Categorias
outros

TRIBUNAL DO JÚRI CONDENA ASSASSINO DA NAMORADA

Renato, o assassino….

Kerolin, á vítima…

Nesta terça (14) foi o dia do Renato Saul Gomes sentar-se no banco do réus para responder pelo assassinato de sua companheira Kerolin Camila da Costa (23) em julho de 2018. Pela violência o crime provocou grande comoção na sociedade. Renato foi preso na época e hoje seu destino foi decidido pelo júri que o considerou culpado da morte da jovem com três agravantes (meio cruel, sem chances de defesa á vitima, motivação torpe) que redundaram na sentença proferida pela juíza Cláudia Cestarolli de 36 anos e dois meses em regime fechado. A juíza não lhe deu o direito de apelar em liberdade, mesmo porque já estava preso. A acusação coube ao promotor de Justiça Carlos Roberto Moreno. No corpo de sete jurados três mulheres e quatro homens.
Um dos advogados de defesa foi o radialista Airton José que começa a estrear na advocacia criminal. Á defesa pode recorrer ao TJ-PR.

Compartilhe isto...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *