Categorias
outros

Beto Richa pratica mais uma violência contra o Paraná, denuncia Nereu Moura

bffd0753-3c3c-4cce-8d07-3c7709811771

Nereu Moura tá tiririca com o Betinho…

“O Paraná tem um governo irresponsável e pratica mais uma violência contra o interesse público e contra todos os paranaenses”. A afirmação é do deputado Nereu Moura, ao comentar o “pacote de maldades” embutido na série de projetos aprovado esta semana na Assembleia Legislativa.

“Com a aprovação deste novo ‘pacotaço’, o Beto Richa vai poder vender a Copel e a Sanepar e criar novas taxas para empresas, sobre o uso de água no Estado”, denunciou Nereu Moura, líder do da bancada do PMDB.

Nereu Moura disse que irá buscar medidas judiciais para impedir a venda do patrimônio público. “Vamos recorrer ao Poder Judiciário para impedir a venda das ações e a criação das taxas. A oposição vai fazer de tudo para impedir que o patrimônio público do Paraná seja privatizado”, adiantou o parlamentar.

“Já aumentaram impostos e agora estão criando taxas, vendendo ações das estatais, isso não tem fim, é a mesma justificativa de sempre, que o Estado está quebrado. Até quando?”, questionou Nereu Moura.

A criação das novas taxas para uso dos recursos hídricos, segundo ele, está disfarçada e na prática são impostos que não podem ser criados desta maneira. “A Fiep alertou que as empresas repassarão este aumento de custo à população”, alertou o peemedebista. Nereu Moura lembra que nos “pacotaços” anteriores, Beto Richa aumentou em 40% o IPVA, mais de 100% a tarifa da água e o ICMS sobre 95 mil produtos básicos de consumo.

Nos seis anos da atual administração, o custo da energia elétrica para a indústria subiu 140%, segundo estudo da Fiep (Federação das Indústrias do Paraná). O deputado lembra ainda que a OAB, através de sua Comissão de Direito Tributário, afirmou que o pacote de Beto Richa representa um festival de inconstitucionalidades. “Não vamos recuar um milímetro na defesa do patrimônio público dos paranaenses”, concluiu Nereu Moura.

Foto legenda (nereu moura2109)
Nereu Moura: “Vamos recorrer ao Poder Judiciário para impedir a venda das ações e a criação das taxas”
Foto: Pedro de Oliveira/Alep

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *