Arquivo mensais:julho 2017

Sobre gastos desnecessários

Nelso Rodrigues, da Rádio Cultura de Foz do Iguaçu, precisa vir mais vezes a Maringá, onde trabalhou como apresentador e cronista esportivo.
Ontem, ao entrevistar o prefeito Chico Brasileiro, recomendou a Ulisses Maia, que foi seu aluno na UEM, “que não faça bobagem no sentido de descambar para gastos desnecessários e inchaço da máquina”.

No mesmo estúdio estava o ex-prefeito Silvio Barros II, que não emendou o comentário. Como se sabe, Ulisses elegeu-se, entre outras razões, por conta dos gastos desnecessários e não discutidos com a comunidade nas gestões do PP, que por sinal tinha mais de cinco centenas de cargos comissionados, reduzidos agora pelo pedetista para 150.

Aliás, a Prefeitura de Foz do Iguaçu tem 197 CCs, apesar de ser menor que Maringá.

 

Fim do mistério: Bolsonaro escolhe partido pelo qual vai se candidatar à Presidência em 2018

Deputado Jair Bolsonaro vai se filiar ao Partido Ecológico Nacional, o PEN. Sigla deve mudar de nome para Patriotas ou Prona, resgatando a legenda que projetou o ex-deputado Enéas

Gazeta do Povo

Jair Bolsonaro e o presidente do PEN, Adilson Barroso, fazendo com as mãos o 51, número do partido. | Divulgação

Jair Bolsonaro e o presidente do PEN, Adilson Barroso, fazendo com as mãos o 51, número do partido.

Acabou o mistério. O deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) irá se filiar ao Partido Ecológico Nacional, o PEN, que é registrado com o número 51. Mas, com sua filiação, o partido vai mudar de nome e deverá se chamar Prona (Partido da Reedificação da Ordem Nacional), cujo ex-líder Enéas é admirado pelo deputado, ou Patriotas. A mudança de nome é uma formalidade e basta uma convenção do partido para a troca se efetivar. Por essa nova legenda Bolsonaro disputará a presidência da República em 2018.

O deputado autorizou seus auxiliares a confirmarem a troca, já discute o novo nome e até já posou numa foto ao lado do presidente do PEN, Adilson Barroso, fazendo com as mãos o número 51. “Nós vamos casar logo após o caso Temer”, disse Bolsonaro a amigos, se referindo à votação da denúncia contra o peemedebista na Câmara, que ocorre nesta semana.

Bolsonaro conversou na manhã deste domingo (30) com o advogado Paulo Fernando Melo, que atua na Justiça Eleitoral e será o responsável pelos protocolos burocráticos da mudança do nome da legenda. Melo confirmou à Gazeta do Povo a filiação de Bolsonaro ao PEN e também que o partido mudará de nome.

O presidente nacional do PEN, Adilson Barroso, afirmou que está “99,9%” fechado. “O noivado vai de vento em popa e só falta assinar o contrato de casamento, que acontecerá em alguns dias, com sua assinatura da ficha de filiação. Faremos uma grande festa”, disse à Gazeta.

A tendência é que o partido passe a se chamar Prona, dada a ligação de Bolsonaro com as ideias de Enéas, que morreu em maio de 2007, após contrair uma leucemia. Enéas foi três vezes candidato a presidente da República, sempre com poucos segundos de tempo de TV. Ficou conhecido por seu bordão “Meu nome é Enéas” e por suas propostas nacionalistas. Na disputa para o Planalto em 1994, Enéas obteve 4,6 milhões de votos, ficando em terceiro lugar. Em 2006, o Prona se fundiu ao Partido Liberal (PL) e ambos passaram a se chamar PR, que existe até hoje.

“Não vejo como o nome do nosso novo partido não ser Prona. É um partido que já foi aceito pela população e que já obteve quase cinco milhões de votos com o Enéas”, disse Barroso, que explicou o “ecológico” de seu atual partido. “Tem ecológico no nome, mas não é um radical da ecologia”.

Além de Patriotas o outro nome pensado foi o de “Pátria amada, Brasil”, mas foi descartado por Bolsonaro.

Barroso disse que a filiação de Bolsonaro vai permitir a coligação com partidos médios para a disputa da Presidência da República e a legenda irá atrair também muitos vereadores e deputados estaduais e federais. “Até um senador já me ligou”, disse.

Paulo Fernando Melo afirmou que a mudança do nome é simples. “É legal e não há segredo. Assim como o PFL virou DEM e, agora mais recente, o PTN virou Podemos, o PEN vai também mudar de nome”

DUNKIRK, O FILME!

Filmaço passando no cine Cataratas….(primeiro lugar em bilheteria nos EUA)

Na Operação Dínamo, mais conhecida como a Evacuação de Dunquerque, soldados aliados da Bélgica, do Império Britânico e da França são rodeados pelo exército alemão e devem ser resgatados durante uma feroz batalha no início da Segunda Guerra Mundial. A história acompanha três momentos distintos: uma hora de confronto no céu, onde o piloto Farrier (Tom Hardy) precisa destruir um avião inimigo, um dia inteiro em alto mar, onde o civil britânico Dawson (Mark Rylance) leva seu barco de passeio para ajudar a resgatar o exército de seu país, e uma semana na praia, onde o jovem soldado Tommy (Fionn Whitehead) busca escapar a qualquer preço.

Partido NOVO compõe núcleo com abrangência regional em Foz do Iguaçu

Diretoria do NOVO EM FOZ DO IGUAÇU

Participação nas eleições de 2018 com apresentação de candidaturas é tida como certa

A direção estadual do Partido NOVO, comandada por Ubiratan Guimarães, oficializou no sábado (29) a implantação do Núcleo Regional Foz do Iguaçu, com sub sedes nas cidades de São Miguel do Iguaçu, Medianeira, Francisco Beltrão, Pato Branco e Dois Vizinhos. 

Assumiu a liderança do partido, o equivalente a presidente, o contabilista Ederaldo Magalhães. De acordo com ele, os próximos passos do partido incluem a filiação de novas lideranças em Foz e nas cidades que compõem o núcleo. “Foz do Iguaçu teve um destaque importante na expansão, foi a que melhor se destacou na formação. Foz, Cascavel e Londrina são os principais núcleos em expansão no estado no momento”, destacou.

“O partido deverá lançar sim as suas candidaturas a deputado por Foz do Iguaçu incluindo as cidades que fazem parte do núcleo”, lembrou o dirigente partidário.

O trabalho agora efetivado começou em fevereiro deste ano. Foram identificadas diversas lideranças   e iniciado as filiações no partido. Aconteceu duas palestras com o presidente estadual Ubiratan Guimarães, com palestras e apresentações com ênfase nas metas que precisavam ser atingidos para a implantação do núcleo.

Além de Ederaldo Magalhães, compõem a executiva do NOVO, o vice professor Antão Santor, o advogado Fabiano Borghetti  como secretário administrativo, o contabilista André Lucas Guissardi na função de secretário financeiro e também o advogado Rafael Lopes na secretaria de relações institucionais.

Entre os principais diferenciais do NOVO estão o fato de ser contra o Fundo Partidária, e também do Fundo Eleitoral, para ser candidato tem que ser ficha limpa e passa pelo processo de seletivos com varias etapas, é contra o carreirismo político. É defensor o livre mercado, liberdade individual, a desestatização, e a valorização da moeda.  “ As pessoas que se identificam com essas propostas são as que aderiram e estão aderindo cada vez mais ao NOVO”, explicou Magalhães.

 

Com assessoria do NOVO

Decisão já

Decisão, duvida (Foto: Pixabay)

Mary Zaidan

Conhecido como o mês do desgosto, o agosto de 2017 pode surpreender e até ser o oposto. Já nesta primeira semana tem-se a chance de ver resolvido o destino do presidente Michel Temer, em sessão na Câmara dos Deputados prevista para quarta-feira. E, seja qual for o resultado – contra ou a favor da abertura de inquérito –, o país ganha. Fecha-se um capítulo, passa-se a página.

Mas, como as assombrações agostinas são incansáveis, tudo está por um fio.

Para dar início à votação que autoriza o prosseguimento das investigações contra o presidente é necessário o registro de presença de 342 dos 513 deputados, número exigido também para aprovar a denúncia.

Quórum dificílimo. Sem alcançá-lo, a votação é adiada e o perrengue prossegue.

Do contrário, o mais provável é que Temer vença. Não por ter votos suficientes, mas pela dificuldade de seus opositores em reunir dois terços da Casa contra ele.

Na tentativa de não ser apeado do cargo, Temer tem lutado com todos os recursos disponíveis, literalmente. Usa sua experiência congressual para tentar convencer deputados a comparecerem à sessão, ainda que se abstenham do incômodo de votar em favor dele. Mima, adula, antecipa a liberação de emendas parlamentares que, mesmo tornadas obrigatórias por lei, tiveram calendário surreal neste ano – 63% delas foram atendidas no primeiro semestre, a maioria em julho.

Do outro lado a desordem é total.

Entre os tucanos – que usam a fama de muristas de acordo com a conveniência — a ideia é usufruir dos ministérios que ocupam, das benesses do governo, e rechaçá-lo no plenário da Câmara. Um escárnio.

O PT, propagador da tese de “golpe” do vice de Dilma Rousseff, se encolheu em relação às denúncias de Joesley Batista, base da incriminação de Temer. Ao presidente atribuem a culpa por todos os males criados pelos governos petistas: aumento do desemprego, queda do consumo, recessão. Mas, claro, se calam quando o papo é JBS, enriquecimento ilícito, dinheiro sujo.

