Categorias
outros

A fantástica história do Marcelinho Moura

Ex-vereador Marcelinho Moura, e seu assessor Landerson Travenssoli, foram focos de busca e apreensão na operação Iscariotes do Gaeco. A dupla fez por merecer, afinal, descobriu-se que coube ao Marcelinho arrumar um cargo comissionado na prefeitura de Foz para a esposa do Capitão do Gaeco que acabou preso por extorsão em Curitiba. E no interrogatório o mesmo disse que o dinheiro seria para um ex-vereador de Foz.  Batom na cueca!
E o Travenssoli foi a pessoa que apresentou o capitão ao representante da empresa em Curitiba que vendeu á prefeitura o pacote das lampadas de LED.
Portanto, os dois gaiatos têm muito a explicar nessa história toda. Pra mim deviam ter sido presos, mas acabaram se safando provavelmente pela Covid -19. O Judiciário tem feito de tudo para não mandar gente para a cadeia. Dentro deste diapasão Marcelinho (Vera Verão) ao ser entrevistado pela rede Massa saiu-se com essa fantástica história de 100 mil reais querendo sujar o nome do vereador Celino Fertrin que fez um ótimo trabalho como relator da CPI da iluminação. Conta outra Marcelinho…

E o piá das gargalhadas fez a festa…

Publicado por Helio Eduardo Lucas em Sexta-feira, 22 de maio de 2020

 

Compartilhe isto...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *