Servidor da Prefeitura de Foz do Iguaçu é preso suspeito de manter ex-namorada em cárcere privado

Veterinário foi preso na quarta-feira (12); vítima diz que foi sequestrada e ameaçada de morte por não querer continuar com o relacionamento que mantinham havia cerca de um ano.

Veterinário da prefeitura é preso suspeito de manter ex-namorada em cárcere privado

Veterinário da prefeitura é preso suspeito de manter ex-namorada em cárcere privado

Um servidor da Prefeitura de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, foi preso na quarta-feira (12) suspeito de manter a ex-namorada em cárcere privado. O veterinário deve responder também por ameaça, sequestro e violência doméstica.

À polícia, a ex-namorada contou que conhecia o funcionário público havia cerca de um ano e que se mudou para a cidade há três meses. Depois de terminar o relacionamento, ela disse ter ido a casa do ex-namorado na manhã de quarta para conversarem.

Eles discutiram e a manteve na casa dele por cerca de duas horas. Depois, saíram de carro e a continuou mantendo presa. Ela conseguiu convencê-lo a deixá-la ir até uma loja, onde ela conseguiu telefonar para familiares, que avisaram a polícia.

O carro onde os dois estavam foi identificado e abordado por policiais à tarde. O suspeito estava com o telefone celular da ex-namorada. Os policiais apreenderam ainda uma arma de fogo.

Ela relatou ainda que enquanto foi mantida pelo ex-namorado na casa dele ela a ameaçou de morte por não aceitar o fim do relacionamento.

Nesta quinta-feira (13), o servidor permanecia preso aguardando a audiência de custódia, marcada para a tarde.

Em nota, a prefeitura de Foz do Iguaçu informou que o veterinário é servidor de carreira desde 2002 e trabalha na Secretaria de Agricultura e que “providenciará o afastamento” dele “enquanto é aberta uma sindicância para apurar os fatos”.

PITACO: O servidor em tela é o Winston Luiz Rossato.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *