Michel Temer safou-se novamente

Com críticas ás prisões preventivas (sem condenações) os quatro ministros da sexta turma do STJ, por unanimidade,  mandou libertar Michel Temer e o Cel. Lima tudo como operador do Temer. Decretou-se medidas cautelares como recolhimento do passaporte, proibição de se relacionar com os demais réus do processo, e, extrema humilhação: manteve o bloqueio dos bens patrimoniais e proibição de exercer cargos públicos, e nem presidir partido político. E nessa Temer virou um cidadão “meia boca”. A decisão tem caráter liminar e seu mérito terá que ser julgado, mas sem data para acontecer.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *