Constantino delatou alta cúpula do MDB

Em delação premiada Henrique Constantino, da Gol, entregou de bandeja os seguintes figurões do MDB: Michel Temer, Eduardo Cunha, Henrique Alves e Geddel Viera Lima de terem cobrado propina de R$ 7 milhões para que a Gol conseguisse empréstimo de R$ 300 milhões junto à Caixa Econômica Federal. De quebra citou o atual presidente da Câmara Federal Rodrigo Maia (DEM) de ter recebido “benefícios”.  E nestes termos a transação criminosa foi realizada, sustentou Constantino. A delação ocorreu em 2018 mas só agora foi revelada pelo jornal O Globo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *