Vereadores de Foz do Iguaçu rejeitam aumento dos próprios salários

Vereadores votam aumento de salário para prefeitura e câmara

Vereadores votam aumento de salário para prefeitura e câmara

Vereadores de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, rejeitaram nesta quinta-feira (6) a proposta de aumento dos próprios salários. O índice apresentado era de 2,06%, equivalente às perdas com a inflação em 2017.

Na mesma sessão, os parlamentares também votaram contra o projeto do Executivo que previa o reajuste dos salários do prefeito, do vice-prefeito, do procurador-geral e dos secretários municipais.

Os vereadores justificaram a decisão por conta da situação econômica do país.

Os vereadores de Foz do Iguaçu justificaram a decisão por conta da situação econômica do país — Foto: Câmara Municipal de Foz do Iguaçu / Divulgação

Os vereadores de Foz do Iguaçu justificaram a decisão por conta da situação econômica do país — Foto: Câmara Municipal de Foz do Iguaçu / Divulgação

Os projetos do Executivo e do Legislativo foram rejeitados por 13 votos. O presidente na Câmara não vota nestes casos. A vereadora Rosane Bonho também não votou. Ela está em viagem representando a Câmara Municipal.

Se os projetos fossem aprovados, o salário do prefeito passaria dos atuais R$ 21.990,85 para R$ 22.445,39, do vice de 14.742,00 para R$ 15.046,71, dos secretários e do procurador de R$ 10.003,50 para R$ 10.210,27 e dos vereadores de R$ 9.082,13 para R$ 9.269,85.

PITACO: Até que enfim uma boa notícia vinda do legislativo nativo. Uffa!

UMA TRÉGUA MOMENTÂNEA PARA VERA VERÃO

O MP entendeu de arquivar o procedimento que investigou a viagem do vereador Marcelinho Moura aos EUA. Estava tudo mais certo do que “boca de bode”.
Dessa ele se safou, mas tem outra rebordosa em seu caminho: o processo sobre marcação de votos durante o governo do Samis da Silva.  Marcelinho e professor Sergio estão condenados por improbidade administrativa em primeira instancia. Se se o TJ-PR confirmar a decisão, babau mandato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *