Publicidade
Categorias
outros

MPE ELEITORAL MANIFESTA-SE PELO PROSSEGUIMENTO DA AÇÃO PARA INVESTIGAR PSC DE FOZ

A batata do vereador Maninho continua assando…

Diante do exposto, o Ministério Público Eleitoral manifesta-se pelo afastamento das preliminares suscitadas pelos investigados, com o prosseguimento do feito em seus ulteriores termos.
Foz do Iguaçu, 26 de fevereiro de 2021.
(assinado digitalmente)
ANDRÉ GUSTAVO DE CASTRO RIBEIRO
Promotor de Justiça Eleitoral

AIJE 0600594-70.2020.6.16.0046 – Marcio Rosa e O. x PSC

Categorias
outros

Boletim 28/02/2021: Foz registra 202 novos casos de Coronavírus em 24 horas

A Vigilância Epidemiológica de Foz do Iguaçu confirma na data de hoje, 28/02/2021, 202 casos de COVID-19, totalizando 26.330 casos da doença no município. Deste total, 24.977 pessoas já estão recuperadas.
Dos novos casos, 110 são mulheres e 92 homens, com idades entre 7 dias e 76 anos. Dos 202 novos casos, 199 encontram-se em isolamento e 3 internados.
Dos casos confirmados, 800 estão em isolamento domiciliar, com sinais e sintomas leves, e 148 pessoas estão internadas.

Óbitos

Foz do Iguaçu registrou mais 3 óbitos em conseqüência da COVID-19, totalizando 405 mortes pela doença no município. As vítimas são 2 mulheres, 82 e 70 anos, e 1 homem de 59 anos. Os 3 pacientes estavam internados no Hospital Ministro Costa Cavalcanti.

Com AMN.

Categorias
outros

Vereador critica combate à covid-19 mas tenta ‘jeitinho’ para internar o pastor de sua igreja de Umuarama em Maringá

Rafael Rosa, auxílio emergencial, execuções e, agora “jeitinho” para internar pastor

Do Angelo Rigon

O vereador Rafael Roza Camacho (Pros), que nas redes sociais ataca as medidas de combate à covid-19, tem postura diferente quando a doença chega à sua igreja, à qual doou milhares de reais através de cartão de crédito pelo qual está sendo executado pela Caixa Econômica Federal.

Há diminuição drástica de leitos para covid disponíveis em Maringá e região, mas apesar disso o vereador Rafael Roza intercedeu ontem junto à Central de Leitos, para internar o pastor Robinson Gomes, 43, da Igreja Bola de Neve de Umuarama, que pertence a outra regional de saúde. O “jeitinho” contrasta com promessas de campanha. Na campanha eleitoral ele dizia que nunca dependeu “de favores ou de jeitinhos”.

Vereador menos votado da eleição de 2020, Roza também foi flagrado como beneficiário do auxílio emergencial, apesar de posar de empresário de sucesso. Pessoas ligadas a ele, como a sua mãe e a mãe de um de seus assessores, também solicitaram o auxílio emergencial, de forma indevida. Ele defendia a exoneração de servidores que recebessem auxilio indevidamente.

Uma de suas últimas postagens em rede social foi criticando as medidas restritivas adotadas pelo município e pelo governo do estado, inclusive criticando o Ministério Público por orientar a realização de cultos e missas online. Citou inclusive que as igrejas estavam seguindo todas as regras de higienização e que nenhum surto de covid foi registrado nas igrejas.

Pastor Robinson Gomes, de Umuarama, por quem Roza intercedeu 

Categorias
outros

Baile funk é encerrado, tabacaria interditada e 76 pessoas são multadas por aglomeração, em Foz do Iguaçu

   Tabacaria e 72 pessoas foram multadas por descumprirem medidas sanitárias, em Foz do Iguaçu — Foto: Prefeitura de Foz do Iguaçu/Divulgação

Tabacaria e 72 pessoas foram multadas por descumprirem medidas sanitárias, em Foz do Iguaçu — Foto: Prefeitura de Foz do Iguaçu/Divulgação

A equipe de fiscalização da prefeitura encerrou um baile funk, interditou uma tabacaria, autuou um estabelecimento comercial e multou 76 pessoas por descumprirem as medidas sanitárias previstas no decreto municipal de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, para combate à Covid-19.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, até este domingo (28), a cidade soma 405 mortes por Covid-19 e 948 casos ativos da doença. A taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) é de 101,90% e da enfermaria está em 92,86% na ala Covid-19.

De acordo com a prefeitura, a tabacaria interditada fica no Jardim Lancaster e foi autuada, na noite desta sexta-feira (26), por aglomeração durante fiscalização.

A equipe do município também autuou um estabelecimento comercial. As pessoas que frequentavam esses ambientes foram identificadas e serão multadas pelo descumprimento das normas em vigor.

Os fiscais ainda encerraram um baile funk com mais de 50 pessoas, no bairro Cidade Nova. Com a chegada das equipes, os adolescentes que estavam na festa fugiram do local.

Com G 1 PR

Categorias
outros

Nossos representantes são como um ‘clube dos cafajestes’

É como se chamava um grupo de ricaços boêmios do Rio nos anos 50

Um ano depois do primeiro caso de Covid no Brasil, vivemos o momento mais grave da pandemia. Um ano inteiro de sacrifícios, dor e morte não serviram para nada. Caso único no mundo. Estaca zero. Andamos em círculos. Falta vacina. Falta leito. Falta ar. E vai piorar.

Mas nada disso tira o sono do dinheiro grosso no Brasil, que só chiou com a intervenção militar na Petrobras. Para compensar a corda esticada, Bolsonaro oferece a Eletrobras e os Correios na bacia das almas.

No campeonato de canalhice da República, é difícil superar Paulo Guedes e a pressão pela aprovação da PEC emergencial, tentativa de assalto aos direitos sociais inscritos na Constituição.

A Câmara deu mais uma contribuição ao festival de tapas na cara da sociedade ao articular a tal PEC da impunidade, digo, da imunidade de suas excelências. Confundem exercício do mandato e liberdade de expressão com licença para cometer crimes. O Judiciário não poderia ficar de fora desse “e daí ?” geral, com o benevolente acolhimento dispensado ao senador e primeiro-filho.

Nos anos 1950, um grupo de ricaços boêmios do Rio de Janeiro ficou conhecido como o “Clube dos Cafajestes”. A crônica carioca de então registra que eles aprontavam em festas de arromba com muita bebida e mulheres. Cafajestes??? Que injustiça com os playboys de outrora.

Cristina Serra

Cristina Serra é paraense, jornalista e escritora. É autora dos livros “Tragédia em Mariana – a história do maior desastre ambiental do Brasil” e “A Mata Atlântica e o Mico-Leão-Dourado – uma história de conservação”.

Categorias
outros

Internado

O médico pediatra Alceu Bisseto, que chefiou a 9a Regional de Saúde em Foz do Iguaçu, está internado no hospital Marcelino Champagnat, em Curitiba.
Ele foi Secretário Municipal de Santa Izabel do Oeste e veio para Foz do Iguaçu a convite do ex prefeito Alvaro Neumann, e era governador Jaime Lerner. Daqui seguiu para Curitiba onde trabalha na Secretaria de Estado da Saúde e Prefeitura local.
Ele está com Covid 19 e enfrenta na UTI as turbulências desta doença.

Categorias
outros

Maringá pode adotar barreira sanitária: ambulância de cidade que não respeitar decreto não entrará na Cidade Canção

Ambulâncias de cidades cujos prefeitos não estão respeitando o decreto do governo do estado no enfrentamento à covid-19 não poderão entrar em Maringá em busca de atendimento médico para a doença. A decisão foi tomada pelo prefeito Ulisses Maia (PSD), depois que a prefeita de Mandaguari, Enfermeira Ivonéia, afrouxou as medidas anunciadas anteriormente. Também Cianorte, que havia anunciado cumprir a ampliação do toque de recolher, pode ter problemas se tiver que trazer pacientes para Maringá.

Maringá terá barreiras sanitárias, anunciou o prefeito em um grupo de mensagens entre prefeitos. “Cidade que não respeitar o decreto do governo do estado terá que arcar com as consequências. Ambulância de cidade que não está respeitando o decreto não vai entrar aqui. Será assim. Todos prefeitos recebendo pressão. É fácil liberar. Então quem fizer isso que arque com as consequências. Assim será. Estamos num pacto pela vida!”, teria comentado o prefeito.

PS – São Carlos do Ivaí também foi citada pelo prefeito. “Pessoal, cidades em que os prefeitos não estão respeitando o decreto do governo estadual, deixando tudo funcionar normalmente, não poderão buscar atendimento médico em Maringá para tratar pacientes com o vírus. Já estamos organizando barreiras nas entradas da nossa cidade. Ambulâncias de Cianorte, São Carlos do Ivaí e Mandaguari não estão autorizadas a entrar. Esperamos que não seja necessário ampliar a medida. Que a região tenha consciência que o momento requer união na prevenção”, informou.