O fato é que nem mesmo a impopularidade recorde do presidente conseguiu fazer pegar o “Fora Temer”, que aparece em cartazes, mas não colou nas ruas, não encantou multidões. Como parcela significativa dos opositores do presidente tem contas mais pesadas do que ele no capítulo corrupção, a pregação pró-moralidade ficou prejudicada.

Ainda que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, tenha fatiado as denúncias contra Temer e ameace com uma ou duas a mais, o resultado desse primeiro cabo de guerra pode pôr fim a um ciclo. E ditar as manobras seguintes – políticas e jurídicas.

Se o time de Temer conseguir reunir quórum e, ao mesmo tempo, impedir que se forme maioria qualificada contra o presidente, derruba-se a denúncia. Dificulta-se ainda o picadinho que Janot imaginou. Se perder, Temer é afastado e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, assume. Imediatamente.

Maia, também citado pela Lava-Jato, frequenta a torcida de muitos. Curiosamente, por rezar a mesma cartilha de Temer.

Está alinhado com a rigidez fiscal do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, defende as reformas da previdência e tributária. Mais: já provou que tem estrela, atributo essencial para jornadas de sucesso na política. Tornou-se presidente da Câmara dos Deputados depois dos rolos que levaram Eduardo Cunha à renúncia e posterior cassação. E, aos 47 anos, pode ser presidente da República se Temer for descartado.

O desfecho – se Temer ou Maia – pode até não empolgar. Mas, de um jeito ou de outro, o melhor seria decidir já. Daria fôlego ao país e outros ares ao malfadado mês de agosto.

Receita Federal apreende armas e produtos contrabandeados escondidos em carga de alpiste

De acordo com a Receita, foram encontrados materiais eletrônicos, quatro pistolas, perfumes e suplementos alimentares no caminhão.

Por G1 PR

Pistolas foram encontradas dentro de uma caixa de som, no caminhão (Foto: Divulgação/Receita Federal)

Pistolas foram encontradas dentro de uma caixa de som, no caminhão (Foto: Divulgação/Receita Federal)

A Receita Federal apreendeu quatro pistolas e produtos contrabandeados escondidos embaixo de uma carga de 26 toneladas de alpiste em um caminhão, durante uma abordagem no posto de fiscalização da BR-277 em Céu Azul, na região oeste do Paraná. A apreensão aconteceu nesta sexta-feira (28).

De acordo com a Receita, as armas foram encontradas dentro de uma caixa de som escondida entre a carga. O motorista, de 51 anos, foi preso e encaminhado à Delegacia de Polícia Federal de Foz do Iguaçu.

Ele informou aos fiscais que pegou a carga em Santa Terezinha de Itaipu, também no oeste do Paraná e que levaria para o estado de São Paulo.

Entre os produtos encontrados sem nota fiscal estão óculos, perfumes, produtos eletrônicos e suplementos alimentares sem nota fiscal. A Receita Federal não divulgou a quantidade de produtos apreendidos.

Receita Federal apreende armas e produtos contrabandeados escondidos em carga de alpiste (Foto: Reprodução/RPC)

Receita Federal apreende armas e produtos contrabandeados escondidos em carga de alpiste (Foto: Reprodução/RPC)

DISPARO DE ARMA DE FOGO / POSSE ILEGAL

Às 5h do dia 27, uma equipe policial foi averiguar uma denúncia de disparo de arma de fogo na rua Jardel Filho. Quando os policias chegaram no local encontraram uma mulher chorando. Ela relatou que se desentendeu com o seu ex namorado e com amigos dele, entrando em vias de fatos. Um dos policiais avistou dois estojos deflagrados próximo do portão. Um indivíduo acabou assumindo a autoria do disparo e que teria em sua posse uma arma de fogo  cal. 9mm com a numeração raspada. Os envolvidos foram encaminhados para a delegacia.

FURTO

Às 9h40 do dia 27, adolescentes arrombaram um estabelecimento comercial situado no bairro Três Lagoas. A informação era de que três elementos, ambos de bicicleta, estariam descendo a avenida Fiorindo Broll e provavelmente seriam os autores do furto. Após a abordagem, foram localizadas junto com os três menores, algumas caixas de cervejas de duas marcas diferentes, champanhes, bolsas, sacolas e um alto falante. A vítima reconheceu os objetos do furto.

VEÍCULO RECUPERADO

Às 10h30 do dia 27, um automóvel Siena foi encontrado abandonado no conjunto Sol de Maio, o automóvel estava com placas falsas. No interior dele havia outra placa que pertencia a um automóvel gol com queixa de furto na cidade de Gravatai/RS.

APREENSÃO DE MERCADORIAS

Por volta das 12h30 a equipe da Rotam se deparou com um veículo Fiat Uno de cor vermelha transitando em alta velocidade na rodovia BR 277, próximo a Medianeira. Após a abordagem e revista veicular, foi localizado uma grande quantidade de mercadorias oriundas do Paraguai importadas clandestinamente sem comprovação fiscal. O material apreendido foi encaminhado para a delegacia da Receita Federal.