Publicidade
Categorias
outros

Placa colocada em uma árvore de Londrina

Categorias
outros

TELEBRÁS TEM CONTRATO ‘TARJA PRETA’ COM AMERICANOS

TELEBRÁS OMITE DADOS DO CONTRATO DO SATÉLITE ENTREGUE À JUSTIÇA

 

Categorias
outros

Ênio Verri na lista da Lava Jato

O empresário Léo Pinheiro colocou o deputado federal Ênio Verri, do PT de Maringá, na relação da Lava Jato, ao afirmar que Ênio recebeu R$ 150 mil da Construtora OAS e R$ 100 mil da UTC Engenharia para sua campanha para prefeito de Maringá em 2012. É preciso ressaltar que a conta da campanha de Ênio foi aprovada por unanimidade pela Justiça Eleitoral. As informações são de Angelo Rigon no Maringapost.

PRF apreende mais de 230 quilos de cocaína em fundo falso de caminhão na BR-277

O motorista e um auxiliar foram presos pela polícia no fim da tarde desta sexta-feira (27).

PRF apreende mais de 150 quilos de cocaína

PRF apreende mais de 150 quilos de cocaína

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 238,5 quilos de cocaína no fundo falso de um caminhão no fim da tarde desta sexta-feira (27), na BR-277, em Santa Terezinha de Itaipu, no oeste do Paraná.

Correção: Inicialmente, a PRF informou que foram encontrados mais de 150 quilos da droga, mas ainda estava fazendo a pesagem do total apreendido.

O motorista, de 52 anos, e um auxiliar, de 42 anos, foram presos e levados para a Polícia Federal (PF). De acordo com depoimento do motorista, o caminhão saiu de Foz do Iguaçu, também no oeste do estado, e tinha como destino Santa Adélia (SP).

A abordagem ocorreu no posto de fiscalização da PRF. Os policiais disseram que desconfiaram de alterações feitas no espaço de carga do caminhão, que transportava ácido bórico, e encontraram o fundo falso.

Conforme a PRF, havia um rastreador colado a um dos 216 tabletes com a droga.

Com G1 PR

Categorias
outros

Foi só o Beto Richa perder o foro privilégiado que começou a pipocar as bananosas


Pela segunda vez em poucos dias o STJ manda investigar Beto Richa 

Sindicância que investiga Beto Richa é enviada ao MP de Campina Grande do Sul

Desta vez o rolo tem a ver com uma área de preservação ambiental. Veja a matéria da RPC no link abaixo:

AQUI

 

Categorias
outros

Vídeo: deputado golpeia homem no rosto, no PA

O deputado muquirana do Pará que tatuou o nome do Temer no braço deu um murro em um cidadão

– Aqui, os detalhes.

Categorias
outros

Por propina, Fifa bane Del Nero para sempre do futebol

 

O presidente suspenso da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Marco Polo Del Nero, foi banido do futebol pelo comitê de ética da Fifa por ter recebido propina, anunciou a federação internacional de futebol nesta sexta-feira

Marco Polo Del Nero 22/10/2015 REUTERS/Sergio Moraes
Marco Polo Del Nero 22/10/2015 REUTERS/Sergio Moraes

Foto: Reuters

A Fifa informou que Del Nero foi investigado devido a envolvimento em “esquemas nos quais ele recebeu propina por seu papel na concessão de contratos a empresas pelos direitos de mídia e de marketing de vários campeonatos de futebol”.

Del Nero, ex-membro do comitê executivo da Fifa, está entre os 42 dirigentes de futebol e executivos de marketing esportivo indiciados nos Estados Unidos em 2015 em um escândalo de corrupção que provocou a maior crise da história da Fifa.

Del Nero nega qualquer irregularidade.

Categorias
outros

“Juizeca facista”: força-tarefa repudia insultos contra procuradores e juízes

A força-tarefa Lava Jato do Ministério Público Federal no Paraná (MPF/PR) divulgou nota, nesta quinta-feira (26),repudiando os “insultos” lançados pelo suplente de deputado federal Wadih Damous (PT/RJ) contra juízes e procuradores da República, especialmente em relação à juíza federal Carolina Moura Lebbos, que vetou a visita de políticos a Lula.

“Essa juíza que está lá é um pau mandado do Moro, ela só despacha o que o Moro quer. É uma juizeca, de quinta categoria, fascista, pau mandado e, obviamente deve estar nas nuvens”, diz o deputado.

Segundo os procuradores, as palavras do deputado “mostram destempero e completa falta de compromisso com a verdade, preferindo denegrir pessoas e instituições a estabelecer uma crítica minimamente razoável ou fundamentada, sobre os trabalhos de dezenas de agentes públicos nos processos da operação Lava Jato, o que se esperaria de um parlamentar e ex-presidente de seccional da Ordem dos Advogados. Infelizmente, o suplente de deputado esconde-se atrás da imunidade parlamentar para dar vazão aos seus despropósitos e insultos”, diz o texto.

A nota reforça ainda que “o fato de que juízes e procuradores chegaram às suas importantíssimas funções por meio de concursos abertos, competitivos e públicos, sem a necessidade de se valer de relações de compadrio ou econômicas, é motivo de orgulho e contribui para o caráter profissional e técnico de sua atuação”.

Pelas redes sociais o procurador Carlos Fernando dos Santos Lima reforçou o questionamento e afirmou que “Wadih Damous esconde-se atrás da sua imunidade parlamentar para atacar juízes e procuradores”.

Veja o vídeo que motivou a polêmica: