Greve geral contra Previdência atinge 26 estados e o DF. Confira

O governo federal chegou a prever que o movimento seria “um fiasco”. Manifestação, porém, teve caráter nacional e mexeu no cotidiano do país

JF DIORIO/ESTADAO CONTEUDO

A greve geral convocada pelas centrais sindicais atingiram 26 estados do Brasil e o Distrito Federal (DF) nesta sexta-feira (14/06/2019). Os protestos foram contra a aprovação da reforma da Previdência e o contingenciamento de verbas na Educação. Esse é o terceiro ato de grandes proporções em um pequeno intervalo de tempo: o primeiro foi no dia 15 (contra o bloqueio orçamentário na Educação) e o outro no dia 26 do mês passado (a favor do governo Bolsonaro e suas medidas).

O governo federal chegou a prever que a greve geral seria um “fiasco”, com pouca representatividade e efeito pequeno na rotina do país. Aliados do Palácio do Planalto passaram os últimos dias articulando para que, nas redes sociais, simpatizantes do presidente Jair Bolsonaro (PSL) combatessem qualquer tentativa de enaltecer as manifestações por militantes da oposição.

Leia mais 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *