Publicidade
Categorias
outros

Ônibus com ar-condicionado do transporte coletivo de Foz do Iguaçu são colocados à venda na internet

Ônibus com ar-condicionado de Foz do Iguaçu estão à venda
Ônibus com ar-condicionado de Foz do Iguaçu estão à venda

Parte dos ônibus com ar-condicionado do transporte coletivo de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, foram colocados à venda na internet, conforme o proprietário de uma das empresas que compõem o consórcio.

A medida foi adotada pelo Consórcio Sorriso, que é responsável pelo transporte da cidade, após a prefeitura suspender a isenção de Imposto Sobre Serviços (ISS) para as empresas, que era a contrapartida proposta para a instalação de ar-condicionado nos ônibus.

À época, em 2020, a Prefeitura de Foz do Iguaçu suspendeu a isenção porque o consórcio não comprou todos os ônibus prometidos em contrato.
Leia mais 

Categorias
outros

AGU entra com habeas corpus no STF para blindar Pazuello na CPI

Depoimento do militar está marcado para ocorrer na próxima semana. Ministro Ricardo Lewandowski será o relator do pedido

 (crédito: AFP / Sergio Lima)
(crédito: AFP / Sergio Lima)

A Advocacia Geral da União (AGU) ingressou com pedido de habeas corpus no Supremo Tribunal Federal (STF) para impedir que o ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, seja obrigado a falar a verdade na Comissão Parlamentar de Inquérito da covid-19. O depoimento do militar está agendado para a quarta-feira da próxima semana (19/5).

Os senadores querem saber se ele se omitiu na compra de vacinas, se obedeceu ordens do presidente Jair Bolsonaro que eventualmente possam ter prejudicado o combate à pandemia, e por ordem de quem recomendou o uso de medicamentos sem eficácia científica comprovada contra a doença.

O militar também é peça central para entender a crise de falta de oxigênio em Manaus e os motivos do Brasil ter se tornado uma das nações mais atingidas pelo coronavírus no mundo. O habeas corpus vai ser relatado pelo ministro Ricardo Lewandowski, pois um outro pedido semelhante, apresentado por um advogado que não representa o ex-ministro foi sorteado e ficou com o magistrado.

 

Categorias
outros

Representante da Pfizer confirma: governo não respondeu ofertas feitas em agosto de 2020

Comissão Parlamentar de Inquérito da Pandemia (CPIPANDEMIA) realiza oitiva do gerente-geral da Pfizer na América Latina. O objetivo é esclarecer relatos de que o Ministério da Saúde rejeitou, mais de uma vez, oferta de 70 milhões de doses para aquisição de vacinas da empresa farmacêutica. A Comissão Parlamentar de Inquérito investiga ações do governo federal no enfrentamento da pandemia e aplicação de recursos da União transferidos para estados, Distrito Federal e municípios para essa finalidade. A reunião acontece no formato semipresencial por decisão do presidente do Senado Federal. À mesa, gerente-geral da Pfizer na América Latina, Carlos Murillo em pronunciamento. Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Presidente regional da Pfizer na América Latina, Carlos Murillo afirmou em testemunho à CPI da Pandemia nesta quinta-feira (13) que os primeiros contatos da empresa com o governo brasileiro para apresentação de seu imunizante aconteceram entre maio e junho de 2020. Ele também declarou que a empresa chegou a oferecer, na segunda e na terceira propostas apresentadas ao Ministério da Saúde em agosto do ano passado, 1,5 milhão de doses para serem entregues ainda em 2020, o que não ocorreu por não ter havido resposta governamental.

Leia mais 

 

Categorias
outros

Prefeito Chico Brasileiro baixa novo decreto visando conter o avanço da pandemia no município

Foz do Iguaçu adota medidas restritivas aos finais de semana para reduzir transmissão da Covid-19

Número de casos voltou a subir no município após um mês em queda; taxa de reprodução da doença é a maior desde o início da pandemia

A Prefeitura de Foz do Iguaçu adotará novamente o toque de recolher aos finais de semana como forma de prevenção e enfrentamento à Covid-19. O Decreto nº 29.199, que estabelece as medidas, foi publicado na quarta-feira (12) à noite no Diário Oficial do Município.

O fechamento total das atividades e a restrição da circulação de pessoas acontecerá neste e no próximo final de semana (15 a 17 de maio e 22 a 24 de maio), no mesmo formato como ocorreu no mês de março, com fechamento do comércio às 17h de sábado e toque de recolher das 18h de sábado até as 5h de segunda-feira. Neste período, será proibida a circulação de pessoas, salvo por motivo de força maior devidamente justificada.

A partir de 17 de maio (segunda-feira), o toque de recolher no município passa a ser das 23h às 5h, sendo proibida a circulação de pessoas, salvo por motivo de força maior.

Justificativas

As medidas restritivas levam em consideração uma série de fatores, entre eles o aumento no número de casos de Covid, a ocupação de leitos de UTI e a alta taxa de transmissão da doença – atualmente em 1,48 – a maior desde o início da pandemia.

“A restrição da circulação de pessoas, especialmente aos finais de semana, foi a medida mais eficaz adotada pelo município. No mês de abril, após três semanas de restrições, tivemos redução de 76% na média móvel, saindo do momento mais crítico da pandemia, com 300 casos diários, para cerca de 70 casos diários”, explica o gerente da Vigilância Epidemiológica, Roberto Doldan.

A decisão atual também leva em consideração a taxa de letalidade, que está em2,33%, com 815 óbitos desde o início da pandemia; e a elevação da média móvel de casos, que no dia 28 de abril estava em 57 e nesta quarta-feira (12) estava em 114, representando um aumento de 100%.

Outra preocupação é a circulação das novas variantes P1 e P2 em Foz do Iguaçu, identificadas pela Secretaria Estadual de Saúde (SESA). “A média móvel demonstra uma tendência de crescimento exponencial do número de casos e, posteriormente, a um aumento de internamentos e óbitos. Nas últimas seis semanas epidemiológicas, o número de internamentos se manteve na média de 153 pacientes, número considerado elevado para a estrutura de assistência do município”, completa Doldan.

A taxa de ocupação de leitos de UTI no Hospital Municipal está em 99%, com 69 dos 70 ocupados. A unidade hospitalar é referência para os nove municípios da região Oeste, além de atender paraguaios e brasiguaios.

Decisão conjunta

A proposta da restrição de circulação de pessoas aos finais de semana foi debatida com prefeitos das cidades que compõem a 9ª Regional de Saúde na última terça-feira (11) e deve ser adotada pelos demais municípios para frear a transmissão da Covid-19. A decisão conjunta se faz necessária uma vez que existe o trânsito de moradores entre essas cidades, especialmente aos finais de semana.

Delivery

A entrega de alimentos prontos para consumo, bem como o fornecimento de gás por delivery ou tele-entrega poderá funcionar das 17h às 22h nos sábados (15 e 22 de maio) e das 10h às 22 horas nos domingos (16 e 23 de maio), sendo proibida a retirada no balcão pelos clientes.

Permissões

Os atrativos turísticos e os meios de hospedagem poderão abrir, somente para turistas, com a devida comprovação. Postos de combustíveis podem funcionar até as 20 horas, vedada as atividades de lojas de conveniências. A Rodoviária também poderá funcionar, exclusivamente para embarque e desembarque.

Também fica permitido o funcionamento de farmácias, urgência e emergência médica humana e animal; serviços de assistência social e atendimento a população em estado de vulnerabilidade; serviços funerários; serviço de fiscalização pelos órgãos fiscalizadores municipais, estaduais e federais; provedores de acesso às redes de comunicações, telecomunicação e internet.

O transporte privado de passageiros pode funcionar somente para atender moradores que possam justificar o deslocamento. Nos casos permitidos de circulação de pessoas é obrigatório o uso de máscara e a circulação de no máximo dois membros por família, quando necessário.

Link: https://www5.pmfi.pr.gov.br/noticia-47891

 

Categorias
outros

Foz registra 157 novos casos de coronavírus em 24 horas com dois óbitos nesta quinta (13)

A Vigilância Epidemiológica de Foz do Iguaçu confirma na data de hoje, 13/05/2021, 157 casos de covid-19. No total, são 35.125 casos da doença no município desde o início da pandemia. Destes, 33.603 pessoas já estão recuperadas.

Dos 157 novos casos, 81 são mulheres e 76 homens, com idades entre 9 meses e 83 anos. Entre eles, 156 estão em isolamento domiciliar e 1 internado.

Do total de casos ativos, 552 pessoas estão em isolamento domiciliar, com sinais e sintomas leves, e 153 estão internadas.

Óbitos

Foz do Iguaçu registrou 2 óbitos em consequência da covid-19. As vítimas são 2 homens de 69 e 75 anos. No total, são 817 mortes pela doença no município desde o início da pandemia.

Categorias
outros

Homem que estuprou e matou menina é condenado a 50 anos

Corpo de Rachel Genofre, que tinha 9 anos na época, foi encontrado em uma mala. Crime aconteceu em 2008 e foi cometido por Carlos Eduardo dos Santos (foto acima).

O corpo da menina foi encontrado por um segurança dentro de uma mala, em uma rodoviária. O crime aconteceu em novembro de 2008, em Curitiba, no Paraná.

A Justiça identificou o criminoso como autor da violência graças à tecnologia, pelo cruzamento de dados do Banco Nacional de DNA. O homem foi identificado e preso em 2018, no interior de São Paulo, dez anos após a violência contra Rachel. Carlos Eduardo estava preso por outros crimes sexuais, como estupros e abusos.

Dali em diante, a polícia paranaense concluiu o inquérito e o criminoso foi a julgamento na quarta-feira (12). Foram 10 horas de júri, marcado pela comoção. Os pais da menina foram ouvidos, além do segurança que encontrou Rachel.

Com a nova condenação, Carlos Eduardo soma 75 anos de prisão, já que cumpre pena de 25 anos em São Paulo.

 

Categorias
outros

Bolsonaro sanciona lei que determina afastamento de grávidas do trabalho presencial

Imagem ilustrativa de mulher grávida; lei que determina afastamento de gestantes do trabalho durante a pandemia entra em vigor nesta quinta-feira — Foto: Cassidy Rowell / unsplash

Imagem ilustrativa de mulher grávida; lei que determina afastamento de gestantes do trabalho durante a pandemia entra em vigor nesta quinta-feira — Foto: Cassidy Rowell / unsplash

O presidente Jair Bolsonaro sancionou projeto de lei que determina o afastamento de atividades presenciais de funcionárias grávidas durante a pandemia, sem prejuízo na remuneração. A sanção foi publicada na edição desta quinta-feira (13) do “Diário Oficial da União” DOU.

A proposta foi aprovada pelo Senado em 15 de abril, depois de aprovação pela Câmara dos Deputados em agosto do ano passado. A medida tem por objetivo reduzir risco de contaminação pela Covid de gestantes e entra em vigor imediatamente.

Segundo a proposta, a gestante afastada ficará à disposição para exercer as atividades de casa, por meio do teletrabalho, trabalho remoto ou outra forma de trabalho à distância.

Também ficou definido pela pasta que grávidas e puérperas devem receber apenas as vacinas CoronaVac e Pfizer, sem a Astrazeneca, como mostra o vídeo acima. A determinação vale até que sejam concluídas as análises de um caso raro de morte de uma gestante de 35 anos por causa de um acidente vascular cerebral hemorrágico (AVC) que pode ter ligação com o uso da vacina AstraZeneca.

DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO
LEI Nº 14.151, DE 12 DE MAIO DE 2021
Dispõe sobre o afastamento da empregada gestante das atividades de trabalho presencial durante a emergência de saúde pública de importância nacional decorrente do novo coronavírus.
O PRESIDENTE DA REPÚBLICA
Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:
Art. 1º Durante a emergência de saúde pública de importância nacional decorrente do novo coronavírus, a empregada gestante deverá permanecer afastada das atividades de trabalho presencial, sem prejuízo de sua remuneração.
Parágrafo único. A empregada afastada nos termos do caput deste artigo ficará à disposição para exercer as atividades em seu domicílio, por meio de teletrabalho, trabalho remoto ou outra forma de trabalho a distância.
Art. 2º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.
Brasília, 12 de maio de 2021; 200º da Independência e 133º da República.
JAIR MESSIAS BOLSONARO
Marcelo Antônio Cartaxo Queiroga Lopes
Damares Regina Alves
Presidente da República Federativa do Brasil

legislacao_clique_aqui_13_05_2021

Categorias
outros

REVISTA TOTAL CRESCE EM TODO O PAÍS E VEM PRA TERRINHA…

Fonte REVISTA ESTAÇÃO BRASILIA-DF

A Revista TOTAL vem recebendo apoios e elogios em todas as regiões do Brasil, principalmente em Brasília, onde as últimas edições vêm alcançando amplas repercussões.
Com enorme ousadia, o empresário e especialista em marketing Marcelo Mesquita empreendeu um projeto de expansão, atingindo a capital federal, o Rio de Janeiro e São Paulo.
A TOTAL vem sendo motivo de estudos e análises de estudiosos de Comunicação e Marketing em decorrência da expansão da circulação da Revista.
Enquanto algumas das mais tradicionais publicações, como Veja, Época e Valor Econômico, estão cheias de dificuldades, a TOTAL segue ampliando seu público leitor e admirador.
A TOTAL começou como a “Revista dos Municípios de Pernambuco” e transformou-se na REVISTA DOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS.