Geddel e Lúcio Vieira Lima se calam durante audiência sobre o caso dos R$ 51 milhões

Irmãos são acusados de lavagem de dinheiro e associação criminosa

(Foto Lúcio: Lucio Bernardo Jr./Agência Câmara | Foto Geddel: Agência Brasil)

Os irmãos Geddel (MDB) e Lúcio Vieira Lima (MDB) ficaram calados durante uma audiência no Supremo Tribunal Federal (STF), nesta quarta-feira (31), sobre o caso dos R$ 51 milhões encontrados em um apartamento no bairro da Graça, em Salvador. Os dois são acusados de lavagem de dinheiro e associação criminosa.

Segundo informações do G1 e da TV Globo, Geddel se limitou a dizer que iria ficar em silêncio “por absoluta e incisiva orientação da defesa técnica”. Lúcio também afirmou que ficaria em silêncio e disse que estava seguindo orientação dos advogados.

A audiência durou cerca de 10 minutos e, ao final, Geddel saiu escoltado e foi levado pela Polícia Federal de volta ao presídio da Papuda, onde permanece preso.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *