Audiência da operação Renitência

Nesta sexta (29) foi retomada a audiência de instrução da chamada operação Renitência (8ª fase da Pecúlio), que apura possíveis fraudes em licitações públicas na área médica no município. São seis réus, três mulheres e três homens. Hoje foram ouvidas 10 testemunhas á maioria de defesa do réu preso José Reis, o Cazuza, que chegou algemado e escoltado por dois policiais federais. Uma das testemunhas foi a vereadora Inês da saúde, que afirmou  não saber muita coisa do Cazuza porque nessa época era prefeita e na sequencia secretária Municipal de Saúde. Peguntado pelo MPF se chegou a reunir-se com o Cazuza nesta época, respondeu que foi procurada pelo Cazuza para falarem sobre ás emendas impositivas… Vejam só, um indivíduo que se diz assessor de imprensa do ex-vereador Brito fazendo reunião com secretária de saúde para discutir assuntos da pasta. Hilário! Pergunta-se: qual a legitimidade que o Cazuza tinha para isso? Outra a depor foi a “dona Cazuza” que disse ser casada com o Cazuza. Quando a juiza lhe perguntou se sabia que na Câmara Municipal havia um diretor de comunicação, disse que sabia. Perguntaram se na sala de audiência tinha algum jornalista que frequentava a Câmara, ela apontou para mim e disse o Hélio Lucas frequentava. A pergunta foi pertinente, afinal, Cazuza se dizia jornalista do Brito, mas no legislativo tinha uma diretoria para tal função. A rigor o Cazuza era mesmo uma espécie de mentor intelectual do Brito. As CPIs criadas pelo Brito, no Transporte, Meio Ambiente, etc, era todas da verve do Cazuza. Ninguém tem dúvida disso no legislativo nativo. Além do mais, não se esqueça que o Cazuza neste mesmo tempo era funcionário da Caixa Econômica em licença médica, ora, se estava doente porque atuava como jornalista do Brito? Lugar de doente é no hospital e/ou em casa se recuperando, evidente meu Caro Watson!

A próxima audiência da Renitência foi marcada para o dia 9 de julho deste ano.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *