Arquivo mensais:Maio 2018

Palocci afunda o PT

Revelações do ex-ministro Antônio Palocci, feitas em sua delação premiada, explodem uma nova bomba no PT e aniquilam os ex-presidentes Lula e Dilma, além de Gleisi Hoffmann. Ele revela em detalhes a trilha do dinheiro da propina até os petistas

Palocci afunda o PT

Germano Oliveira e Tábata Viapiana

Na primeira vez em que ficou frente a frente com o juiz Sergio Moro, em abril de 2017, o ex-ministro e ex-todo-poderoso do PT Antônio Palocci já completava sete meses na cadeia. Foi quando resolveu dar o primeiro passo em busca de um acordo de delação premiada. Ao final de seu interrogatório como réu da Lava Jato, Palocci mandou um recado: “Eu tenho informações para mais de um ano de Lava Jato e entrego tudo: operações realizadas, nomes, endereços”. Desde então, Palocci foi condenado a 12 anos de prisão, denunciado mais três vezes pelo Ministério Público Federal e teve sucessivos pedidos de habeas corpus negados pela Justiça. Agora, Palocci já está preso há 20 meses. A perspectiva de não sair tão cedo da cadeia levou-o ao desespero: emagreceu dez quilos e mergulhou em depressão profunda. Por isso, resolveu escancarar seu explosivo baú de confidências à Polícia Federal. ISTOÉ apurou que a delação contém elementos suficientes para dinamitar o PT, partido que ele ajudou a fundar. Suas revelações, feitas em longos depoimentos à PF em abril, envolvem principalmente os ex-presidentes Lula e Dilma, a quem acusa de práticas de corrupção estratosféricas. “A delação de Palocci destrói o PT”, diz um delegado da PF que participou das oitivas do ex-ministro. O roteiro está concluído e deve servir de base, nas próximas semanas, para novas condenações dos protagonistas do esquema. Como coordenador das campanhas que elegeram Lula e Dilma, Palocci detalhou à PF como eles usaram e abusaram de recursos das empreiteiras, desviados da Petrobras, para financiar as milionárias campanhas eleitorais e também utilizar o dinheiro sujo para o enriquecimento pessoal. E tudo armado dentro do gabinete presidencial no Palácio do Planalto.

Leia mais 

LONDRINA – ESQUEMA DE IMPOSTOS 

Cerca de 50 proprietários de imóveis que tiveram dívidas anuladas irregularmente pela prefeitura nos últimos anos vão ser chamados para prestar depoimento no Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco). O grupo cumpriu na quinta-feira (24) três mandados de prisão temporária contra os servidores Claudinei dos Santos Sisner e Paula Souza, e a ex-estagiária Camila Azarias. Também foi expedido mandado de prisão para o servidor Marcos Paulo Modesto, mas a ordem não foi cumprida porque ele estava internado.

Conforme as investigações, os quatro teriam se articulado para anular dívidas e multas de devedores de IPTU, por meio de alterações fraudulentas no sistema público de informações da prefeitura. A prática teria causado um prejuízo inicial de R$ 700 mil aos cofres municipais, pelo que foi apurado até agora. Os quatro são investigados por inserção de dados falsos em sistema público, lavagem de dinheiro, falsidade ideológica e organização criminosa.

O promotor de Justiça, Leandro Antunes, esclareceu que a possibilidade de ter havido algum erro por parte dos investigados na execução do serviço foi descartada. O Gaeco avalia que a anulação de dívidas foi intencional porque a operação do sistema é complexa e exige a inserção de login e senha. O promotor não descartou adotar medidas contra os contribuintes beneficiados.

Leandro Antunes afirmou que a próxima fase da investigação vai apurar como se deu a participação dos contribuintes.

http://www.paiquere.com.br/dividas-anuladas-por-servidores-investigados-tinham-mais-de-dez-anos/

MUITO CUIDADO

 

A governadora Cida Borghetti precisa tomar muito cuidado na coordenação de sua campanha à reeleição. Da equipe que coordenou a derrota de Silvio Barros para prefeito de Maringá, tá faltando só o [Luiz Carlos] Manzato.
VAI COBRAR DOS VELHINHOS

MARINGÁ MODELO


Maringá foi a primeira cidade do Brasil a adotar o Condomínio do Idoso, na administração Silvio Barros. Agora a governadora Cida Borghetti resolveu lançar o programa pelo Governo do Estado, via Cohapar, e a primeira cidade escolhida foi Jaguariaíva. A diferença é que o de Maringá é gratuito e a Cohapar vai cobrar aluguel.

Do Angelo Rigon

 

Líder e vice-líder

Na pesquisa da Radar Inteligência, que tem sede em Francisco Beltrão, foram realizadas 1.200 entrevistas – 68 delas em Maringá.

O recordista em rejeição é o presidente estadual do PT, ex-deputado federal Dr. Rosinha (34,9%), enquanto Cida Borghetti é a segunda mais rejeitada, com 22,2%. Confira a pesquisa completa aqui.

Campanha aberta e clara

Mais uma vez a governadora Cida Borghetti transforma eventos oficiais em campanha eleitoral antecipada, e com a ajuda de quem tem problemas com a justiça.

Desta vez, em Campo Mourão, na inauguração de um totem de autoatendimento, foi a prefeita de Farol, Angela Kraus, denunciada por superfaturamento de produtos alimentícios, foi direto pedir voto: “Essa mulher tem de trabalhar mais quatro anos pelo Paraná”. (via Boca Santa)

DOIS PARANAENSES NA SELEÇÃO 
  1. 2 – Rafinha (lateral-direito, Bayern de Munique-ALE)
  2. 9- Giuliano (meia, Fenerbahçe-TUR)


OS SÓCIOS AGAIN (Leia aí Darlon Dutra).

AQUI

Vem mais uma rebordosa em cima do Legislativo nativo

Nos próximos dias deverá acontecer mais uma rebordosa em cima do Legislativo nativo. Eles não aprendem. São céticos… Pior para eles… Tem a ver com o último concurso para servidores daquela casa. O bagulho parou também no MP. Aguardem…

A DENÚNCIA NO LOMBO DO FRADÃO

E por falar na Câmara Municipal este blog quer saber qual dos 15 vereadores vai criar vergonha na cara e aprovar requerimento pedindo explicação ao Fozhabita sobre a gravíssima denúncia de compras superfaturadas. Ou vão continuar todos pianinhos, fingindo não saber?

Faz três dias que tento falar com o Adriano Rorato, diretor financeiro do Fozhabita, mas ao que tudo indica o rapaz não quer saber de papo com o Língua. Porque será?

FALTOU MUITO POUCO

para um ex-prefeito de Foz do Iguaçu fazer um curso de leãozinho… Sofreu duas condenações em processo criminal, e como o STF entendeu que condenados em segunda instancia devem começar a cumprir a pena, nosso herói foi salvo pelo gongo, ao conseguir, de afogadilho, uma liminar em HC no STJ impedindo que fosse preso. Mas como liminar pode ser derrubada…   (voltaremos ao assunto…).

VAGABUNDOS SÃO OS OUTROS

Dois assessores parlamentares da Câmara Municipal de Foz do Iguaçu adoram encher a boca e xingar as pessoas de vagabundos. O pior é que eles sim, é que são os próprios, de mão cheia. Não demora estaremos dizendo o porquê. Nos aguardem…

A Política de Achaques ao Cidadão

Vamos explicar o nosso ponto de vista: o Estado achaca os cidadãos por meio de impostos exorbitantes; os políticos achacam a Petrobras para manter o Estado que achaca os cidadãos; a Petrobras achaca os cidadãos por meio do preço dos combustíveis que ajuda o Estado a achacar os cidadãos; os donos das frotas dos caminhões achacam o Estado para diminuir o preço dos combustíveis, sem diminuir o preço repassado aos cidadãos lá na ponta final do consumo; ao diminuir a incidência de impostos no preço do combustível, o Estado irá achacar os cidadãos de outra forma — e tudo continuará como está. Com você, cidadão, sendo permanentemente achacado por todo mundo.
Site O Antagonista, hoje.

VITORASSI QUASE APANHA NO PIQUETE DE GREVE

Dilto Vitorassi não perde a forma de agir. Entrou numas de ir visitar caminhoneiros que protestavam na BR 277 no município, tipo “estou levando nossa solidariedade do sindicatório dos Rodoviários” e patati patatá… Levou uma bronca dos grevistas que lhe disseram que o movimento quer distancia de sindicatos. Dom Vitorassi saiu do local vazado… (jogaram o vídeo nas redes sociais).

 

TJ-PR manda recolher a CNH, passaporte, e inserir o nome do ex-prefeito Samis da Silva no SPC


Ex-prefeito Celso Samis da Silva parece viver seu inferno astral

Nos últimos dias só notícia ruim para o Samis. Vejamos:

Justiça mandou descontar parte do salário do Samis, como cargo comissionado da Sanepar, para abater na dívida de mais de R$ 20 que tem com a prefeitura de Foz do Iguaçu. Está pendurado na dívida ativa.

Na sequencia soube-se que a Justiça determinou ao governo do Estado que extinga 30 cargos comissionados criados na Sanepar com o pomposo nome: “assessores para assuntos estratégicos”. Samis é um desses, portanto, deverá ficar desempregado.

E agora saiu uma nova rebordosa para o nosso querido babyssauro (que fase!).

O TJ-PR deferiu pedido Município de Foz do Iguaçu mandando sequestrar o passaporte, a CNH (carteira de habilitação) e inserir o nome do Samis no cadastro de inadimplementos. O tal do SPC. Vai ficar com o nome sujo na praça. Á medida foi tomado pela PGM porque o Samis estaria camuflando bens para não pagar o que deve. Coisa feia!

PITACO: E a governadora Cida Borghetti vai saber dessas coisas do executivo que ocupa cargo de direção na Sanepar na fronteira? Alguém vai dar com a língua nos dentes? Língua acabou de fazer a sua parte, quanto a chegar na “belezura” não tem essa moral não…

No link abaixo o acordão do TJ por unanimidade.

 

 

Opinião

Fantástica a coluna da Cora Ronái hoje no O Globo!

A CAMINHO DO BREJO

Cora Ronái

A sociedade dá de ombros, vencida pela inércia
Um país não vai para o brejo de um momento para o outro — como se viesse andando na estradinha, qual vaca, cruzasse uma cancela e, de repente, saísse do barro firme e embrenhasse pela lama. Um país vai para o brejo aos poucos, construindo a sua desgraça ponto por ponto, um tanto de corrupção aqui, um tanto de demagogia ali, safadeza e impunidade de mãos dadas. Há sinais constantes de perigo, há abundantes evidências de crime por toda a parte, mas a sociedade dá de ombros, vencida pela inércia e pela audácia dos canalhas.
Aquelas alegres viagens do então governador Sérgio Cabral, por exemplo, aquele constante ir e vir de helicópteros. Aquela paixão do Lula pelos jatinhos. Aquelas comitivas imensas da Dilma, hospedando-se em hotéis de luxo. Aquele aeroporto do Aécio, tão bem localizado. Aqueles jantares do Cunha. Aqueles planos de saúde, aqueles auxílios moradia, aqueles carros oficiais. Aquelas frotas sempre renovadas, sem que se saiba direito o que acontece com as antigas. Aqueles votos secretos. Aquelas verbas para “exercício do mandato”. Aquelas obras que não acabam nunca. Aqueles estádios da Copa. Aqueles superfaturamentos.
Aquelas residências oficiais. Aquelas ajudas de custo. Aquelas aposentadorias. Aquelas vigas da perimetral. Aquelas diretorias da Petrobras.
A lista não acaba.
Um país vai para o brejo quando políticos lutam por cargos em secretarias e ministérios não porque tenham qualquer relação com a área, mas porque secretarias e ministérios têm verbas — e isso é noticiado como fato corriqueiro da vida pública.
Um país vai para o brejo quando representantes do povo deixam de ser povo assim que são eleitos, quando se criam castas intocáveis no serviço público, quando esses brâmanes acreditam que não precisam prestar contas a ninguém — e isso é aceito como normal por todo mundo.
Um país vai para o brejo quando as suas escolas e os seus hospitais públicos são igualmente ruins, e quando os seus cidadãos perdem a segurança para andar nas ruas, seja por medo de bandido, seja por medo de polícia.
Um país vai para o brejo quando não protege os seus cidadãos, não paga aos seus servidores, esfola quem tem contracheque e dá isenção fiscal a quem não precisa.
Um país vai para o brejo quando os seus poderosos têm direito a foro privilegiado.
Um país vai para o brejo quando se divide, e quando os seus habitantes passam a se odiar uns aos outros; um país vai para o brejo quando despenca nos índices de educação, mas a sua população nem repara porque está muito ocupada se ofendendo mutuamente nas redes sociais. Enquanto isso tem gente nas ruas estourando fogos pelos times de futebol!

 

MINISTRO MARCO AURÉLIO SOLTA CONDENADO POR MORTE DE DOROTHY STANG

FAZENDEIRO FOI UM DOS MANDANTES DO ASSASSINATO DA MISSIONÁRIA, EM 2005