Entre os presos

Um dos presos da mais recente etapa da Operação Lava Jato é o empresário Wilson Quintella Filho, acionista e ex-presidente de empresas do Grupo Estre, uma das maiores da área ambiental, conhecido como o Rei do Lixo.

A Estre possui aterro em Sarandi e, através da Cavo, disputou a concorrência para a destinação do lixo de Maringá, no início da atual administração.
A investigação identificou pagamentos de pelo menos R$ 9 milhões em propina, feitos entre 2011 e 2013. Mas o montante total pode chegar a R$ 122 milhões. Segundo o Ministério Público Federal, a propina era paga pelo grupo Estre, e lavada por meio de contratos fictícios com o escritório de advocacia Mauro de Morais, que disponibilizava o dinheiro vivo, por meio de saques fracionados (leia mais).
(Imagem: Folha da Região)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *