Categorias
outros

Vereador é preso em flagrante em Cianorte por possível “rachadinha”

O Ministério Público do Paraná (MPPR), por meio do núcleo de Maringá do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), prendeu nesta segunda-feira (30), em flagrante, um vereador de Cianorte, no Norte-Central do Estado, investigado por possível participação em um esquema de “rachadinha” com um assessor.

Durante as investigações, realizadas pelo Gaeco em conjunto com a 4ª Promotoria de Justiça de Cianorte, foram registrados encontros entre o vereador e o assessor, supostamente para a entrega de parte dos vencimentos do servidor para o parlamentar. Na ação realizada nesta segunda-feira, foi encontrado em poder do vereador parte do dinheiro sacado pelo servidor público no caixa eletrônico no início da manhã, o que motivou a prisão em flagrante. Não foram divulgados os nomes do vereador e do assessor.

As suspeitas são de que o assessor costumaria sacar seus vencimentos, de R$ 4.225, ficando com apenas um terço desse valor e passando o restante para o vereador.

Nome do vereador: Adaílson Ignácio da Costa, o popular  Dadá do Podemos. Que vergonha!

PITACO: Será que no Legislativo de Foz tem rachadinha? O ex-vereado Zé Carlos pegou mais de seis anos de cadeia por causa disso. Será que parou?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *