Categorias
outros

Três Lagoas pode ser o 1º município do Estado a entrar em “lockdown”

Geraldo Resende afirma que a situação de Três Lagoas é preocupante - Foto: Reprodução

A cidade teve nove casos novos de Covid-19 em 24 horas e já contabiliza 54 ocorrências no acumulado

Por: Mirela Coelho com informações do Correio do Estado

O aumento no número de casos da Covid-19 e os dados alarmantes da cidade já preocupam as autoridades de saúde do Estado de MS, que não descartam a possibilidade de o município entrar em “lockdown”, ou seja, bloqueio total de movimentação de pessoas. Em 24 horas, conforme boletim epidemiológico divulgado ontem (29) pela Secretaria Estadual de Saúde (SES), as nove confirmações de Covid-19 registradas em Mato Grosso do Sul ocorreram na cidade.
Com uma população estimada de 120.388 habitantes, Três Lagoas soma 54 casos, atrás somente de Campo Grande, que tem uma população estimada de 885.982 habitantes e que contabiliza 128 episódios confirmados da Covid-19.

 


De acordo com o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, que na terça-feira (28) esteve em Três Lagoas: “Se a curva [de casos] continuar apresentando esse crescimento, podemos chegar até o lockdown para evitar colapso, caso seja necessário e se verificarmos aumento exponencial”.

O secretário disse que medidas vêm sendo estudadas com equipes de saúde e o Estado não terá medo de tomar medidas duras para evitar uma explosão de casos, inclusive mortes, em Três Lagoas ou em qualquer outra localidade. Ele adiantou que a situação é acompanhada pela SES e, na segunda-feira, uma nova análise dos números será realizada para verificar se há necessidade de medidas mais duras, principalmente em relação ao isolamento social. “Nenhuma medida vai ser tomada se não for pactuada com o município, tanto com o gestor de saúde quanto com o prefeito”, amenizou.

DIVISA PERIGOSA

Três Lagoas tem por característica fazer divisa com São Paulo, estado que tem o maior número de casos do País, caminhando para 25 mil confirmações e com mais de 2 mil mortes. Ontem (29), ao falar sobre o boletim do dia, Resende deixou clara a sua preocupação com o avanço da doença no município.

Três Lagoas registrou três mortes pelo novo coronavírus, sendo que dois óbitos ocorreram em uma casa de repouso. As pacientes residiam no estabelecimento privado e tinham outras comorbidades. Atualmente o município possui 54 casos positivos para a Covid-19, segundo atualização divulgada pela Secretaria de Saúde nesta quinta (30). No último boletim de ontem (29), haviam 52 pessoas confirmadas para a doença e mais dois casos foram adicionados à lista na manhã desta quinta (30).

Geraldo Resende destacou que Três Lagoas está se preparando para enfrentar a pandemia. “Conversamos bastante com o prefeito, e o que foi possível foi feito até agora.

Estamos pensando em utilizar a estrutura do Hospital Regional, que está mais de 90% concluído, para atendimentos de vítimas não graves da Covid-19. Não vamos usar viés econômico, queremos evitar mortes.

Vamos avaliar os próximos dias e, na segunda-feira, analisaremos as medidas a serem tomadas”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *