Boca Aberta terá de usar tornozeleira eletrônica por descumprimento de medida

 Emerson Petriv, o Boca Aberta, ganhou um lindo apetrecho na canela para desfilar no carnaval
O juiz da 5ª Vara Criminal de Londrina, Paulo César Roldão, ordenou nesta quarta-feira (31) que o ex-vereador Emerson Petriv, o Boca Aberta, use tornozeleira eletrônica por ter descumprido a medida de distanciamento de 500 metros de Mário Takahashi (PV) e Rony Alves (PTB). Segundo o despacho, a desobediência aconteceu quando o ex-parlamentar foi até o Centro de Reintegração Social (Creslon) acompanhar a instalação do monitoramento nos dois vereadores, que estão entre os investigados na Operação ZR-3, do Grupo de Atuação e Combate ao Crime Organizado (Gaeco), que apura possíveis pagamentos indevidos a agentes públicos para mudanças de zoneamento em Londrina. 

A ação foi impetrada pelos advogados Tiago Mota Romero e Marcos Prochet. Conforme o juiz, Boca Aberta “proferiu palavras ofensivas” a Alves e Takahashi, afastados por 180 dias das funções legislativas por determinação do juiz da 2ª Vara Criminal, Delcio Miranda da Rocha, responsável pela ZR-3.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *