Categorias
outros

Grande apreensão de armas e munições na Ponte Internacional da Amizade

       

Na noite desta quinta-feira (18), em operação de rotina, no âmbito da Operação Fronteira Integrada, na Aduana da Ponte Internacional da Amizade, servidores da Receita Federal, policiais do BPFron e Força Nacional realizaram uma grande apreensão de armas e munições em fundo falso.
          Por volta das 20h30, durante abordagem de rotina, um veículo de placas paraguaias foi parado pela fiscalização. Ao descer do carro, o motorista, um paraguaio de 30 anos, demonstrou nervosismo excessivo, despertando suspeita dos servidores. Assim que foi iniciada uma revista minuciosa no interior do veículo, o condutor empreendeu fuga correndo sentido Vila Portes, infiltrando-se em meio as pessoas que ali estavam. Imediatamente policiais e servidores realizaram um acompanhamento tático ao suspeito e, após uma busca nas imediações, conseguiram identificá-lo e prendê-lo. Retomada a inspeção no veículo, foi localizado um fundo falso que se situava atrás do banco traseiro, onde foram encontradas ocultas 35 armas de uso restrito das forças policiais e 45 carregadores, sendo 16 pistolas Glock calibre .40, 19 pistolas Taurus calibre 9mm, 19 carregadores Taurus 9mm, 6 carregadores alongados Glock 9mm, 20 carregadores Glock .40 e cerca de 8 mil munições.
          O infrator, as armas e munições foram encaminhados para a Delegacia da Polícia Federal de Foz do Iguaçu para a execução dos procedimentos legais cabíveis.
  A Operação Fronteira Integrada está inserida no âmbito do Programa de Proteção Integrada de Fronteiras (PPIF), instituído pelo Decreto nº 8.903/2016, tem como diretrizes a atuação integrada e coordenada dos órgãos de segurança e de fiscalização atuantes nas fronteiras, e como foco, o fortalecimento da prevenção, do controle, da fiscalização e da repressão aos delitos transfronteiriços, como contrabando, descaminho, tráfico de drogas, armas e medicamentos, entre outros. Participam da Operação a Receita Federal, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar do Paraná – BPFRON, Força Nacional de Segurança – FNS e Foztrans – Instituto de Transportes e Trânsito de Foz do Iguaçu.

Com assessoria da RFB

PITACO: Chama-se Renato Gomes Maciel o Sargento do Exército que foi preso com armamento e pasta de cocaína avaliados em R$ 3 milhões. Mister ir-se á fundo nesta investigação, pois ao que tudo indica trata-se de perigosa quadrilha. Um homem só dificilmente operaria uma ação criminosa deste porte.

 

Compartilhe isto...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *