Azedinha convoca novamente o véio Chico

Azedinha não aguentou! Convocou de novo para escrever o véio Chico Alencar, o dinossauro do jornalismo nativo. Chico se recusa a entrar na modernidade usa até hoje uma velha máquina de escrever. Tem horror a computador (detalhe: Chico botou a azedinha na justiça do trabalho e perdeu). Gordoidão adora problemas…

Agora para completar o time Língua sugere a convocação do PUM. Ele deita e rola nas redes sociais com o bordão “poizé”. É tudo que consegue produzir.

Ainda sobre a azedinha…

Tiro o chapéu para a sinceridade do Paulo McD (pelo mesmo neste caso) que escreveu coluna por umas duas semana na azedinha até jogar a toalha, ao sair cunhou a frase lapidar:

“Não vou mais escrever em jornal que ninguém lê!

Palmas para o Méc que não se furtou de dizer a mais cristalina verdade. (Língua vem falando isso há 3 décadas).

SOBRE O 12ª FESTIVAL DE TURISMO

Acontece a 12ª edição do festival de turismo do Paulo Angeli.

A velha mídia está confusa. Em cada reportagem sobre o evento ouço coisas do tipo:

“é o maior festival do Brasil do gênero!” “é o maior festival da América do Sul do gênero!” “Cerca de 8 mil pessoas estão presentes”. “Cerca de 12 pessoas pessoas estão presentes”. “Cerca de 15 mil pessoa estão presentes”. Ninguém chega a um acordo.

Detalhes de quem banca o evento:

Só o ministério do Turismo repassou a estes eventos mais de 800 mil reais. A Itaipu repassou 30 mil dólares. Só num dos eventos de 2016 a prefeitura de Foz do Iguaçu repassou 200 mil reais. Estamos levantando quando repassou nas outras 11 edições. E também saber se o Estado do Paraná repassou e quanto.

Detalhe: Não somos, absolutamente, contra o evento. Somos contra o fato de o organizador não prestar contas de como e onde gasta essa dinheirama arrecadada dos cofres públicos. Entendemos, que, no final de cada evento, o organizador deveria publicar o balaço do festival dizendo quanto recebeu e como gastou. E isso nunca foi feito. Como o evento é bancado com recursos públicos nada demais em primar pela transparência, não é? Estamos na luta para conseguir que se faça a prestação de contas do festival de turismo. Tá dureza! Mas não desistimos.

Lembrando que o festival de humor do Bonato também foi incensado como sendo o maior do planeta e deu no que deu. Acabou com a carreira política do Paulo McD e azedou a vida do Ziraldo & Cia que não pode mais nem ouvir falar no nome do Bonato. Sem falar em mais gente importante de Foz do Iguaçu que segue condenada a devolver muita grana pelas condenações federais em cima do evento.

A CONDENAÇÃO DE DOIS POLICIAIS CIVIS 

Na edição de ontem contamos que a Justiça condenou os policiais civis Kaká e Paduan a 7 anos de reclusão em regime semi-aberto. Deixamos de acrescentar que o Juiz decretou também a perda do cargo público e os impediu de voltar ao trabalho, mas podem continuar recebendo seus salários até o trânsito em julgado. Eles podem recorrer.

O JANTAR INDIGESTO

Presidente Temer jantou na casa do ministro do STF Gilmar Mendes. Levou os ministros Elizeu Padilha e Moreira Franco, ambos denunciados na Lava Jato. A Globo descobriu e caguetou. Detalhe: o jantar na foi registrado na agenda oficial da presidência. Esse ministro Gilmar Mendes não se dá ao respeito. Uma vergonha para a Suprema Corte!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *