FASCISMO UM ALERTA by Madeleine Albright

Madeleine Albricht tem 80 anos (mas parece ter 60). Lúcida e extremamente preparada. Uma tigresa do saber. Escreveu mais um livraço, o sexto dela.

Ao conteúdo:

Relegado por décadas aos livros de História, o termo “fascista” passou a ser invocado com mais frequência nos últimos tempos como sinônimo de algo ou alguém que achamos autoritário, violento e desagregador. Sem uma definição clara de seu significado para as gerações mais novas, que acabam relacionando ao populismo, a expressão tem sido usada como muleta nesses tempos de polarização política, espécie de xingamento definitivo para encerrar qualquer discussão. “Discorda de alguém? Chame-o de ‘fascista!’ e se livre da necessidade de apoiar os seus argumentos com fatos.” É assim que a veterana diplomata e acadêmica americana Madeleine Albright, de 80 anos, explica o que a levou a escrever Fascism, a Warning (“Fascismo, um aviso”, em tradução livre), livro oportuno recém-lançado no Brasil.