Arquivo mensais:julho 2018

Gessani da Silva almoçou com o Fraldão e o elogiou

Almoço com meu amigo Eduardo Teixeira, grande liderança e presidente do FozHabita.

PITACO: Justo no dia que conto para a cidade que o Fraldão foi condenado pela Justiça federal me aparece o Gessani da Silva (réu na pecúlio) elogiando o nosso herói. É PRÁCABÁ!

PITACO: “grande liderança” aonde cara pálida?

E ABAIXO TEMOS O BOBO ALEGRE DO OLIVEIRINHA, EXONERADO DA PREFEITURA A BEM DO SERVIÇO PÚBLICO, FAZENDO O QUE MAIS GOSTA: TIRAR FOTO COM POLÍTICOS… NO CASO O FRALDÃO E O SEU PAI CHAPINHA…

SOBRINHO E GENRO

Sobrinho de Roberto Requião e genro de Joel Malucelli, João Arruda que hoje tem um cargo de Deputado Federal, aparece como tábua salvadora do micro partido que virou o MDB, mas com vícios da família Requião, o mesmo que adora dizer que é adepto da Carta de Puebla, mas curte Paris e viagens com diárias e passagens pagas pelos também paranaenses e brasileiros do ribeirão Bostinha (perto do Porto Meira). Cadê Maurício e Eduardo Requião que mamaram nas tetas como Secretários e até Diretor do Porto de Paranaguá. Dá-lhe Operação Dallas

AQUI

AQUI

 

 

PRTB não vai de Cida Borghetti, vai de Geonísio Marinho

Do blog do Tupan

PRTB não vai de Cida Borghetti, vai de Geonísio Marinho
Geonísio Marinho (Foto: Reprodução)

O Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB) vai ter candidato ao Palácio Iguaçu, ele é Geonísio Marinho.

No final de semana, partidários da candidatura de Cida Borghetti (PP), anunciavam que o partido iria de Cida.

A candidatura dele deve ser homologada pelo Tribunal Regional Eleitoral do Paraná.

Para apoiar Cida, Marinho seria então um laranja para atacar Ratinho Junior (PSD) ou Osmar Dias (PDT) na corrida eleitoral.

Nas últimas eleições aconteceram algumas candidaturas duvidosas, mas até o momento não se pode afirmar que isso vai rolar com o PRTB.

PITACO: Geonísio Marinho é o Rudilinto da capital. E para que não caia no esquecimento: O homem forte do PRTB na fronteira (depois foi ao PR e depois Pros) foi o Cazuza, de triste lembrança.

INÊS DA SAÚDE JOGA A TOLHA

Vereadora Inês da Saúde (PSD) jogou a tolha. Não vai mais disputar uma cadeira na Alep. Demorô!

“Dr. Bumbum” fez sucesso ao chegar em Bangu, diz colunista

Em coro, os presos teriam gritado “Dr. Bumbum”, “Dr.Bumbum”, quando Denis Furtado foi transferido para o complexo penitenciário do Rio

Mesmo preso, o médico Denis Furtado, 45 anos, continua fazendo sucesso. Segundo o colunista Ancelmo Gois, de O Globo, ao dar entrada no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, os detentos gritaram, em coro: “Dr. Bumbum, Dr. Bumbum, Dr. Bumbum”.

Denis responde pela morte da bancária Lilian Calixto, 46 anos, que saiu de Cuiabá (MT) para fazer um procedimento estético na cobertura do médico na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, no dia 15 de julho. Preso pouco depois, “Dr. Bumbum” foi transferido na tarde do dia 22 para Bangu, assim como a mãe dele, Maria de Fátima Furtado.

Assim como Maria de Fátima, a jovem presa em 19 de julho é suspeita de ter ajudado o namorado no procedimento estético que resultou na morte da bancária. Lilian Calixto faleceu horas depois de se submeter a um implante de 300ml de silicone nos glúteos.

No dia 26 de julho, o juiz Bruno Machado Manfrenatti, da 1ª Vara Criminal da capital fluminense, negou liberdade à Renata, que é natural de Barreiras, na Bahia. Para o magistrado, a detenção é necessária para que as investigações sejam concluídas.

 

Farra de licenças médicas na estatal federal EBC tem histórias bizarras

Há histórias bizarras na farra de licenças médicas da estatal EBC

A esperteza na estatal EBC (responsável pela TV Brasil), que emprega 2.300 funcionários e registrou 2.845 licenças médicas entre janeiro e junho, tem situações que seriam engraçadas não fossem fraudulentas. A pelegada defende a farra citando casos como o de um cinegrafista que desatou a pedir licenças médicas alegando “depressão” por ter de operar uma nova grua computadorizada, das mais modernas do País. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

“Tem muita gente com problemas mentais”, afirma um pelego que faz a maior pose de esquerdista com um livro de Lênin debaixo do braço.

“Malandro demais vira bicho”, advertiu o compositor Bezerra da Silva: perícia médica investigará o “fenômeno” das licenças médicas na EBC.

A expectativa é que após a perícia, processos administrativos sejam abertos para demitir os espertos e ressarcir a empresa pública.

Serão revistas as facilidades para obtenção de licenças, inclusive a de cinco dias para “acompanhar” familiar, prorrogadas indefinidamente.

Esconde-esconde!

Criticado na Suíça, Bolsonaro revida na 

Impaciente com a imprensa que cumpre o dever de imprensar homens públicos, Jair Bolsonaro vinga-se até de quem ainda não o criticou. Nesta segunda-feira, o capitão pendurou no Twitter uma nota acusando o francês Le Monde de “baixar o nível” numa reportagem sobre seu perfil proterozoico. O diabo é que o texto fora veiculado na editoria de mundo —monde, em língua francesa) do jornal suíço Tribune de Genève.

Logo no título, a reportagem do diário suíço chama Bolsonaro de “Trump brasileiro”, pespegando nele três adjetivos: “machista, homofóbico e racista.” Na sequência, o candidato é definido como “deputado de extrema-direita nostálgico da ditadura.” Como se vê, nada que já não tenha sido fartamente mencionado em publicações nacionais.

Bolsonaro ralhou: ”O desespero, o baixo nível, a tentativa clara e suja sem se preocupar com esposa e filha. Os ataques internacionais também se intensificaram. Veja esta manchete de um dos principais jornais da França e do mundo. @lemondefr”. O que espanta no caso não é o timbre da resposta, mas a mira de Bolsonaro.

Na noite desta segunda-feira, Bolsonaro será entrevistado no programa Roda Viva. Passou a tarde treinando. Simultaneamente, seus operadores se equipavam para apagar eventuais incêndios nas redes sociais. Veiculou-se na conta do candidato no Facebook um vídeo com aparência de antídoto. Nele, o senador Magno Malta (PR-ES), apologista de Bolsonaro, oferece uma ideia do que está por vir.

Magno Malta diz que os entrevistadores “vão tentar fazer ilação, vão apertar, vão dar pressão de todo jeito.” Tomado pelo timbre, o senador pronuncia algo muito parecido com uma convocação da milícia eletrônica pró-Bolsonaro: “O que vamos fazer? Todos estaremos ligados, às 22 h, na TV Cultura. Vamos dar à TV Cultura a audiência que ela nunca teve na história dela, pra que esses esquedopatas saibam que o Brasil está com Bolsonaro…”

Com Josias de Souza.

STJ nega pedido de liminar e mantém inquérito contra Beto Richa com juiz Sérgio Moro

Inquérito apura se ex-governador do Paraná recebeu da Odebrecht, via caixa dois de campanha, R$ 2,5 milhões.

Inquérito apura se ex-governador do Paraná recebeu propina via caixa dois em projeto de duplicação da PR-323 (Foto: Reprodução/RPC)

Inquérito apura se ex-governador do Paraná recebeu propina via caixa dois em projeto de duplicação da PR-323 (Foto: Reprodução/RPC)

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou o pedido de liminar dos advogados do ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB) para que o inquérito que apura se Richa cometeu crimes no processo de licitação para duplicação da PR-323 seja retirado da vara do juiz federal Sérgio Moro.

A decisão do ministro Humberto Martins, vice-presidente do STJ, é de quinta-feira (26), e o mérito ainda deve ser analisado pelo ministro relator Og Fernandes.

A defesa pedia que a investigação ficasse no âmbito da Justiça Eleitoral.

Leia mais

Eduardo Teixeira Diretor Superintendente do Fozhabita cumpre pena arbitrada pela Justiça Federal

Presidente do Fozhabita EDUARDO LUIZ TEIXEIRA DA SILVA, o “Fraldão”, foi condenado pela Justiça federal por crime contra a administração pública

Fraldão precisava tirar  documento na ANVISA para viajar ao exterior com as filhas. Dirigiu-se ao órgão e lá arrumou um fuzuê  que acabou por ele ser indiciado pela PF e na sequencia denunciado pelo MPF. Segundo a denúncia, subtraiu documento do órgão federal.
Denúncia recebida, foi julgado pela 5ª Vara Criminal que o condenou a dois anos de reclusão.
Recorreu ao TRF 4 que indeferiu o recurso mandando que começasse a cumprir a pena (o princípio de cumprimento de  pena em segunda instância determinado pelo STF). A tarefa coube ao  juízo da VEP em prestação de serviços comunitários á razão de 790 horas a serem cumpridos na horta do 14o Batalhão da Polícia Militar. Mas não parou por aí, junto da rebordosa veio a chamada “prestação pecuniária”  no valor de R$ 28 mil parcelados em dois anos. Porque o valor tão acentuado? Explica-se: Fraldão é vaidoso, quando na instrução processual declarou que ganhava 25 mil mensais. Daí o papagaio de 28 mil pilas.  Vaidade demais ás vezes dá revertério…

Abaixo o acórdãdo do TRF 4

APELAÇÃO CRIMINAL Nº 5003358-25.2013.4.04.7002/PR

RELATOR
:
Des. Federal VICTOR LUIZ DOS SANTOS LAUS
APELANTE
:
EDUARDO LUIZ TEIXEIRA DA SILVA
ADVOGADO
:
LEILA LUCIA TEIXEIRA DA SILVA
:
Luiz Eduardo Da Silva
APELADO
:
MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL
EMENTA

PENAL E PROCESSO PENAL. APELAÇÃO CRIMINAL. ARTIGO 337 DO CÓDIGO PENAL. SUBTRAÇÃO DE DOCUMENTO PÚBLICO. TIPICIDADE. MATERIALIDADE, AUTORIA E DOLO COMPROVADOS. CONDENAÇÃO MANTIDA. EXECUÇÃO IMEDIATA. DESPROVIMENTO.

1. Embora os certificados da ANVISA subtraídos pelo réu contassem com assinatura de pessoa desconhecida no lugar onde deveria constar a firma de funcionário autorizado pelo referido órgão, tal documentação seria capaz de gerar efeitos, uma vez que, no momento do seu uso, não haveria forma de conferir sua autenticidade.

2. Comprovada a materialidade e a autoria delitiva, bem como evidenciado o dolo do agente, e sendo a conduta típica, ilícita e culpável, resta mantida a condenação pela prática do crime previsto no artigo 337 do Código Penal.

3. Nos termos da nova orientação do Supremo Tribunal Federal, resta autorizado o início da execução penal, uma vez exaurido o duplo grau de jurisdição, assim entendida a entrega de título judicial condenatório, ou confirmatório de decisão dessa natureza de primeiro grau, em relação à qual tenha decorrido, sem manifestação, o prazo para recurso com efeito suspensivo (embargos de declaração/infringentes e de nulidade, quando for cabível) ou, se apresentado, após a conclusão do respectivo julgamento.

4. Apelação desprovida.

ACÓRDÃO

Vistos e relatados estes autos em que são partes as acima indicadas, decide a Egrégia 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, por maioria, vencido em parte o Juiz Federal Nivaldo Brunoni, negar provimento à apelação criminal e comunicar o juízo de origem para que dê início à execução penal, uma vez implementadas as condições previstas neste julgamento, nos termos do relatório, votos e notas de julgamento que ficam fazendo parte integrante do presente julgado.

Porto Alegre – RS, 08 de fevereiro de 2017.

Des. Federal VICTOR LUIZ DOS SANTOS LAUS

Relator

PITACO:  Prefeito Chico Brasileiro nunca deve ter ouvido falar no artigo 37 da Constituição Federal, entretanto, pode pedir auxílio ao procurador Osli Machado, que por certo lhe ensinará que um dos preceitos ali insculpidos, fala do princípio da MORALIDADE, que deve nortear as ações dos gestores públicos, principalmente aos ordenadores de despesas como é o caso do Luis Eduardo, o Fraldão. Condenação criminal com Secretariado Municipal, decididamente não combina, prefeito Chico Brasileiro.

PITACO: Fraldão é réu em outra ação cível por improbidade administrativa. Nos próximos dias vamos pautá-la…
Ademais o TCE e o TCU incluíram o nome deste mesmo Fraldão na relação de mais de 7 mil nomes enviada ao TSE que são tidos como ficha suja. Consta que o CPF do nosso herói segue cancelada pelo Leão. É muito rolo para um pessoa só.

Abaixo um post do Fraldão em seu facebook neste domingo

Em Brasília na Convenção Nacional do PTB onde por aclamação da Executiva Nacional apoiaremos Geraldo Alckmin para Presidente do Brasil. #PTB14 @partidotrabalhistabrasileiro — em Brasília.

PITACO II: Roberto Jefferson, dono do PTB nacional, representa tudo que existe de mais repulsivo na política nacional… mas, debalde, o Fraldão é muito vaidoso…