Vereador Jahnke vai ao Executivo

Vereador Jahnke (Podemos) usou a Tribuna da Câmara para comunicar que vai compor o governo do Chico Brasileiro na condição de Secretário de Governo. Até os guaipecas de rua sabiam disso. Quem costurou essa situação foi o Marcelinho Moura que não sai do gabinete do Ney Patrício. Analisemos:
A passagem do Jahnke pelo legislativo ocorreu de forma amorfa sem nada que engrandecesse a figura parlamentar do oficial reformado da PM, pelo contrário. Vejamos:

Cansamos de noticiar as peraltices do seu assessor Landerson Travensoli que se envolveu em várias situações tais como ser denunciado por homofobia, oportunizar a prisão do Cazuza por quebra de cautelar, e mais recentemente usar a estrutura da Câmara Municipal para produzir conteúdos para o resistência. Desvios de condutas graves que deveriam ser punidos com o imediato afastamento do assessor. E o que fez o vereador Jahnke? Nada! Quedou-se inerte, preferindo criticar esse blog e o jornal Tribuna Popular que trouxeram os fatos á luz. Tivemos também o caso do Marcelinho Moura (que agora assumirá a sua cadeira) que em pleno período laboral foi a Las Vegas para jogar. Enquanto isso todos os outros assessores trabalhando! Marcelinho ficando por lá umas duas semanas. Detalhe: Não tinha férias vencidas, por isso cometeu improbidade administrativa. E o que fez o Jahnke? Nada! Ficou com cara de paisagem…

Marcelinho Moura (new guru do Chico) que torna-se-á vereador, é réu em processo por improbidade administrativa na 2ª Vara Fazendária. Marcação de votos na Câmara Municipal na época do Samis prefeito. Se for condenado pode ter os direitos politicos suspensos.

Resumo da ópera: Esse convite do prefeito Chico ao vereador Janhke dá a medida exata de como andam confusas ás ações desta atual administração municipal. Uma lástima!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *