Publicidade
Categorias
outros

Entrega de homicida do Paraguai para o Brasil

Aconteceu nesta quarta (30) na Ponte Internacional da Amizade a entrega por policiais paraguaios de um preso as autoridades brasileiras. Segue cópia do mandado de prisão do suspeito pelo crime de homicídio, Estado de São Paulo. Criminoso de grande periculosidade.

Categorias
outros

Riquixá da fronteira se movimentando…

MPPR propõe denúncia por crimes na gestão do transporte em Foz do Iguaçu

O Ministério Público do Paraná denunciou 13 pessoas pela prática de crimes de desvio de recursos públicos, usurpação de função pública e lavagem de dinheiro no âmbito do transporte coletivo de Foz do Iguaçu, Oeste do estado. A denúncia é um desdobramento da Operação Riquixá, deflagrada pelo MPPR em 2016, a partir de Guarapuava, que apurou a existência de organização criminosa no segmento de concessão de transporte coletivo urbano em diversas cidades do país.

Os fatos denunciados nesta terça-feira, 28 de outubro, datam de 2010. São requeridos integrantes de um grupo empresarial que possui concessões do transporte coletivo em diversos municípios paranaenses que, no caso de Foz do Iguaçu, se aliaram a empresários locais. Também são alvos da denúncia dois advogados (que faziam parte do núcleo técnico da organização criminosa, já denunciado no âmbito da operação), dois ex-secretários municipais (à época, ocupavam as pastas de Administração e Obras), uma servidora do setor de licitações e um procurador jurídico.

As investigações foram conduzidas pelo Núcleo de Guarapuava do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e pelo Grupo Especializado na Proteção ao Patrimônio Público e no Combate à Improbidade Administrativa (Gepatria).

Os processos vinculados à Operação Riquixá – seis ações penais até o momento – tramitam na 1ª Vara Criminal de Guarapuava. Acesse aqui para mais detalhes.

PITACO: O BO em tela ocorreu no governo do Paulo McD & Cia. Paulo e os quatros barões do transporte foram conduzidos ao GAECO para um papo-cabeça tempos atrás. Fica o registro!

 

Categorias
outros

MPF SE POSICIONA CONTRA A REABERTURA DA ESTRADA DO COLONO

Procuradora do MPF Daniela Sitta não concorda com a reabertura da Estada do Colono.

Veja a matéria da RPC AQUI

Categorias
outros

Fachin determina a prisão do ex-deputado Nelson Meurer

Ex-parlamentar é o primeiro condenado no STF na Lava Jato

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin determinou, hoje (30), a prisão do ex-deputado federal Nelson Meurer (PP-PR), condenado no ano passado pela Corte a 13 anos e 9 meses de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Meurer é o primeiro condenado pelo STF na Operação Lava Jato que vai cumprir pena.

Em maio do ano passado, o ex-parlamentar foi condenado pela Segunda Turma do STF acusado de receber R$ 4 milhões em vantagens indevidas oriundas da Petrobras. O filho do deputado, Nelson Meurer Júnior, também foi condenado, mas a uma pena menor, de 4 anos e 9 meses de prisão em regime aberto.

Nelson Meurer
Ex-deputado Nelson Meurer foi condenado a 13 anos e 9 meses de prisão – Laycer Tomaz/Arquivo/Câmara dos Deputados

Para a Procuradoria-Geral da República (PGR), que fez a acusação, o dinheiro teve origem em contratos da Petrobras e consistia em repasses por empresas fictícias operadas pelo doleiro Alberto Youssef e por intermédio do ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa, dois delatores do esquema de corrupção na Lava Jato.

O colegiado também decidiu que Meurer e o filho deverão ressarcir a Petrobras em R$ 5 milhões após o fim de todos os recursos.

No julgamento, a defesa afirmou que não há provas de que o deputado tenha dado sustentação política a Paulo Roberto Costa na Petrobras e que tenha participado dos desvios na estatal. Segundo o advogado, a denúncia foi baseada em presunções da acusação. Para a defesa, o deputado não pode ser acusado somente por ter sido líder do PP em 2011, por seis meses, e ter sido amigo do ex-deputado José Janene, morto em 2010, e acusado de participar da arrecadação de propina para o partido.

PITACO: Demorô!

Categorias
outros

JORNAL DO VERMELHO

Vou dar uma sugestão ao Bonato para dar um novo nome ao seu jornaleco chinfrim.

Bonato vive trocando o nome do jornaleco para enganar a patuleia, isto é de conhecimento geral.

Pois bem, vai aí minha sugestão para o novo nome:

“Jornal do Vermelho”. Se não gostar que tal: “Avermelhou Geral” . Ou talvez ” Newspaper do Big Red”.
Vai acatar qual Bonato? 

PITACO: Esse jornal é uma vergonha para a cidade. E o diretor da vez Darley S. Din Carneiro, condenado e com os direitos políticos suspensos contínua recebendo muita dinheiro da prefeitura, da Binacional e do Governo do Estado. E as ações na Justiça do Trabalho passam de 30.

Até quando?

 

Categorias
outros

UDC CONVIDA

Categorias
outros

Garotinho e Rosinha presos novamente! Justiça derruba habeas corpus

Os dois teriam superfaturado contratos para construção de casas

 

Nesta terça-feira (29) a 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio derrubou a liminar que concedeu um habeas corpus ao casal Anthony e Rosinha Garotinho. De acordo com informações do O Globo, os pedidos de prisão já foram expedidos.

O desembargador Siro Darlan concedeu um pedido de habeas corpus ao casal em setembro, e desde então eles estavam em liberdade provisória.

Os ex-governadores são acusados de ilegalidade nos contratos entre a Prefeitura de Campos dos Goytacazes e a Odebrecht para a construção de casas para a população entre 2008 e 2016.

PITACO: Para sair da cadeia agora só no STJ. O casal em tela foi preso cinco vezes. Gostaram do cheiro do boi, convenhamos.