Categorias
outros

Leilão realizado pela Receita Federal resulta na arrecadação de mais de R$ 4 milhões

1

A Delegacia da Receita Federal do Brasil em Foz do Iguaçu/PR finalizou nesta terça-feira (13) o quarto leilão eletrônico de veículos apreendidos realizado no ano de 2016. A arrecadação resultou no valor de R$ 4.001.803,00. O certame foi realizado na modalidade mista, que admite a participação simultânea de pessoas físicas e jurídicas.

Houve registro da participação de 651 proponentes no certame, sendo que, após a classificação (foram excluídos os licitantes com algum impedimento ou que tenham pendências fiscais) e ordenação das propostas, foram habilitados 214 licitantes para participação na fase de lances (desta fase participam os detentores da maior proposta e as propostas que alcançarem pelo menos 90% desse valor).

Dos 199 lotes inicialmente oferecidos, 186 lotes foram arrematados, um foi excluído e 12 lotes não receberam lances. O total dos arremates feitos por pessoas físicas foi de 64 lotes (que somaram R$ 1.675.192,00), sendo 122 lotes arrematados por empresas (no montante total de R$ 2.326.611,00).

O maior valor pago foi de R$ 189.571,00, oferecido para um veículo Land Rover Discovery SDV6 SE, ano 2014. O menor valor pago foi de R$ 950,00, oferecido para uma motocicleta Yamaha Factor YBR 125K, ano 2010.

O valor total arrecadado contém um ágio de 54,71% em relação ao valor de avaliação inicial dos bens. O valor médio de arrematação foi de aproximadamente R$ 21,5 mil por lote arrematado.

O montante arrecadado será destinado conforme determina a lei, sendo 60% para o Fundo Especial de Desenvolvimento e Aperfeiçoamento das Atividades de Fiscalização (Fundaf) e 40% para a Seguridade Social.

  SINDIFISCO NOTA À IMPRE

Considerando que a Comissão Especial que deve analisar o PL 5864/16 que trata do acordo celebrado entre os Auditores Fiscais e o governo federal em março de 2016 se reuniu ontem em Brasília e adiou a sessão para o dia 04 de outubro;

Considerando que outras categorias celebraram acordos semelhantes e que tais acordos já foram aprovados e implementados;

Considerando que até o momento o governo não fez as gestões necessárias no Congresso Nacional para a aprovação do PL;

O Sindifisco Nacional comunica a todos que MANTERÁ O ESTADO DE MOBILIZAÇÃO POR TEMPO INDETERMINADO,  até que o acordo seja aprovado e implementado;

O Sindifisco Nacional lamenta mais uma vez os transtornos que serão gerados com a falta de compromisso do governo federal para com o acordo firmado com a categoria de Auditores Fiscais e espera uma solução para o caso o mais breve possível.

Foz do Iguaçu, 13 de setembro de 2016.

ALFONSO BURG

Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais em Foz do Iguaçu/Pr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *