Partido NOVO compõe núcleo com abrangência regional em Foz do Iguaçu

Diretoria do NOVO EM FOZ DO IGUAÇU

Participação nas eleições de 2018 com apresentação de candidaturas é tida como certa

A direção estadual do Partido NOVO, comandada por Ubiratan Guimarães, oficializou no sábado (29) a implantação do Núcleo Regional Foz do Iguaçu, com sub sedes nas cidades de São Miguel do Iguaçu, Medianeira, Francisco Beltrão, Pato Branco e Dois Vizinhos. 

Assumiu a liderança do partido, o equivalente a presidente, o contabilista Ederaldo Magalhães. De acordo com ele, os próximos passos do partido incluem a filiação de novas lideranças em Foz e nas cidades que compõem o núcleo. “Foz do Iguaçu teve um destaque importante na expansão, foi a que melhor se destacou na formação. Foz, Cascavel e Londrina são os principais núcleos em expansão no estado no momento”, destacou.

“O partido deverá lançar sim as suas candidaturas a deputado por Foz do Iguaçu incluindo as cidades que fazem parte do núcleo”, lembrou o dirigente partidário.

O trabalho agora efetivado começou em fevereiro deste ano. Foram identificadas diversas lideranças   e iniciado as filiações no partido. Aconteceu duas palestras com o presidente estadual Ubiratan Guimarães, com palestras e apresentações com ênfase nas metas que precisavam ser atingidos para a implantação do núcleo.

Além de Ederaldo Magalhães, compõem a executiva do NOVO, o vice professor Antão Santor, o advogado Fabiano Borghetti  como secretário administrativo, o contabilista André Lucas Guissardi na função de secretário financeiro e também o advogado Rafael Lopes na secretaria de relações institucionais.

Entre os principais diferenciais do NOVO estão o fato de ser contra o Fundo Partidária, e também do Fundo Eleitoral, para ser candidato tem que ser ficha limpa e passa pelo processo de seletivos com varias etapas, é contra o carreirismo político. É defensor o livre mercado, liberdade individual, a desestatização, e a valorização da moeda.  “ As pessoas que se identificam com essas propostas são as que aderiram e estão aderindo cada vez mais ao NOVO”, explicou Magalhães.

 

Com assessoria do NOVO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *