Líder do Comando Vermelho é resgatado por homens armados na fronteira

Policiais foram feridos; um não resistiu aos ferimentos e morreu

O narcotraficante Jorge Teofilo Samudio González, o Samura, 47 anos, principal líder do CV (Comando Vermelho), foi resgatado por homens armados nesta quarta-feira (11) na Costanera Norte, em Assunción, capital do Paraguai. Houve troca de tiros, conforme informado pelas agências de notícias paraguaias.

A polícia local faz um cerco na cidade para tentar recapturar Jorge Teofilo em Assunción, que virou cenário de guerra nesta quarta. O resgate aconteceu durante o trajeto para o audiências no Poder Judiciário e outros presos conseguiram fugir. Alguns já foram recapturados.

Policiais ficaram feridos (Foto: Capitán Bado)

Os bandidos estavam em três veículos e fizeram diversos disparos. Um policial nacional morreu, sendo que outros dois policiais e um agente penitenciário também foram feridos a tiros. Durante a fuga, carros foram incendiados.

Samura era um dos narcotraficantes mais procurados no Paraguai nos últimos anos. Ele chegou a ser cercado por agentes da Senad (Secretaria Nacional Antidrogas) em 2011, em uma pista clandestina na cidade de Concepcion, mas conseguiu fugir. Na ocasião, os agentes apreenderam 370 quilos de cocaína. Ele só foi preso em outubro de 2018, em Bella Vista do Norte, que também faz fronteira com MS.

Três veículos foram incendiados (Foto: Capitán Bado)

Samura é Natural de Capitán Bado e considerado o principal financiador da organização criminosa, com grande infra-estrutura, logística e inteligência para o tráfico internacional de cocaína, entre Bolívia, Brasil e Paraguai, que gera R$ 20 milhões mensais. O tráfico é realizado por meios aéreos, utilizando aeronaves que operam em propriedades rurais de Amambay, Concepción e Alto Paraguay.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *