Categorias
outros

Rádio pirata recebendo altas autoridades do Município

16472904_10208300933897116_7655128150937965854_n

Uma rádio que não tem registro na ANATEL para funcionar, logo, não é legal, são as chamadas “rádios piratas”. Elas se proliferaram na fronteira. Essas rádios alugam transmissores de outros países para operar (Argentina e Paraguai). Detalhe: não recolhem tributos, funcionam á revelia do Ministério das Comunicações, tumultuam o mercado do segmento, em suma: fazem concorrência desleal com as rádios legitimamente legalizadas que operam no município, que geram empregos e pagam todos os seus tributos em dia. A rádio em tela (do cartaz acima) vai receber quem? Bingo!
Um funcionário público estadual graduado (Ademir Ferreira) a mais alta autoridade da cidade prefeita em exercício Inês “da Saúde”, e um fiscal das Leis, o promotor de Justiça Francisco Marchiorato.

PITACO: E sabem quem é o “Nossa Voz” lá no cartaz? O Cazuza, que foi denunciado pelo GAECO por tentar dar o golpe do seguro na cidade, e que indicou o Tulio Bandeira (PROS) para concorrer a prefeitura de Foz do Iguaçu. Tulio fez 700 votos, e acabou na cadeia pela Pecúlio.

PITACO II: Bom dia secretário de Imprensa da Prefeitura de Foz do Iguaçu, Washington Sena. Você está indo muito bem na nova empreitada…

PITACO III: Foz do Iguaçu tem cinco rádios com registros na ANATEL.
A saber:
Rádio Globo AM, Rádio Cultura AM, Rádio 97,7 FM, rádio Itaipu FM, rádio Jovem PAN FM. Fora disso é tudo pirataria.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *