Categorias
outros

Filho de ex-vereador de Foz do Iguaçu preso pela PRF transportando quase 160 quilos de cocaína

A operação contou com a participação do helicóptero da PRF, serviço de inteligência e equipes táticas operacionais

A Polícia Rodoviária Federal apreendeu 59 quilos de cocaína e 100 quilos de pasta base em três motocicletas BMW na tarde deste domingo (21), na região de Passo Fundo. Um traficante foi preso e outros dois abandonaram as motocicletas e esconderam-se na mata. A ação contou com o apoio da Brigada Militar e do Batalhão Rodoviário da BM. O helicóptero da PRF participou do acompanhamento tático e das buscas.

Durante uma operação de combate à criminalidade, os policiais receberam informações do serviço de inteligência que três motocicletas de alta cilindrada estavam vindo de Santa Catarina e ingressando no Rio Grande do Sul, suspeitas de envolvimento com algum tipo de ilícito transfronteiriço.

Dois motociclistas abandonaram os veículos e correram em direção a uma mata ao lado da rodovia. O outro tentou desfazer-se dos baús de transporte de carga durante a fuga, jogando-os na vegetação.

As três motocicletas são da marca BMW, modelo GS, duas delas de 1250 e uma de 800 cilindradas. As duas motos maiores tem valor de mercado de mais de 87 mil reais cada uma, enquanto a outra fica na faixa de 35 mil reais.

Cada moto estava com três baús para transporte, todos eles repletos de tabletes de droga. No total, foram apreendidos 59 quilos de cocaína e 100 quilos de pasta base.

O homem identificado foi preso em flagrante por tráfico de drogas e encaminhado à Polícia Civil para o registro da ocorrência, com as motocicletas e a droga. A Polícia realiza buscas na região para encontrar os outros dois.

PITACO: Um dos motociclista preso é filho de um ex-vereador de Foz do Iguaçu que puxou uma cana na Pecúlio. O outro que pinoteou também é filho de um ex- vereador de Foz do Iguaçu também preso na Pecúlio. E uma das motos apreendidas seria de propriedade de um GM da cidade. Neste caso é simples investigar como um servidor público que ganha 6 mil reais pode comprar uma moto importada de 80 mil reais. Soubemos que a PF já está atuando neste rumo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *