Bolívia: O governo de Evo Morales está perto do fim?

Com popularidade em queda, Evo Morales completa 12 anos no poder e é o mais longevo presidente da América do Sul. Até quando?

Na semana passada o presidente da Bolívia, Evo Morales, completou 12 anos como hóspede principal do palácio Quemado, a sede do governo em La Paz. Ele é o presidente que está há mais tempo no poder na América do Sul de forma ininterrupta. Apesar do potente crescimento econômico – a Bolívia é atualmente o país com maior aumento do PIB na América do Sul –, Morales acumula desgastes por medidas polêmicas. Uma pesquisa do jornal boliviano El Deber indica que Morales, nas quatro principais cidades do país, sofreu uma queda profunda em sua aprovação, passando de 58% para 34% ao longo do último ano. Essa é a menor aprovação nesta dúzia de anos. A pesquisa do El Deber revela que 70% dos entrevistados rejeitam o drible jurídico no Tribunal Constitucional que ele conseguiu em novembro passado para poder ser candidato presidencial pela quarta vez em 2019, algo proibido na atual Carta Magna (uma Carta Magna que ele próprio aprovou). Será que o governo longevo de Morales está se aproximando do fim?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *