Depois de 13 anos, bora abrir a caixa preta

Do Zé Beto

Do correspondente em Brasília

O deputado João Arruda (PMDB), sobrinho do senador Roberto Requião e do ex-conselheiro de Itaipu Maurício Requião, pretende formar uma comissão parlamentar, entre deputados brasileiros e paraguaios, para abrir o que chama de “caixa preta” da Itaipu Binacional. A intenção de Arruda é de fazer uma fiscalização conjunta sobre a empresa binacional, especialmente sobre os custos de salários e verbas para comunicação. O  interessante é que ele resolveu isso só agora, quando o amigo Jorge Samek (PT) deixou o cargo de diretor-geral brasileiro depois de 13 anos. Será retaliação ou ameaça?

Veja o vídeo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *