Arquivo mensais:outubro 2017

Por que Itaipu dá um baile na chinesa Três Gargantas?

 Porque mesmo sendo a segunda maior hidrelétrica do mundo em capacidade, a usina binacional tem um desempenho superior
A hidrelétrica de Itaipu é como aqueles atores coadjuvantes que sempre roubam a cena. Prodígio da engenharia mundial na área de usinas, a binacional superou – na semana passada – sua meta de 2017. Com 75 milhões de MWh previstos, ela deve manter a média de entregar cerca de 20% a mais de energia para o setor elétrico do que o estimado em planejamento. Com capacidade instalada de 14 GW, Itaipu é a segunda do mundo. A chinesa Três Gargantas tem 60% a mais de capacidade, ocupando o topo do ranking mundial no segmento. Apesar disso, nossa usina tem um desempenho maior.
Mesmo com 60% da capacidade de Três Gargantas, Itaipu tem melhor desempenho

A partir de 2006, quando entrou em operação a primeira das duas últimas unidades geradoras (a última foi no ano seguinte), foram dez anos com produção acima dos 90 milhões de MWh anuais e apenas três em que o total ficou abaixo, em 2010, 2014 e 2015, mas ainda assim, bem acima dos 75 milhões de MWh. Foi nesses dois últimos anos de queda que a produção de Itaipu foi superada pela de Três Gargantas. Em outras palavras: a irmã maior brilha quando a menor está cansada.
Além de entregar uma carga sempre superior à vinculada há 19 anos, Itaipu é a única hidrelétrica do planeta a superar a produção anual de 100 milhões de megawatts-hora (MWh), com o recorde de 103.098.355 MWh, em 2016. O melhor número antes disso é de Três Gargantas, cujo recorde foi de 98,8 milhões de MWh em 2014. Ou seja, nem com 60% a mais de capacidade a unidade oriental conseguiu superar nossa instalação nativa.
Traduzindo de outra forma: Itaipu respondeu por 76% da energia elétrica consumida no Paraguai no ano passado e 16,8% de todo o consumo de eletricidade do Brasil. Se a energia de Itaipu pudesse ser armazenada e direcionada apenas ao nosso país, ela poderia nos atender – sozinha – por dois meses e 18 dias.
Fonte: www.infraroi.com.br

Tiago Cedraz é advogado de Itaipu Binacional em Brasília, contratado pelo PT

FILHO DE MINISTRO É LIGADO A AÇÃO CONTRA O TCU

O Solidariedade questiona no Supremo Tribunal Federal (STF), a competência do Tribunal de Contas da União (TCU) para fiscalizar a aplicação dos recursos de fundos de educação como Fundeb (ex-Fundef). Tudo porque o TCU proibiu 110 municípios do Maranhão de usar dinheiro do Fundeb para pagar R$1,4 bilhão de honorários advocatícios em estranha causa. Um dos advogados simpáticos à causa é Tiago Cedraz, filho do ex-presidente do TCU Aroldo Cedraz.

GRATIDÃO
Ministros acusam o advogado da ação no STF contra o TCU de ser tão próximo a Tiago Cedraz que lhe dedicou a tese de conclusão de curso.

 CALOU FUNDO

Os Ministérios Públicos (federal e estadual) alegaram no TCU que a verba do Fundeb deve ser gasta em Educação. E não com advogados.
  •  
  •  
  •  
 

PF VAI INVESTIGAR

O TCU pediu a Polícia Federal para investigar o lobby, que conseguiu até obter pareceres internos contra a atuação do tribunal no caso.

Empresário que estava desaparecido em Cascavel é encontrado morto

Corpo de Eduardo Sato, de 23 anos, estava na banheira de um motel. Ele estava desaparecido desde a sexta-feira (27), quando, segundo a família, saiu para trabalhar.

Por G1 PR

Empresário mudou para Cascavel havia dois meses (Foto: Reprodução)

Empresário mudou para Cascavel havia dois meses (Foto: Reprodução)

O Grupo de Diligências Especiais (GDE) da Polícia Civil em Cascavel, no oeste do Paraná, encontrou morto o empresário Eduardo Sato, de 23 anos, na noite de sábado (27).

O corpo, segundo a polícia, estava na banheira de um motel e não tinha sinais de agressão. A causa da morte ainda será investigada.

Ele estava desaparecido desde a manhã da sexta-feira, quando saiu de casa para trabalhar, segundo a família. O empresário se mudou para Cascavel havia cerca de dois meses.

Segundo a polícia, o último contato foi feito com a mulher, por meio de uma mensagem enviada pelo celular, pouco depois das 14h30 da sexta. A ela, ele havia dito que estava visitando um cliente e estava tudo bem.

Homem é morto a tiros na frente da família em Foz do Iguaçu

Crime foi registrado no Bairro Portal da Foz na tarde deste domingo (29); assassino fugiu em uma moto com placas do Paraguai.

Segundo familiares, o homem assassinado já tinha sofrido duas tentativas de homicídio (Foto: Reprodução/RPC)

Segundo familiares, o homem assassinado já tinha sofrido duas tentativas de homicídio (Foto: Reprodução/RPC)

Um homem de 53 anos foi morto a tiros na frente da família na tarde deste domingo (29) em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná.

Segundo vizinhos, a vítima que morava no Bairro Portal da Foz, tentou se esconder do assassino e fugiu para dentro de casa, onde acabou atingido por ao menos quatro disparos de arma de fogo.

O atirador fugiu em uma moto vermelha com placas do Paraguai.

Familiares do homem assassinado disseram que ele já havia sofrido outras duas tentativas de homicídio.

O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico-Legal (IML) de Foz do Iguaçu.

Ministério do Trabalho publica ‘lista suja’ do trabalho escravo

Dados mostram 131 nomes, relativos a fiscalizações realizadas desde 2011.

Portaria que altera regras de fiscalização do trabalho escravo está suspensa.

O Ministério do Trabalho divulgou em seu site a lista com empregadores autuados por manter trabalhadores em condições análogas à escravidão. Os dados atualizados até quinta-feira (26) mostram 131 nomes, relativos a fiscalizações realizadas desde 2011.

A divulgação se tornou uma polêmica após a portaria do ministério que alterava as regras de fiscalização de trabalho escravo e para a divulgação da lista.

O Fantástico antecipou no domingo (22) uma versão da lista que estava atualizada até o início de outubro. A portaria está suspensa por decisão da ministra do Supremo Rosa Weber.

Confira a lista completa