Arquivo mensais:outubro 2017

GATO EM ALTAMIRA

Polícia investiga “gato” na Câmara de Altamira

A Polícia Civil abriu inquérito vai apurar o furto de energia da Câmara de Altamira do Paraná.

Três casas vizinhas ao prédio recebiam energia do prédio público.

A ligação clandestina é conhecida como “gato”.

O caso está sendo investigado pela polícia de Campina da Lagoa.

O próximo passo será identificar quem permitiu a ligação.

Os moradores que se beneficiavam da “luz gratuita” serão ouvidos.

Do Boca Santa

Precisa não

“Serei candidata em qualquer cenário”, diz a vice Cida Borghetti. Precisa não, aproveite o cenário pronto, aquele do casamento de Maria Victória. (Rogério Distefano, via blog do Zé Beto)

Paraná tem o melhor deputado do Brasil e Maringá o pior do Paraná

Luiz Carlos Hauly
O paranaense Luiz Carlos Hauly foi considerado o melhor deputado federal do Brasil, neste ano, em levantamento feito pelo site politicos.org.br

O Paraná tem o melhor deputado federal do Brasil e Maringá o pior do Paraná. É isso que mostra o ranking de 2017 do site polítcos.org.br, que propõe uma série de critérios para justificar pontuações positivas e negativas de todos os deputados federais no Brasil.

Em primeiro lugar – tanto no Paraná, quanto no Brasil – o londrinense Luiz Carlos Hauly (PSDB) foi o deputado federal que adquiriu a melhor pontuação. Ele alcançou 219 pontos, em uma média que é feita entre os seis critérios, como “Qualidade Legislativa” e “Processos Judiciais”.

Enio Verri
Levantamento apontou que o deputado federal Enio Verri foi o pior legislador do Estado em 2017

Por outro lado, o maringaense Enio Verri (PT) foi considerado o pior deputado federal do Paraná, com -183 pontos. Com essa pontuação negativa, Verri está na 489ª colocação geral do ranking, com 513 deputados.

A assessoria de Verri disse que está em contato com os avaliadores do site, para saber quais critérios estão sendo utilizados, “pois não fica clara como é feita a avaliação das leis”.

“Estamos aguardando o site responder. O deputado votou contra a reforma do ensino médio, por exemplo, e por isso, perdeu 20 pontos. Quer dizer, todos têm que votar à favor para serem bem avaliados? Qual o critério que o site utiliza? Estamos aguardando respostas do site para respondermos de maneira consistente”, ressaltou.

Outro deputado maringaense que detém nota negativa é Edmar Arruda (PSD), com -97 pontos.  Ele aparece na 28ª colocação do Paraná – entre os 30 deputados federais do Estado -, e na 419ª colocação do Brasil.

O maringaense melhor colocado no site é Luiz Nishimori (PR). Está na 13ª posição no Paraná e 156ª no geral. O deputado é, também, o único maringaense com pontuação positiva no ranking: 51 pontos.

Adolescentes são apreendidos em flagrante enquanto destruíam biblioteca pública

Uma denúncia anônima levou a Guarda Municipal de Foz do Iguaçu até a biblioteca pública na Vila C, na tarde de terça-feira (17). Ao chegar ao local, a equipe encontrou dois adolescentes e muita destruição. Alguns livros foram queimados, outros jogados para o lado de fora. As telhas foram arrancadas e os vidros das janelas quebradas. Eles ainda jogaram os armários no chão.
Os dois adolescentes de 14 e 17 anos de idade foram apreendidos em flagrante e levados para a delegacia. Eles vão responder por depredação do bem público.De acordo com a guarda municipal, a biblioteca não estava sendo usada neste último mês. Esta não é a primeira vez que vândalos destroem esta biblioteca.

Com Rede Massa

NADA CRIATIVO

Enquanto São Paulo criou o sampa.br para definir o registro de domínio da cidade, Foz pode ser batizada de iguacu.br. É o que vemos em http://www.cidades.registro.nic.br (Nesta fase solicitamos sugestões de nomes que representem de forma clara e popular cada uma das cidades brasileiras com mais de 500 mil habitantes) Lá os apaixonados pelas cidades de Curitiba, Maringá e Foz do Iguaçu podem dar palpites para o novo endereço postal da internet. Brasília será bsb.br (que é a identificação do aeroporto da capital federal), Feira de Santana terá feira.br, Florianópolis – floripa.br, Porto Alegre – poa.br, Juiz de Fora – jdf.br e pvh.br para Porto Velho, entre outras cidades populosas. Não seremos capazes de fazer um lobby pelo IGU ou outro diminutivo legal (iguassu) para nossa terra, tendo que digitar a tal ç falsa mais .br. É a sina.

 

Espaço para o ex-prefeito Harry Daijó

Prezado Lucas,

Nunca entregamos uma obra com mobiliário do outro.

Dos 13 novos postos de saúde implantados, 8 foram financiados e fiscalizados pelo Banco Mundial, (aval do Parana Urbano, gestão Lerner/Lubomir)

1- Tucurui;

2-São João;

3- Porto Belo/Califórnia;

4- AKLP;

5- 3 Bandeiras; 6- Morumbi; 7- Jd. Adriana; 8- Profilurb II; 9- Vila Iolanda; (a antiga recebemos totalmente queimada. 

Reconstruímos e transformamos na sede da Secretaria, onde voltou a funcionar a “vaca mecânica” distribuindo pão de soja e leite, 

inclusive nos postos de saúde de manhã, além de outras que precisavam do produto) 10- CAIC Pto. Meira; 11- CAIC Morumbi; 

12- Cidade Nova e 13- Parque Presidente alem de reformas completas no PS do Jardim São Paulo e Tres Lagoas e manutenção de todos os PSs, além da implantação da maior unidade de C.C.Z (Zoonose) do Estado na época. Ainda, com destaque para Gestão Plena necessária para intervenção da Santa Casa e o seu reerguimento, não só com a reforma mas com os equipamentos ali disponibilizados, como a UTI neonatal, uma das melhores do interior do Paraná.

O Secretario de Saúde era o Sadi Buzanelo que pode conosco lutar por objetivos concretos no atendimento à população do município, dos vizinhos e dos brasiguaios. Agora, se levaram os equipamentos depois do nosso mandato, esta foi e continua sendo, uma das mazelas da administração pública, permeado pela impunidade sustentada por mentiras e enganações, justificadas sempre sobre a gestão anterior pela incapacidade de planejar e fazer.

Saliento ainda, que a população de Foz  em 2.000 era de 250.000 habitantes e o orçamento de 170 milhões; em 2017 com 256.000 habitantes tem um orçamento de mais de R$ 800 milhões. (CINCO VEZES MAIS)

Só para esclarecer,

Abraço,

Harry Daijó

PITACO: Só assim para receber notícias do Daijó. Entonces, Daijó para prefeito em 2020! Viva o Harry Daijó!

Policial civil preso pelo Gaeco aceitou pagar fiança

O policial civil Rafael Sales, preso pelo GAECO, aceitou pagar fiança de 30 mil reais e vai prá casa. O desfecho aconteceu na audiência de custódia nesta quarta no fórum da comarca. Vai responder os processos em liberdade. Um criminal e outro por improbidade administrativa. E outro procedimento no âmbito da Polícia Civil.

Ajoelhou tem que rezar.

A ENTREVISTA DO SERGIO FERNANDO MORO

Assisti a entrevista de uma hora que o Moro concedeu ao Camaroti da Globo news. O que dizer deste brilhante magistrado? Prá começo de conversa estudou em Harvard. Preparadíssimo, responsável por esse clássico do Judiciário chamado Lava Jato. Moro é antes de tudo um servidor público impregnado pelo desejo de fazer Justiça combatendo a corrupção. Arguto, ponderado, equilibrado, sabe como lidar com o rumoroso processo. Entende e sabe como digladiar com os advogados caríssimos desta gente poderosa que são mestres na arte da chicana. O Brasil nunca mais será o mesmo depois da Lava Jato.

PITACO: Nesta quarta (18) Moro esteve em Foz para participar de um evento sobre transplantes de órgãos.

Vida longa ao brilhante magistrado Sérgio Fernando Moro!

SURREALISMO!

Aécio Neves voltar hoje ao senado, nos braços de parte de seus pares (dos quais 33 respondem inquéritos no STF) que o absolveram das graves acusações da PGR de que teria pedido propina ao barão da J&F. Essa acusação contra o Aécio é de crime comum, chamado corrupção, essa praga que assola o país. Ontem, parte do senado federal, com essa decisão, se apequenou, tanto quanto o STF ao lavar as mãos neste mesmo episódio.
É por essas e outras que o Jair Bolsonaro, um oportunista de mão cheia, cresce. Lembram-se do Collor? Podemos estar prestes a presenciar um fato como aquele do pseudo “caçador de marajás”. Pobre Brasil!

CAZUZA, AGAIN

O “testículo” abaixo é da lavra do Cazuza se insurgindo contra os cargos comissionados na prefeitura de Foz do Iguaçu.

“Enquanto Isso: nada de exonerar cargos comissionados para economizar com despesas de pessoal e dê-lhe preparar secretaria para Igualdade Racial/Direitos Humanos para cabide de emprego da primeira-dama, digo, para discutir “a importância da azeitona na empadinha de camarão”… 

PITACO: Cínico! É isso que você é Cazuza. Falar em reduzir cargos comissionados? Justo você que usa deste artificio para se manter há mais de uma década? Pensa que somos imbecis? Sua companheira, a “Dona Cazuza” é a rainha dos cargos comissionados na cidade. Entra governo e sai governo e ela está sempre agarrada na tetinha sagrada. Atualmente recebe como assessora do vereador Brito. Cazuza não esqueço de você protestando na porta da Câmara contra a corrupção, enquanto isso a “Dona Cazuza” aboletada no gabinete do Mogênio, o marco zero da corrução.

Para de tentar engambelar a patuleia Cazuza!

E OS LEITORES DA AZEDINHA FICARÃO ÓRFÃOS POR UNS DIAS

Calma gente! Calma!

O Sargento Garcia, machucou a mãozinha, tá dodói!

Não vai compartilhar seus pensamentos e opiniões aos iguaçuenses.

Parece que o vereador Marcio Rosa vai até visitá-lo. Está preocupado com o estado de saúde do próximo cidadão honorário de Foz do Iguaçu. 

E o fala mansa não para de desopilar o fígado na página do bicho comedor de carniça. Faz-lhe um bem danado…

E por falar no bicho asqueroso, teve que amargar mais um direito de resposta da empresa do Iguassuseg do Cel. Galeti.

Será que vem mais um processinho por aí Sargento Garcia? Que dureza, né fala mansa?

MAIS UM TIRO NO PÉ DO MICHEL TEMER

A MP do Michel Temer que visa fragilizar o combate ao trabalho escravo no país tem tudo para não dar certo. Foi mais um tiro no pé igual a tentativa desastrada de autorizar exploração de reserva mineral no Amazonas (RENCA). Não agradou a gregos nem troianos. Aliás esse Michel Temer vai continuar sangrando até terminar o seu obsceno governo. O que este senhor vem fazendo para tentar livrar sua cabeça  das garras da Justiça, usando verbas públicas (200 milhões em emendas) para comprar apoio político é imoral. Quiça quando deixar o governo seja processado e vá pra cadeia. Se cair nas mãos do Moro essa hipótese é bem plausível.

Em tempo: A PGR e a OAB se insurgiram contra a desastrada medida.

DIRETOR VAI TER QUE SE ADEQUAR

Se esse botão arrebenta leva gente de roldão…

O diretor de marketing da Secretária de Turismo, Washington Sena, doravante, terá que se abster de ficar nos grupos de whassap batendo boca com a patuleia. A coisa poderia se agravar mais ainda se tivesse fazendo isso nos horários de labor. Soubemos que certos gaiatos fizeram prints para atestar o fato…

Micou o brinquedinho do Diretor.

LEMBRANDO QUE O PR DO FERNANDO GIACOBO E O PROS DO CAZUZA VOTARAM Á FAVOR DO AÉCIO NEVES.

ABRAÇADO AO GAMBÁ PSDB FOGE DO MAU CHEIRO…

CCJ DECIDE POR ARQUIVAMENTO DA SEGUNDA DENÚNCIA CONTRA TEMER

PLACAR FOI 39 A 26 NA CCJ PARA TEMER E RELATÓRIO VAI A PLENÁRIO

Juiz federal desmembra processo da Operação Pecúlio que estava próximo a receber sentença

Investigação apura fraudes em licitações da Prefeitura de Foz do Iguaçu.

Por RPC Foz do Iguaçu

 Segundo o MPF, licitações eram direcionadas a empresas que pagavam propina a políticos da cidade (Foto: Prefeitura de Foz do Iguaçu/Divulgação)

Segundo o MPF, licitações eram direcionadas a empresas que pagavam propina a políticos da cidade (Foto: Prefeitura de Foz do Iguaçu/Divulgação)

O juiz federal da Terceira Vara Criminal de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, decidiu desmembrar o primeiro processo derivado da Operação Pecúlio, deflagrada em abril de 2016. Nesta primeira ação penal, 77 pessoas foram denunciadas por crimes como corrupção ativa e passiva, organização criminosa e fraude a licitação.

O processo já estava em fase final e aguardava apenas a sentença. Na decisão, o juiz Pedro Aguirre Filho determinou que sejam abertas sete ações penais referentes ao caso. Além desses processos, há outros que correm na Justiça Federal. O ex-prefeito da cidade, Reni Pereira (PSB), é réu em um deles.

A Operação Pecúlio investiga fraudes em licitações ocorridas na Prefeitura de Foz do Iguaçu. Conforme o Ministério Público Federal, foram encontradas irregularidades em obras e serviços de várias áreas – em especial da saúde e de pavimentação -, em que as licitações eram dirigidas para favorecer empresas que pagavam propina a políticos da cidade.

Com o desmembramento dos processos, as defesas ganharam novo prazo de 10 dias para complementar as alegações finais que já tinham apresentado à Justiça. Após esse prazo, os processos retornam ao juiz, para que ele defina as setenças, que podem condenar ou absolver os réus.

Não há data para que a decisão final seja tomada.