigiu como executivo e depois parlamentar, e nada fez para mudar o rumo gerencial e evitar a falta de caixa? Hoje o vemos na mesa dos trabalhos da Comissão da Reforma da Previdência, ao lado do presidente e relator eleitos, como se fosse a primeira vez que ouvisse a conversa. E consultando os doadores de suas campanha encontramos grupos privados de saúde e previdência como Bradesco Vida e Previdência, Crusam Cruzeiro do Sul Serviços Assistência Médica, Braga e Vera Saúde, Sim Serviço Ibirapuera de Medicina, Aviccena Assistência Médica, Oncologistas Associados, Golden Cross, Green Cred, Amesp Saúde, – http://migre.me/w1Gqh e seu neto exercia a direção do grupo Cad’Oro de hospitais no Rio de Janeiro. Vai saber.

FONTE 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *