Categorias
outros

Ministro da Saúde pleiteia que Brasil pague dívida judicial com empresa italiana

Ricardo Barros

De Guilherme Amado, no blog de Lauro Jardim, no site do jornal O Globo:

Graças a documentos enviados pela Justiça da Itália, o governo tomou conhecimento que Ricardo Barros vinha se envolvendo pessoalmente na negociação para que o Brasil faça um acordo com a empresa italiana Italplan.
A empresa processou o Brasil sob o argumento de ter desenvolvido o projeto para o trem-bala Rio-São Paulo — e não ter recebido um tostão pelo trabalho. A causa é de € 260 milhões.

Em janeiro, ainda deputado, o atual ministro da Saúde enviou à Itália uma carta com timbre da Câmara dizendo que o Brasil anunciaria em breve que estava disposto a fazer um acordo. Só agora, após a Justiça italiana enviar os documentos, o governo tomou conhecimento da carta.
Mas o ministro foi além. Desde que assumiu o cargo, o incansável Barros procurou pelo menos dois colegas de ministério para pleitear que a Italplan receba o dinheiro. A decisão agora está com a Casa Civil.

Biometria atrasa votação e provoca filas em Foz do Iguaçu

Rádio Cultura

Em diversos locais de votação de Foz do Iguaçu o sistema de biometria provocou longas filas. O eleitor que atendeu a convocação e decidiu votar nas primeiras horas precisou ter paciência.
Nas seções instaladas no Cesufoz as filas foram longas. Na Escola Augusto Werner na Vila Carimã as espera foi de uma hora, aproximadamente. Na Frederico Engel a espera atingiu duas horas em algumas secções.

Diferentes situações ocorreram no Centro Universitário UDC e no Colégio Estadual Mariano Paganoto onde não foram registrados incidentes ou atrasos. No maior colégio eleitoral de Foz do Iguaçu, o Anglo Americano, a movimentação começou cedo e sem atropelos.

PITACO: Minha biometria não funcionou quando votei aqui no centro. Pesquisei, cerca de 9% dessas urnas a biometria falhou.

Categorias
outros

‘Crime’: Thalita Zampirolli posta foto dentro da cabine eleitoral

Modelo transexual compartilhou a imagem no Instagram e recebeu críticas por posar perto da cabine eleitoral

Thalita Zampirolli compartilhou uma foto dentro da cabine eleitoral neste domingo (2). “Já fiz o meu papel como cidadã, o nosso voto é muito importante jamais podemos abrir mão dele, vote certo vote consciente”, escreveu a modelo transsexual na legenda.

Assim que publicou a imagem, a famosa recebeu inúmeras críticas nos comentários, uma vez que é proibido usar a máquina fotográfica dentro da cabine: “Isso é crime, gata!”, afirmou um internauta. “Não é permitido tirar foto nessa área, nem com celular pode entrar! Crime eleitoral!”, comentou outro.

Segundo o Ego, às 15h20, a modelo deletou a foto de seu perfil na rede social. Procurada pela reportagem, ela explicou que não sabia que não poderia tirar fotos dentro da cabine. “Não sabia que não poderia tirar a foto e eu não divulguei meu voto. As pessoas que estavam trabalhando lá viram e não me orientaram. Eu pedi para outra pessoa que ia votar tirar e ninguém disse que não poderia. Se tivesse me falado, é lógico que não faria”, esclareceu Thalita, acrescentando que deletou a imagem em função da repercussão.

De acordo com a 23.339 de 2013, do Artigo 88, na cabina de votação é vedado ao eleitor portar aparelho de telefonia celular, máquinas fotográficas, filmadoras, equipamento de radiocomunicação, ou qualquer instrumento que possa comprometer o sigilo do voto, devendo ficar retidos na mesa receptora enquanto o eleitor estiver votando.

 

Categorias
outros

Finda a eleição Foz do Iguaçu não teve prefeito eleito

  • Chico Brasileiro

    67,88% 54.488 votos

  • Phelipe Mansur
    Phelipe Mansur 18 REDE

    29,36%  23.572 votos

  • Doutor Barros
    Doutor Barros 20 PSC

    1,86%  1.492 votos

  • Tulio Bandeira
    Tulio Bandeira 90 PROS

    0,90% 721 votos

  • Paulo Mac Donald Ghisi

    0,00%0 votos (como está com a candidatura impugnada seus votos não foram computados)

    VEJA EM NÚMEROS O RESULTADO DAS URNAS

    Paulo 58.163 mil votos 42,01%

    Chico 54.488  39,36%

    Mansur 23.572 17,03%

    Barros 1.492 1,08%

    Tulio 721 0.52%

    Total de votos: 138.436 – 100%

    Urnas apuradas: 100%

    PS: Como se sabe Paulo está com o registro de sua candidatura impugnada. Recorre ao TSE. Na hipótese do TSE prover o recurso do Paulo McD ele será diplomado prefeito de Foz do Iguaçu. Se Paulo perder no TSE novas eleições acontecerão no município, em no máximo 45 dias. Em suma: Foz do Iguaçu está sem prefeito eleito. Se chegar janeiro de 2017 e o TSE não ter julgado, assume o presidente do legislativo.

    CONHEÇA OS VEREADORES ELEITOS 

    download-1

    Nanci Rafagnin Andreola PDT 5.172
    Anice PTN 4.930
    Protetor Jorge PTB 3.178
    Rudinei de Moura PEN 2.409
    Edilio Dall’agnol PSC 2.254
    Beni PSB 2.231
    Queiroga DEM 2.218
    Elizeu Liberato PR 2.013
    Rogerio Quadros PTB 2.010
    Marcio Rosa PSD 1.930
    Joao Miranda PSD 1.751
    Darci Drm PTN 1.512
    Ines da Saude PSD 1.483
    Celino Fertrin PDT 1.219
    Jeferson Brayner PRB 1.182

    Pitaco: Seis vereadores foram reeleitos, sendo que três deles (Edilio, Beni e Darci DRM) são réus na Pecúlio.

    Pitaco II: Os seis reeleitos, Anice, Edilio, Beni, Darci DRM, Queiroga e Rudinei.

Categorias
outros

Presidente do TRE confirma: candidatura de Mac Donald está impugnada e os votos na urna podem ser perdidos

Em entrevista a RPC/TV Globo nesta sexta (30) o presidente do TRE-PR (Tribunal Regional Eleitoral do Paraná), Luiz Fernando Tomasi Keppen, confirmou que as candidaturas impugnadas devem perder os votos depositados na urna. “Não podemos assegurar que aqueles que estão com a candidatura indeferida, venham ou não a ter a reforma dessa decisão no Tribunal Superior Eleitoral. É um voto que vai ser dado a alguém que está com a candidatura impugnada. Isso não significa que já esteja decidido esse assunto, mas há uma probabilidade de que estes votos sejam perdidos ao depender do Tribunal Superior Eleitoral”, finalizou o presidente do TRE