Categorias
outros

RENOVAR É PRECISO? OU PERIGOSO?

Tudo na vida pode ser observado pela ótica do otimista ou a do pessimista… aquela velha máxima do copo meio cheio, ou meio vazio. No caso das eleições municipais em Foz do Iguaçu, especificamente para o legislativo, a renovação foi da ordem de 86%, ou seja, apenas dois membros da legislatura atual conseguiram a reeleição (Anice Gazzaoui e Rogério Quadros). Dos “novos”, três deles já possuem experiência legislativa anterior (Maninho, Ney Patrício e Admilson Galhardo). Assim sendo, 10 dos vereadores que assumirão em janeiro de 2021 não possuem experiência – e nem vícios -, o que nos permite refletir sobre a possibilidade de, entre outras coisas, serem atraídos pelo “canto da sereia” que costuma vir do Palácio das Cataratas. Exemplos não faltam na história política de Foz… oxalá isso não aconteça! A Coligação vencedora “O Trabalho Continua” foi formada pelos partidos PSD / PSDB / PTB / MDB / PSC / PSB / SOLIDARIEDADE / PL, e elegeu nove vereadores: YASMIN VICTORIA SOUZA HACHEM (MDB), ANICE NAGIB GAZZAOUI (PL), MANINHO (PSC), NEY PATRÍCIO DA COSTA (PSD), KARL STOECKL (PSD), ADNAN ABDALLAH EL SAYED (PSD), DR. FREITAS (PSD), ROGÉRIO QUADROS (PTB) e EDIVALDO ALCANTARA DE OLIVEIRA (PTB). Desta forma o prefeito reeleito Chico Brasileiro, com a maioria na Câmara, não deve encontrar dificuldades para aprovar os seus projetos, já que – em tese – a bancada de oposição, com seis vereadores – PROTETORA CAROL DEDONATTI (PP), ALEX MEYER (PP), CABO CASSOL (PODE), ADMILSON GALHARDO (REPU), JOÃO JOSÉ ARCE MORALES (DEM) e JAIRO CARDOSO DE SOUZA (DEM) – precisará de muita competência para frear o rolo compressor. Mas, por outro lado, se um elefante incomoda muita gente, seis certamente incomodarão muito mais, desde que conheçam a fundo o regimento interno da casa e todo o funcionamento do processo legislativo. Para isso, é bom que comecem os estudos desde já, buscando uma assessoria experiente e competente.

3 respostas em “RENOVAR É PRECISO? OU PERIGOSO?”

Lucas, renovação dentro do poder sim foi considerável, contudo, os vícios são antigos.
Muitos dos “novos” já são bem velhos no que diz aproveitar a facilidade de ser um C’c, ganhar muita grana sem esforço algum. O cidadão com alcunha de “kalito ” é um dos outros vários, muita grana dentro do bolso sem esforço algum.
Infelizmente a desinformação do povão é medonha, a velha prática do 50quentao impera até hoje.
Fazer o q, realmente é preciso uma higiene mental na população.
Enquanto os coitados sofrerão para ganhar seus míseros caraminguas, abre a oportunidade para qualquer um, montar na grana sem gabaritos p tal.
Triste realidade q só a política da banana é capaz de proporcionar.

Pois é, lembrei desse cidadão cuja alcunha “KALITO” pois, me fez recordar algumas situações.
Quando Foz completou mais 1 triste ano de vida, era outdoor desse cidadão em todos os cantos da cidade, quem pagou? Certa feita, passando na belarmino de Mendonça observei seu ” comitê “, quem pagou ?
Fiz uma consulta em relação ao patrimônio antes dessa última, patrimônio declarado em 2015, subiu extraordinariamente, muito mais q a do Rogerio quadros.
Como foi possível ???
Eis q, resolvi analisar suas nomeações nas tetas da prefeitura, Bingoooooooooooo, GANHOU MUITA GRANA SEM ESFORÇO ALGUM.
Deixemos começar a futura legislatura, esse será um, dos, que estaremos bem de olhos ARREGALADOS.
Nem todos de Foz são burrinhos ok.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *