Balanço parcial da Operação Muralha

As apreensões ultrapassaram dez milhões de reais nesta quarta semana da Operação Muralha 2018. As atividades de fiscalização realizadas no âmbito da Operação Muralha vêm atingindo o objetivo de fortalecer o Estado, por meio da integração entre a Receita Federal e as forças atuantes, no combate aos crimes de fronteira, elevando a percepção de risco e a presença fiscal nesta região da tríplice fronteira.

No período de 30 de abril a 27 de maio, que corresponde aos primeiros vinte e oito dias da Operação Muralha, as atividades na região oeste do Paraná foram realizadas principalmente na barreira de fiscalização instalada próximo à praça de pedágio situada no município de São Miguel do Iguaçu/PR e em estradas secundárias da região.Os resultados obtidos nestes 28 dias foram bastante expressivos, tendo sido apreendidos até o momento: 331.700 maços de cigarros, 1.053 quilos de maconha; uma arma e 74 munições; 9.101 unidades de medicamentos e anabolizantes e aproximadamente R$ 10,77 milhões em mercadorias; ainda 16 prisões em flagrante. Além disso, foram retidos 74 veículos, sendo 34 veículos de passeio, 39 ônibus e um caminhão.

O maior destaque fica por conta dos mais de dez milhões de reais em mercadorias apreendidas, valor que representa um crescimento de 98% com relação ao mesmo período da última Operação Muralha, realizada no final do ano de 2017. O aumento se deve à grande quantidade de eletrônicos, principalmente celulares de alto valor, que foram apreendidos nestas semanas.

Além disto, a quantidade de ônibus apreendidos aumentou 160% com relação à fase anterior da operação. Este aumento se deve a ações conjuntas entre a Receita e os demais órgãos de segurança que apreenderam grande quantidade deste tipo de veículo. Devido à dificuldade gerada pela Operação Muralha, formaram-se alguns comboios que tentaram utilizar desta artimanha para dificultar a fiscalização, porém não obtiveram êxito.

As apreensões de drogas e medicamentos também continuaram aumentando, principalmente de maconha com 1.053 kg e haxixe com 68,3 kg. Já os medicamentos tiveram um crescimento de mais 400% em relação à fase anterior, com mais de 9 mil unidades de comprimidos, ampolas e fracos apreendidos. Destaque para o uso continuo e massivo dos cães de faro que têm obtido grande êxito nestas apreensões. Caso inusitado é a apreensão de uma motocicleta que trafegava pelo acostamento na BR-277, próximo a barreira de fiscalização. Ela seguia devagar e em local escuro com o intuito de ludibriar a fiscalização, porém foi apreendida e, com seus ocupantes, foram encontrados 11,2 kg de maconha ocultos aos seus corpos.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *